Como vinho: quanto mais velho melhor – Fernandinho e sua nova posição

Por Ícaro Caldas Leite

Durante o final da temporada 18-19, Pep Guardiola havia declarado que para a temporada 19-20, Fernandinho, volante do Manchester City à época, seria convertido em zagueiro. Na temporada passada (18-19), Fernandinho atuou como zagueiro diante do Arsenal em fevereiro. Quando o Manchester City não tinha a bola, Fernandinho se tornava zagueiro e fechava na linha de 4 defensiva, mas quando o City tinha a posse, ele se tornava um meio campista ao lado de Gundogan.

Fernandinho x arsenal no meio

Fernandinho x Arsenal

Mas, por que isso? Bem, Fernandinho fará 35 anos em maio e já não está com o vigor de dois, três anos atrás. Além disso, o Manchester City ficou sem zagueiro para a atual temporada devido à lesão de Laporte e não contratou um para substituir a lenda Kompany. Com a irregularidade, lesões e más atuações de Stones e Otamendi, Fernandinho acabou sendo, mesmo improvisado, o melhor defensor do Manchester City. Outra questão é que, em março e abril de 2019, Fernandinho acabou se lesionando contra o Manchester United e não pôde mais disputar jogos no restante da temporada. Com isso, Rodri foi contratado para ocupar a antiga posição do Fernandinho de primeiro homem de meio campo, ou melhor, primeiro volante.

O seu primeiro jogo oficial como zagueiro foi diante do Brighton no decorrer do primeiro tempo, quando Laporte saiu lesionado. A partir daí, seria regular em toda a temporada como zagueiro, sendo guardado em jogos menos importantes (Copa da Liga e FA Cup).

Separei três lances dele em sua primeira partida atuando como zagueiro: imposição física, tempo de bola, leitura de espaço e saída de bola.

Abaixo, veja os números dele nesta partida:

Numeros em sua primeira partida da temporada

Visto que o estilo de jogo do Manchester City propõe que, por conta de ter mais a bola, os seus zagueiros atuem mais no campo adversário do que no seu próprio campo, os defensores ficam mais distantes do Ederson.

Linha alta

Porém o que faz Fernandinho ser o líder de Guardiola dentro de campo? Sua experiência e inteligência tática? Claro, mas além disso, a sua condução e qualidade não só para fazer lançamentos, mas também de construir o jogo e oferecer passes que quebram as linhas dos adversários quando os meio campistas estão marcados e é necessário os zagueiros saírem jogando.

Observe a jogada para o primeiro gol de Kevin De Bruyne diante do Arsenal em dezembro de 2019:

Caso você ofereça espaço a um jogador do nível do Fernandinho, você será castigado severamente. Ele conduziu, viu o Jesus atacando as costas dos zagueiros do Arsenal e deu um passe que rasgou as duas linhas do Arsenal. Lembremos: só com a condução, ele já havia quebrado a primeira linha.

Durante o decorrer da atual temporada, Pep Guardiola utilizou o Fernandinho como zagueiro pelo lado direito, zagueiro central e zagueiro pelo lado esquerdo. Em todas as ocasiões, Fernandinho fez apresentações seguras que não o comprometeram.

zagueiro pelo ld 1vez

Fernandinho centralzagueiro pelo le 1vez

zagueiro pelo le 1vez

Se você está pensando algo como: “Ah, mas contra esses adversários é moleza, né?”, visto que o City é uma das melhores equipes do mundo e a melhor equipe da Inglaterra. Pois bem, eu irei trazer os números e vídeos de dois jogos dele no qual ele teve exibições como se jogasse na posição há anos. O primeiro será contra o Manchester United, no Old Trafford, em janeiro de 2020 e o segundo contra o Real Madrid pelas oitavas da Liga dos Campeões. E caso você não se sinta convencido com esses exemplos, eu já não posso fazer absolutamente nada. (risos)

Números, mapa de calor e ações com/sem bola versus Manchester United:

Fernandinho x United números

Considerando o nível de dificuldades que ele enfrentou contra o rival da cidade, eu considero essa a melhor atuação dele como zagueiro na temporada 19-20. Fernandinho foi quase perfeito em tudo: saída de bola, lançamentos, coberturas, recuperações, jogo pelo alto. Ele dominou tudo e conseguiu anular o jovem Rashford que não conseguiu ter boas vantagens contra ele.

Números, mapa de calor e ações com/sem bola versus Real Madrid:

Fernandinho x Madrid

Diante da equipe espanhola, Fernandinho começou o jogo no banco de reservas, por escolha de Guardiola, mas aos 33 minutos, Laporte se lesionou novamente e Fernandinho entrou no seu lugar, fazendo dupla com Otamendi. Diferente de Manchester, em Madrid, o City controlou o jogo no primeiro tempo, mas não conseguiu furar a defesa do Real. No Santiago Bernabéu, eles começaram atrás do placar, mas conseguiram se recuperar e o Fernandinho teve participação fundamental num chute do Sergio Ramos – no qual a bola desviou nele e foi para fora – e também nos lances que geraram a virada.

Fernandinho Dados

Por fim, com a ajuda do analista de desempenho Rafael Maciel, ele fez uma tabela com os números do Fernandinho nas últimas três temporadas. Por conta do seu recuo para a defesa, os números em passes, lançamentos, recuperação no ataque e perdas na defesa diminuíram, mas em jogo aéreo, duelo defensivo e ações certas aumentaram. No geral, ele continua sendo muito bom com os números, seja no meio ou na zaga, e acima de tudo, ele é homem de confiança do melhor treinador do mundo.

@icaroanalises

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s