Ano novo, vida nova- ANALISE TÁTICA CORINTHIANS 4X1 BOTAFOGO SP

Por Jhonata Souza


Corinthians e Botafogo entraram em campo na última quinta-feira (23) para se enfrentar na Arena Corinthians pela primeira rodada do Paulistão 2020! O Alvinegro do Parque São Jorge venceu por 4×1 com os gols de Boselli (3x) e Luan, enquanto que Ronald descontou pros visitantes.


CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Gil e Lucas Píton; Richard (Gabriel) e Camacho; Ramiro, Luan (Love) e Janderson (Vital); Boselli. Técnico: Tiago Nunes.


BOTAFOGO-SP: Darley; Caique Sá, Reginaldo, Didi e Gilson; Ferreira e Willian Oliveira; Murilo Oliveira (Edson Júnior), Gustavo Henrique e Rafinha (Jordan); Diego Cardoso (Ronald). Técnico: Wagner Lopes.
PRIMEIRO TEMPO


Os primeiros 20 minutos do jogo foram de uma equipe só. O Corinthians fez uma forte pressão, onde marcava a saída de bola do adversário no campo de ataque e quando perdia a posse conseguia retomar ela pouco tempo depois a fim de impedir que o Botafogo saísse da defesa. Ao todo foram 6 finalizações e 3 grandes chances criadas nesse período, destaque para a bola aérea ofensiva como importante arma.


A jogada do primeiro gol tem a participação de dois destaques da primeira etapa, Píton e Ramiro. O jovem lateral atuou bem aberto na esquerda participando bastante do jogo e subindo com muita qualidade ao ataque, enquanto que o meia fez mais uma boa partida sob o comando de Tiago Nunes se movimentando bastante dando opção de passe na direita, abrindo espaço para as subidas de Fagner e atacando as costas de defesa em profundidade, como no lance do primeiro gol em que após receber lançamento de Píton finaliza pro gol e no rebote Boselli abriu o placar. Depois o Timão baixou a intensidade e sem ser ameaçado pelo Botafogo passou a controlar o jogo com a posse, algo que a torcida não está acostumada.


https://twitter.com/sccpscouts/status/1220727524101181440?s=20


Cada vez fica mais clara a importância dos volantes nas ideias de Tiago Nunes. Eles alternam o posicionamento, seja um deles recuando pra fazer a saída em três ou os dois a frente da zaga, mas sempre estão se movimentando gerando opção de passe e sendo responsáveis por circular a bola e ditar o ritmo do time. Camacho fez uma ótima partida chamando a responsabilidade, com a ausência de Cantillo, e sendo muito ativo na saída e construção das jogadas com os seus bons passes.


https://twitter.com/sccpscouts/status/1220839859784421377?s=20


SEGUNDO TEMPO
O Corinthians voltou à segunda etapa disposto a matar o jogo e fez isso em dez minutos com a expulsão de Reginaldo e o gol de pênalti de Luan que corou um bom jogo do camisa 7, onde se movimentou bastante em campo vindo buscar o jogo atrás com os zagueiros e dando opção de passe pro companheiro. O Timão manteve as características vistas na primeira etapa de ter os laterais dando amplitude, volantes fazendo a saída de bola, pressão ao portador da bola pra recuperar logo, controle do jogo e a busca por fazer mais e mais gols.


O terceiro gol chegou cinco minutos depois numa bela jogada de Janderson e Richard que terminou com a finalização de Boselli. O jovem ponta mostrou os já conhecidos problemas técnicos e na tomada de decisão no primeiro tempo, porém na segunda etapa errou menos e foi mais efetivo com participação em dois gols.

Enquanto que Richard calou os críticos com uma boa atuação onde cumpriu o seu papel de ajudar na construção das jogadas, na circulação da posse e ainda chegou à frente para dar uma assistência, mostrando que vai ser uma peça útil no elenco em 2020.


https://twitter.com/sccpscouts/status/1220828895336976384?s=20


No segundo tempo o Corinthians focou mais o seu jogo no lado direito de ataque, muito por causa da boa partida de Fagner que não teve de ser o principal responsável por fazer a saída, o que lhe deu a liberdade para atuar aberto dando amplitude e profundidade ao ataque, tanto que deu a assistência pro terceiro gol de Boselli na partida. Vital, Gabriel e Love entraram nos lugares de Janderson, Richard e Luan, mudaram-se as características dos jogadores nas posições, mas continuou o ímpeto ofensivo.


Na reta final houve um relaxamento na transição defensiva, o que proporcionou ao Botafogo a chance de ter o contra ataque que resultou no gol de Ronald, a única grande chance da equipe na partida. Por ser uma equipe de Série B se esperava mais do Fogão no jogo. Foi muito passivo na marcação e pouco conseguiu produzir com a posse, uma das maiores decepções nessa primeira rodada do Paulistão.

Ronald atacando o espaço deixado na recomposição lenta da defesa.


CONCLUSÃO
A estreia mostrou que o técnico Wagner Lopes vai ter trabalho, será preciso melhorar caso o Botafogo queira se classificar no seu grupo. Ainda existem pontos a melhorar, mas o bom desempenho dá confiança ao time e empolga os torcedores sobre o que esperar do Corinthians em 2020.


https://twitter.com/Footstats/status/1220537796215164928?s=20


@Jhonny14Souza

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s