Superioridade inquestionável – ANÁLISE TÁTICA TOLEDO 0X2 NÁUTICO COPA DO BRASIL

Por Felipe Holanda

O Náutico visitou o Toledo-PAR, na última quarta (12/02), pela primeira fase da Copa do Brasil. Amplamente superior e sem dar chances ao adversário, o Timbu fez 2 x 0, com dois gols no segundo tempo, e avançou no certame. De quebra, embolsou R$ 650 mil e agora enfrenta do Botafogo na fase seguinte. O grande destaque alvirrubro na partida foi o meia Jean Carlos, autor de um dos gols.

Desde o início, o Náutico se mostrou superior e controlava as ações do jogo, com transições rápidas da defesa para o ataque e muita movimentação nas laterais. No entanto, por conta da falta de pontaria do atacante Salatiel, os alvirrubros tinham dificuldades para abrir o placar em solo paranaense.

Na marcação, o Timbu também não dava brechas para o Toledo. Com marcação dobrada (6×3) e pressão para roubar a bola, a equipe paranaense era obrigada a se livrar rapidamente da bola e, com isso, desperdiçar chances de atacar.

Náutico marcando pressão e Toledo com dificuldades para armar jogadas

No primeiro tempo, o Timbu foi absoluto, mas não conseguiu abrir a contagem. Sendo assim, o técnico Gilmar Dal Pozzo optou por colocar Paiva no lugar de Salatiel. A substituição fez o Náutico ganhar ainda mais ímpeto ofensivo na segunda etapa e o gol inaugural do placar já parecia questão de tempo.
E, de fato, era. Bryan foi derrubado na grande área e o árbitro, sem titubear, marcou pênalti para o alvirrubro pernambucano. Na cobrança, Jean Carlos foi frio o suficiente para deslocaro goleiro e fazer 1 x 0 a favor do Náutico.

Com a vantagem no placar, o Náutico se soltou ainda mais no jogo. E brilhou a estrela outra vez de Jean Carlos. O camisa 10 alvirrubro fez bela jogada e bateu firme de perna esquerda para uma ótima defesa do goleiro Diego. No rebote, Matheus Carvalho só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes e fazer o segundo gol pernambucano: 2 x 0.

Ainda houve ímpeto para mais uma jogada de ataque do Náutico, que por muito pouco não terminou em gol. Paiva fez grande investida pela direita e tocou na medida para Jean Carlos, que finalizou de primeira, mas o goleiro Diego evitou o pior para os paranaenses.

Náutico em contra-ataque com Paiva e Jean Carlos

Depois da classificação na Copa do Brasil, o Náutico agora foca as atenções na Copa do Nordeste. Sábado (15), o confronto será com o grande rival Sport no Estádio dos Aflitos. Já o Toledo enfrenta o Atlético-PR, pelo Estadual, no dia seguinte.

@holandafelipee