Pré-Jogo Palmeiras x América-MG – O PORTUGA E O LOUCO

Palmeiras:

Um português vindo da Grécia, esse foi o presente de final de ano para o torcedor palmeirense, após o trabalho contestável de Vanderlei Luxemburgo e o sucesso de Andrey Lopes, o português Abel Ferreira chegou ao clube e já colocou sua personalidade na equipe.

            O bom momento se dá ao coletivo e a recuperação de jogadores que vinham sendo contestados, dentre eles Rony e Gustavo Scarpa que estavam desacreditados, além das Crias da Academia que continuam ganhando espaço e destaque, principalmente o polivalente Gabriel Menino que é jogador da seleção brasileiro principal e tem atuado tanto como lateral, volante e ala.

            A defesa é o maior destaque da equipe no ano, mesmo no momento de baixa a defesa se manteve sólida e sempre conseguiu superar a crise, tanto que o setor nunca teve nenhum jogador sendo perseguido, as criticas ficavam para o ataque.

            A chegada de Abel veio com a chegada de dois zagueiros, porem isso tem reflexo na volta de Felipe Melo para o meio e não pela fragilidade de quem já estava lá, inclusive o até então 5º zagueiro Emerson Santos ganhou espaço tanto na defesa quanto no meio, usou bem a sua oportunidade e hoje é um jogador que sempre participa dos jogos, desde o inicio do jogo algumas vezes, algo que não era recorrente.

            Levando em conta que a equipe precisou explorar ao máximo seu elenco devido às lesões e casos de COVID 19, atualmente todo mundo já teve pelo menos uma chance de ser visto, desse modo será mais fácil direcionar uma equipe para a Copa do Brasil e outra para a Copa Libertadores, mas obviamente que os pilares vão atuar em ambas as partidas.

            É difícil afirmar que a equipe tem apenas um sistema tático, por que a equipe sempre muda de um jogo para outro (por opção da comissão e/ou por desfalques), desse modo à nomenclatura tática é uma incógnita, ainda mais com o fato de Abel Ferreira usar o segundo tempo de partidas com o resultado largo para testar jogadores, propostas de jogo e “treinar a equipe”.

            Sobre uma possível escalação inicial, podemos afirmar que alguns pilares são peças confirmadas, as poucas vagas em aberto giram em torno da proposta de jogo e não pela incapacidade do jogador. Dentre as 11 vagas pelo menos oito vagas são absolutas (Weverton, Gustavo Gómez, Luan, Viña, Gabriel Menino, Danilo, Raphael Veiga e Rony) e as demais três vagas são disputadas entre vários jogadores (Marcos Rocha, Zé Rafael, Emerson Santos, Gabriel Veron, Lucas Lima, Willian e Luiz Adriano).

Por onde o América-MG pode agredir o Palmeiras?

            A saída de bola é sustentada e conta com ótimos passadores, destaque para Weverton, porem a equipe mineira pode explorar a saída de bola bloqueando o avanço pela esquerda com Gómez + Viña, além de Danilo que se desloca para o lado criando uma possibilidade de triangulação, se o América-MG fortalecer o seu meio campo para “ganhar a segunda bola” pode forçar a ligação direta, assim como fez contra o Corinthians.

            Felipe Melo, Patrick de Paula e Zé Rafael são jogadores fortes fisicamente, por isso eles conseguem evitar o avanço da equipe adversaria, porem nenhum deles está 100% e possivelmente apenas Zé Rafael possa estar à disposição, desse modo Danilo vai precisar de disposição para ser criativo e destrutor ao mesmo tempo, algo que é potencializado em jogo grande, desse modo o América-MG pode explorar a região central, ainda mais caso Emerson Santos seja utilizado fora de sua posição original (não que ele já tenha comprometido porem precisamos destacar possíveis fragilidades).

Por onde o Palmeiras pode agredir o América-MG?

            O Palmeiras vem usando muito bem os lados do campo, além disso, consegue construir muito bem pelo meio, dessa forma é difícil analisar com base no êxito do Palmeiras, mas sim pela fragilidade do América em alguns setores.

            A defesa mineira é sólida e vai muito bem no jogo aéreo e rebate muito bem, porem os laterais são apoiadores que não tem uma recomposição exemplar, dessa forma a equipe pode atacar as costas dos laterais com Gabriel Menino e Gustavo Scarpa com o objetivo de atacar a linha de fundo, dessa forma seria feito um passe tanto para o jogador centralizado quanto para quem vem de trás.

            A defesa mineira tem no Messias o seu maior pilar, o seu ponto forte é a força física, então seria interessante ter um centroavante de mobilidade e força, Luiz Adriano (100%) seria o nome ideal, além disso, Rony e Gabriel Veron pelos lados com Gabriel Menino e Gustavo Scarpa como segunda opção.

Entrevista com Rodrigo Fragoso:

✔ Você espera alguma movimentação ou troca de algum jogador que possa surpreender na partida?

            Difícil cravar isso né, o Palmeiras vai ganhando cada vez mais cara de titular, mas ao mesmo tempo tem Patrick de Paula para voltar, talvez ele volte a ficar a disposição para a semifinal da Copa Libertadores, mas não para a semifinal da Copa do Brasil.

            O Palmeiras tem Luiz Adriano para voltar, ele pode aparecer no time titular, ele aparecendo no time titular isso pode modificar bastante a formação já que no ataque o Rony tem assumido a função na frente junto com o Willian e ai na direita tem o Gabriel Veron e na esquerda o Gustavo Scarpa que teoricamente estaria improvisado, mas ele está jogando tão bem que ele deixou de estar improvisado pela esquerda, embora ele fosse ponta direita ou meia, então é um Palmeiras que tem tantas possibilidades que é difícil surpreender por que sempre trabalha com novidades e com peças que podem atuar em funções diferentes e atuar bem.

✔ Como o técnico Abel Ferreira contribuiu pra chegada da equipe nesse esse estágio da competição?

            Na entrevista que fiz com o Gabriel Menino, fiquei sabendo que ele chegou ao clube e disse o seguinte: Vi os jogos do time com o Andrey Lopes no comando e quero a mesma coisa, só vou acrescentar algumas coisas, mas a postura é exatamente a mesma que eu quero e vou acrescentar também mais intensidade do que já tem (e o time já estava com bastante intensidade).

            Além disso, o Abel também fez com que a equipe em si entende-se muito rápido a ideia que ele queria, então ele contribuiu muito para que o Palmeiras tivesse jogadores improvisados na necessidade e jogando bem.

            Emerson Santos atuando como volante sem comprometer, o Luan atuou como volante sem comprometer, o Mayke na esquerda atuando sem comprometer, são vários os exemplos, ele conseguiu fazer com que o Zé Rafael virasse um homem de meio campo completo, joga defendendo e joga atacando, da mesma forma que ele teria que atuar com varias duplas de zaga diferentes por inúmeros problemas e elas se entenderam também sem grandes problemas, improvisando o Rony como centroavante e o Rony fazendo acontecer como centroavante que não é a posição dele, ele é ponta.

            Então de fato ele fez com que a equipe entendesse muito rápido o estilo de jogo dele, tanto individualmente quanto coletivamente os jogadores cresceram.

✔ Como será possível conciliar a semifinal da Copa do Brasil com a gigantesca semifinal contra o River?

            A semifinal da Copa do Brasil acontece agora e a da Copa Libertadores contra o River Plate vai ser só lá em janeiro, então eu acho que não vai ter grandes problemas, o Palmeiras vai poder dividir, o Palmeiras não vai encontrar o River Plate em meio ao encontro com o América-MG.

            O Palmeiras de fato vai ter que lidar e administrar o que vai colocar em campo no campeonato brasileiro, isso sim o Palmeiras vai ter que observar para não perder atletas importantes nessa semifinal.

América-MG

            .

            O América-MG joga em um 4-3-3 ao se defender, inicia em uma pressão 3+3 e ai embola com o médio passa para o 4-1-4-1, seria o Zé Ricardo entre as linhas, entre a linha defensiva e a linha de meio, mas ele está fora, deve jogar o Flavio e o Rodolfo o outro um a frente.

            Então acredito que isso se mantenha e ao atacar ele, se for uma saída longa desde o campo defensivo no tiro de meta ou uma falta lá atrás, lateral, enfim, o América-MG se estrutura também em um 4-3-3, mas com a propensão do lateral esquerdo subir mais e ele se organizar em um 3-4-3 na fase ofensiva, só que é um time de muito ataque ao espaço, inclusive em algumas oportunidades é possível ver especialmente pelo lado esquerdo o Alê baixar na base da jogada para propiciar que o lateral esquerdo jogue por fora ou por dentro, trabalhando mesmo na linha dos zagueiros.

Por onde o Palmeiras pode agredir o América-MG?

            A linha defensiva do América-MG é solida e forte, porem quando o adversário chega ao fundo e ocupa a área de ataque, cria muito problema para o setor, que rebate muito bem, mas tem pouca estruturação para inibir ultrapassagem, devido ao falo que os laterais avançam com frequência.

            O lado esquerdo do América-MG avança bastante, se o Palmeiras fizer a dobradinha Marcos Rocha como base e Gabriel Menino como apoiador pode gerar um grande risco ao América, enquanto do lado direito do América-MG a dupla vem ainda mais forte com Viña praticamente como apoiador e Gustavo Scarpa da lateral para o meio, além de Rony e/ou Gabriel Veron se movimentando.

Por onde o América-MG pode agredir o Palmeiras?

            É possível ver o meio-campista pela esquerda Giovani, trabalhar por fora e deixar o ponteiro mais por dentro, quem sabe atacar o espaço intervalo entre zagueiro e lateral adversário e isso pelos dois lados, então o América-MG tem uma construção desde a fase inicial bem lateralizada e tentando atrair muito, especialmente os volantes do adversário para liberar o funil.

            E ai se conseguir chegar ao ultimo terço, fazer essa bola voltar pra trás para chegada do lateral em alguns momentos, mas especialmente se a jogada se desenvolve pelo lado esquerdo para a chegada do Juninho, se a jogada se desenvolve pelo lado direito para a chegada do Alê, inclusive gols de classificação nessa Copa do Brasil foram feitos dessa forma contra Ferroviária e também contra a Ponte Preta, tanto em Campinas como jogando em casa.

            Então acredito que vai passar por ai também contra o Palmeiras, se é que o América-MG vai conseguir entrar muito em organização ofensiva , por que é um time de Série A o Palmeiras.

Entrevista com Léo Gomide:

✔ Você espera alguma movimentação ou troca de algum jogador que possa surpreender na partida?

            Recentemente o América passou por alguns problemas de lesão e também jogadores diagnosticados pela COVID-19 né, o Alê que joga com como meio-campista mais pelo lado esquerdo se lesionou e depois foi diagnosticado com COVID-19, o Juninho que joga como meio-campista pela direita também foi diagnosticado com COVID-19, retornaram nesse final de semana contra a Chapecoense.

            O Zé Ricardo está lesionado, se lesionou no jogo contra o Oeste e não tem previsão de retorno e é titular, o João Paulo está machucado, se machucou contra o Figueirense e não deve jogar, vai jogar o Savio como lateral esquerdo, o Bauermann tinha sofrido uma lesão e desde então o Anderson entrou e não saiu mais, mas o Bauermann era titular.

            O Diego Ferreira alterna muito a titularidade com o Daniel Borges que também sofreu uma lesão, então o Lisca foi obrigado a mexer muito no time e não talvez por opção nesses últimos meses, acredito que o Juninho vá ser titular, Alê eu não sei por que o Giovani que entrou substituindo o Ale entrou e entrou bem, são jogadores de características diferentes. 

✔ Como o Lisca contribuiu pra chegada do time a esse estágio?

            O Lisca pegou um trabalho muito bem adiantado já pelo Felipe Conceição, o América-MG teve uma reação na Série B do ano passado e ai ele recebeu o convite do RedBull Bragantino, foi pra lá e América-MG contratou o Lisca que manteve muito dos comportamentos né, alterou pontualmente algumas situações.

            O Felipe Conceição na fase ofensiva utilizava alguns elementos de ataque posicional até em alguns momentos fazendo uma saída utilizando três utilizando os volantes para espetar os laterais.

✔ O elenco do América tem capacidade de suportar a reta final de duas competições?

            Para fechar, como avia te mencionado na primeira resposta passou por muito problema de lesão e COVID-19 nos últimos meses (um mês, dois meses), o foco é acender a série B, a campanha de semifinal já é histórica para o clube, primeira vez e já eliminou dois clubes de série A (Corinthians e Internacional).

            Fora a questão financeira que só com a premiação o América-MG arrecadou um terço do que é o orçamento total do clube em uma temporada, então ele teve um extra de mais um terço do que ele se programou para o ano, não acredito que vá priorizar algo do gênero, mas que vai competir, não sei se vislumbrando muito a classificação, claro se possível seria ainda mais histórico, mas acredito que ciente que os adversários de semifinal que ele enfrentou o Palmeiras seja o mais forte.

Conclusão

            O Palmeiras tem pequeno favoritismo pelo momento e pelo elenco mais técnico, mas o América-MG pode endurecer o jogo e arrastar a decisão para os 20 minutos finais do jogo de volta em casa. Agradeço ao Rodrigo Fragoso e Léo Gomide pela força, aprendemos juntos.

Informações:

Nome:          Rafael Santos de Oliveira.

Twitter:         Rafinha_Esporte.

Instagram:   Rafinha_Esporte.

Nome:          Rodrigo Fragoso.

Twitter:         RFragoso_EI.

Instagram:   reporterfragoso.

Nome:          Léo Gomide.

Twitter:         @Leo_Gomide.

Instagram:          leo.gomide

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s