Alô, Aguero, minha hora está chegando – ANÁLISE TÁTICA MANCHESTER CITY 2 x 1 EVERTON

Por Ícaro Caldas

WhatsApp Image 2020-01-02 at 12.03.45

No primeiro dia do ano, o City jogou o primeiro jogo de 2020 no restante da temporada pela Premier League. O jogo marcava o reencontro entre Pep Guardiola e Carlo Ancelotti. A vitória veio e a caça ao Leicester, que está um ponto na frente da equipe de Manchester, ainda continua. 

Curiosamente o treinador catalão foi com uma escalação diferente para este o jogo. Acostumado com o 4-3-3, Pep Guardiola escalou sua equipe no 3-4-3. Rodri, que é volante, novamente atuou como zagueiro ao lado de Fernandinho e Eric Garcia. A outra vez que havia ocorrido essa situação foi diante do Crystal Palace em outubro. 

O Everton veio para tentar jogar, porém não conseguia, porque o City sufocava a saída de bola deles e deixava os jogadores com medo de tentar sair jogando por baixo. Enquanto procuravam atacar, os Citizens foram no 3-2-5 e diferente dos outros jogos, a equipe usou bastante troca de posições entre os jogadores, mas o que mais chamou atenção foi que neste jogo, eles não tiveram os laterais atuando por dentro como de costume. Óbvio que em alguns pouquíssimos momentos isso ocorreu, mas na maioria das vezes, Cancelo e Mendy estavam por fora para poder atacar o corredor. 

Como já era esperado a equipe mandante abriu o placar aos 12 minutos com uma bela troca de passes e movimentação, mas o gol foi anulado porque o Mahrez estava impedido. O bom é que a ideia estava lá e foi executada corretamente.  Mahrez aberto e o Cancelo por dentro, isso ocorreu devido à movimentação de ambos os jogadores que entenderam o que precisava ser feito. Eles inverteram a posição, mas a jogada foi a mesma. Um aberto e o outro entre linhas pronto para receber na linha de fundo e cruzar. 

WhatsApp Image 2020-01-02 at 10.45.42 (1)

A segunda etapa basicamente repetiu o que ocorreu na primeira, com a pouca diferença de que saíram os gols da partida. Logo aos 5 minutos de jogo, Gabriel Jesus marcou o primeiro gol dos Citizens no ano após um belo passe de Gundogan, que achou o Jesus com o corpo já posicionado para receber o passe e ir em direção ao gol. 

WhatsApp Image 2020-01-02 at 10.45.41

O segundo gol ocorreu com toda a participação do trio de ataque. Foden, Mahrez e Jesus ampliaram o placar após uma troca de passes dos dois primeiros e com o Jesus executando a jogada e marcando de perna esquerda. 

Entretanto a mudança no esquema gerou também uma mudança no comportamento da equipe sem a bola. Nos jogos anteriores o City vinha se defendendo no 4-4-2 e no jogo de ontem, a equipe se defendeu no 5-3-2 com Mendy e Cancelo nas alas e o trio de defesa completando  a linha defensiva. Mahrez, Kevin e Gundogan fechavam na linha de 3 e Jesus-Foden à frente dos demais. 

WhatsApp Image 2020-01-02 at 10.45.42

Por fim vale ressaltar o bom desempenho da equipe, as variedades táticas e as boas apresentações de Cancelo e Eric Garcia no sistema defensivo. Agora é focar no jogo de sábado diante do Port Vale e dar um passo a mais na Copa da Inglaterra. 

@icaroanalises

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s