Os Reis de Anfield – ANÁLISE TÁTICA DE LIVERPOOL 2×0 MANCHESTER UNITED

Por Daniel Klabunde

WhatsApp Image 2020-01-19 at 18.55.10

O maior clássico inglês, e um dos maiores do mundo, teve tudo para ser um jogo daqueles de ficar grudado na TV. O Manchester United, único time que conseguiu tirar pontos do Liverpool até agora na Premier League 19/20 com um empate em Old Trafford, foi a campo disposto a tirar a invencibilidade dos comandados de Klopp. Por outro lado, o Liverpool queria aumentar ainda mais o seu número de invencibilidade, tanto na Premier League, quanto em Anfield.

Com uma defesa e um meio campo mais reforçado, Solskjaer mandou a campo uma equipe postada inicialmente no 3-4-3, três zagueiros para combater os atacantes dos Reds, e a linha de quatro para tentar impedir as investidas de Robertson e Arnold, como sabemos, possuem muita qualidade nos apoios e efetuando várias assistências.

livuni1

A saída de bola dos Reds era sempre bem marcada por encaixes individuais, por muitas vezes pudemos ver Chamberlain e Wijnaldum se movimentando pelo meio tentando encontrar espaços para receber o passe, mas sem sucesso. Assim a busca pela bola longa se tornou comum no início do primeiro tempo, e até por isso um vantagem dos Reds Devils, tendo maior posse e sendo mais agressivos.

livuni2

Aos quatorze minutos de partida Virgil abre o placar de cabeça em cobrança de escanteio de Arnold, que chega a sua nona assistência na competição. Uma falha de marcação pelo United, que contava com seus 11 jogadores dentro da área. Estratégia dos comandados de Klopp, Firmino faz o bloqueio de Fred e abre espaço para Virgil infiltrar e cabecear sozinho.

livuni3

Com o gol, United começa a sair mais, mas sem mudar a sua proposta de jogo, se manter compactado e tirar os espaços dos meio campistas do Liverpool, tentando diminuir as ações dos atacantes na partida. Mas com os Red Devils saindo mais, abrem-se mais espaços e Firmino começa a aparecer, se movimentando nas entrelinhas e participando das triangulações, e com isso os laterais começam a aparecer mais criando situações pela linha de fundo.

livuni4

O segundo tempo começa avassalador com o Liverpool pressionando muito e com Firmino funcionando muito bem no seu recuo, logo aos dois minutos Salah perde grande chance em jogada que começou com o brasileiro.

Após uma pressão inicial, o United começa a entrar na partida e empurrar os Reds para trás, com o brasileiro Fred sendo o destaque da equipe de Manchester tendo as melhores chances de empatar, além de criar as melhores jogadas de ataque. Mas no Liverpool havia um jogador que se sobressaia no meio campo, Jordan Henderson, o camisa 14 efetuou incríveis 6 desarmes, venceu 8 duelos de 9 pelo chão, 2 duelos de 3 pelo alto e acertou 3 bolas longas de 5 tentativas, foi o protetor da zaga e o principal responsável pelas saídas de bola na transição ofensiva.

livuni5

A jogada derradeira ficou para os acréscimos da partida, com o United atacando muito, Klopp mandou a campo Origi e Fabinho, fortaleceu o meio campo e recuou seu time para o 4-4-2, começando a investir nos contra-ataques com Salah.

livuni6

Em uma recuperação de bola, Alisson avista Salah antes do meio campo, posiciona o corpo dando a envergadura necessária e efetua o lançamento com perfeição para o egípcio, que consegue conduzir e proteger muito bem a bola para finalizar e dar números finais ao placar.

O Liverpool chega a 38 jogos de invencibilidade em Anfiel pela Premier League, o recorde é do Arsenal de Arsene Wenger, com 49 jogos. Um domínio que tende a aumentar e cada vez mais se tornarem os Reis de Anfield.

@dktricolor

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s