Gol no fim é um balde de água fria em boa atuação tática do Egito

Por Sergio Santana Diante de um adversário com mais qualidade técnica e sem sua referência, Mohamed Salah, dentro de campo, o Egito investiu suas ações em se manter participativo na parte tática. No habitual 4-2-3-1, os comandados de Héctor Cuper ofereceram muita dificuldade para os uruguaios criarem, o que até trouxe poucas chances claras no primeiro tempo. Inicialmente, os egípcios se focaram em pressionar a … Continuar lendo Gol no fim é um balde de água fria em boa atuação tática do Egito

A subvalorizada celeste – ANÁLISE TÁTICA DO URUGUAI

Por Kauê Monteiro Sem delongas, a Celeste chega na Copa após uma eliminatória onde, apesar da segunda colocação – atrás apenas de um mortal Brasil – penou na reta final trás 2 empates e 1 derrota nos últimos 5 jogos. O gol de Fede Valverde ante a seleção paraguaia acalmou os ânimos na rambla, dando a pontuação necessária para o paisíto ir a mais um … Continuar lendo A subvalorizada celeste – ANÁLISE TÁTICA DO URUGUAI