Tudo aquilo que nunca te contaram sobre ele – RONY

Por Rafael Santos

Nome: Ronielson da Silva Barbosada
Apelido: Rony
Idade: 11/05/1995 (24 anos)
Altura: 1,70 m

Valor: € 6 milhões (R$ 28,4 milhões)
Contrato: 31/12/2024
Direitos econômicos: 50%

Clubes: Remo, Cruzeiro (SUB 20), Náutico, Albirex Niigata e Athlético.
Títulos: Copa Sul-Americana 2018, Taça Suruga Bank 2019 e Copa do Brasil 2019.

Após uma enorme novela que parecia um “Vale a Pena Ver de Novo” o atacante Rony foi finalmente oficializado pelo Palmeiras, portanto eu decidi mostrar par ao torcedor palmeirense quem é esse jogador, mas falar sobre a passagem pelo Athlético é fácil por que está recente na visão do torcedor ainda mais pelos títulos, por tanto eu analisei a passagem pelo Remo, Cruzeiro, Náutico e o futebol japonês.

No decorrer de toda a sua carreira o atacante tem 181 jogos profissionais e 40 gols marcados.

Remo

Pelo seu clube de infância, recebeu sua primeira oportunidade pelo profissional poucos dias após completar 18 anos. No segundo semestre foi promovido ao elenco que disputou a série D do Campeonato Brasileiro e garantiu vaga para o elenca da próxima temporada, onde foi importante na campanha da Copa Verde e campeonato estadual.

Pelo clube paraense teve inicio atuando pelo lado direito de campo, sendo um extremo de transição ofensiva com o objetivo de acelerar as jogadas e romper linhas, por hora, atuando como meia atacante nos momentos em que a bola estava do lado contrario. Foram 21 jogos pelo clube, 1473 minutos em campo (proporcionalmente 16 jogos) e cinco gols marcados.

Atuando por ambos os lados com gols e assistência. (Remo x Guarany)

Após esse período foi contratado pelo Cruzeiro, onde fez parte do elenco SUB 20 até o final de 2015.

Atuando em amplitude com grande presença de área. (Remo x Paysandu)

Náutico

Após um período de adaptação e o fato de extrapolar a idade da categoria SUB 15, a equipe mineira emprestou o jogador para o Náutico logo no inicio da temporada. Logo de inicio foi um dos destaques da equipe, pelo campeonato estadual foram 14 jogos (todas as partidas da equipe) e três gols marcados.

Pela Série B do Campeonato Brasileiro foram 35 jogos dos 38 jogos, marcando 11 gols e dando seis assistências, destaque para o jogo contra o Vasco da Gama onde a sua equipe venceu a partida por 3×1 com dois gols e uma assistência do jogador.

Atuando do centro para a direita com muita mobilidade. (Náutico x Atlético GO)

Após quase dois anos como profissional, conseguiu viver o seu melhor momento durante toda a temporada, primariamente atuando ainda pelo lado direito como extremo e ponta, porem aprimorou seu repertório tático atuando também pelo lado esquerdo e por alguns momentos como segundo atacante para dar suporte móvel no ataque.

Atuando por ambos os lados, profundida agressiva na transição. (Náutico x Vasco)

Após sua ótima temporada pelo Timbu, foi negociado pelo cruzeiro com o futebol japonês por R$ 4 milhões.

Albirex Niigata

Chegando ao Albirex Niigata em 2017, ele atuou em todos os 36 jogos da equipe no ano, foram oito gols e seis assistências. A temporada do clube foi péssima, ficando em penúltimo lugar com apenas sete vitórias, 28 gols feitos e 60 sofridos.

Pelo clube japonês também atou primariamente pelo lado direito, mas dessa vez com mais presença de área e sendo peça chave nos poucos contra-ataques que a equipe conseguia executar, nesse momento ele teve que se transformar em um jogador mais móvel ofensivamente, ele não estava mais em uma equipe que tinha a posse de bola, pelo contrario, quase nunca tinha e quando tinha ele precisava ser a “flecha” da equipe em todos os momentos pela sua condição física.

Analise estatística da partida Jubilo Iwata 2×2 Albirex Niigata via SofaScore.

Com base na analise da partida é possível compreender a analise que foi feita anteriormente, ele é o jogador mais acionado da equipe.

Apesar da baixa média de bolas longas (0 de 4) isso é justificável pela proposta de jogo em dar profundidade a todo tempo e ele não ser um exímio armador ou organizador, porem ele apresenta medias altíssimas levando em conta os duelos tanto no chão quanto aéreos, além dos cinco passes decisivos (um deles originando uma assistência) e todas as quatro tentativas de dribles tiveram sucesso (um deles originando um gol).

Defensivamente não teve bons números, assim como toda sua equipe, teve média de apenas 1,6 desarmes por jogo, média inferior de uma interceptação por jogo, média de 5,7 duelos ganhos (43%), porem ofensivamente teve bons números, até mesmo por que era sempre o plano A da equipe, teve média de 1,6 dribles por jogo (64%), média de 1,6 passes decisivos e o principal foi à média de 2,4 chutes por jogo.

Logo no inicio da temporada 2018 ele passou por um imbróglio jurídico muito grande, onde o jogador ficou livre do contrato com o clube japonês conforme um comunicado oficial da FIFA, inclusive o jogador ficou apalavrado com o Botafogo em uma possível troca do Cruzeiro pelo jogador Bruno Silva, mas a situação não foi encaminhada e após um longo período se apresentou ao Athletico em junho, mas só foi a campo pela primeira vez em agosto.

Athletico

Desde que chegou ao clube paranaense teve bons números e principalmente bom desempenho, foi peça importantíssima na conquista da Copa Sul-Americana em 2018 e se consolidou na conquista da Copa do Brasil 2019.

Analise estatística via Rafael Maciel.

Diante da proposta de jogo feita por Thiago Nunes ele aumentou sua média de chutes por jogo, enquanto antes era 2,4 se tornou 3,5 por jogo e o aproveitamento na média de dribles caiu de 64% para 48%, porem a quantidade por jogo aumentou de 1,6 para 3,05, desse modo é possível analisar que ele tenta muito mais dribles por jogo e a queda no rendimento é fruto da maior confiança defensiva e maior participação no jogo.

Porem a sua passagem pelo Athletico foi vista por todo o Brasil e o foco desse texto é falar como ele surgiu qual era sua posição x função, como era o seu desempenho até chegar ao clube paraense.

Em tese, podemos afirmar que ele surgiu como um jogador extremo que atua pelo lado direito, mas tem mobilidade para atuar ocupando espaço na área ou até mesmo pelo lado esquerdo onde teve sucesso no Athletico e se consolidou como um jogador de destaque nacional na elite do futebol.

@Rafinha_Esporte