Leverkusen: A Sensação da Bundesliga

Por Leo Rezende

WhatsApp Image 2020-06-06 at 14.16.00

Com 4 vitórias nos 6 jogos até então nesse retorno do futebol alemão, (considerando a semifinal da Copa da Alemanha), o Bayer 04 Leverkusen, liderado por Kai Havertz (5 gols) mostra um futebol muito envolvente com a posse de bola, porém com alguns problemas defensivos: são 9 gols marcados e 6 gols sofridos. Os comandados de Peter Bosz podem ser considerados a sensação do 2º turno da Bundesliga? Hoje vamos dissecar o modo como eles vêm atuando.

Organização Ofensiva

            A equipe utilizou 2 plataformas de jogo diferentes (3-4-3 / 4-2-3-1), mas por padrão os meias centrais ficavam a frente dos zagueiros, os laterais/alas abertos dando amplitude a equipe, e os pontas por dentro e dando profundidade na construção das jogadas. O que alterava era a possibilidade de ter um jogador a mais na saída de bola (3-4-3) ou um jogador a mais entre as linhas de meio campo e defesa do adversário (4-2-3-1).

lever1Equipe estruturada em 3-4-3

lever2Equipe estruturada em 4-2-3-1

            Na saída de bola a equipe procura manter a posse de bola, saindo com passes curtos. Os zagueiros participam ativamente, com os meias centrais dando suporte a frente.

lever3Saída de Bola – 3+2

            Durante a construção das jogadas o Leverkusen circula a bola buscando prioritariamente os corredores laterais para entrar no último terço” do campo, a zona de finalização.

            Quando a bola é transmitida até um dos corredores lateral, o ponta “do lado da bola” se desloca do centro para esse corredor, se alinhando ao lateral. Enquanto do lado oposto o ponta permanece por dentro e o lateral gera amplitude para a equipe.

lever4lever5lever6

 

            Como já foi mencionado a equipe busca o corredor lateral para entrar na zona de finalização, ou último terço. Com movimentos de infiltrações, normalmente os alas ou pontas se aproveitam de um espaço as costas dos laterais e zagueiros para chegar em boas condições nestas zonas.

lever7

 

Transição Ataque-Defesa

            Durante a transição da fase ofensiva para a defensiva o objetivo da equipe é recuperar a bola rapidamente pressionando o portador da bola. O Leverkusen apresenta problemas nesse momento, demorando para mudar a mentalidade de ofensiva para defensiva, além de demonstrar dificuldade em fechar linhas de passe.

lever8lever9lever10

 

Organização Defensiva

            Em organização defensiva, os comandados de Peter Bosz utilizam a marcação individual (ou por encaixes), o que por vezes gera uma desorganização, mas de certo modo facilita a marcação pressão que a equipe adota.

lever12Bloco Baixo

lever13Bloco Médio

lever14Bloco Alto

 

Transição Defesa-Ataque

            Na transição defesa-ataque a prioridade é ser vertical, em busca de aproveitar a defesa adversária desorganizada.

            Porém nem sempre é possível fazer uma transição assim, então caso não seja possível, a equipe do Leverkusen opta por uma bola de segurança para entrar em organização ofensiva.

Fonte de Imagens: Instat Scout

@lrezende60

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s