Qualidade que decide – ANÁLISE TÁTICA DE GRÊMIO 2 x 0 INTERNACIONAL

Por Maurício Wiklicky

WhatsApp Image 2019-11-04 at 17.04.36

A evolução do futebol nos traz novas metodologias de estudo, novas complexidades, a busca do conhecimento, itens fundamentais para qualquer jogador ou time. A capacidade de ocupação de espaços, intensidade, velocidade, capacidade de reação são amplamente monitorados e estudados pela comissão técnica, passando por área médica, fisiológica, de analise de desempenho que se conversam para obterem os melhores resultados possíveis. Porém, as vezes nos esquecemos do que faz a diferença no futebol de ontem, de hoje e do amanhã, a QUALIDADE. Ela que fará diferença em um mundo cujas informações estão para todos, onde o acesso e troca dessas informações são constantes. Times cada vez mais físicos, jogadores cada vez mais bem preparados, técnicas de condicionamento mais compartilhadas fazem times mais parecidos, mas a qualidade é unica, é inata, é um dom. Há uma discussão do por que temos menos qualidade, mas isso é um assunto para outro texto, com uma grande complexidade sócio-econômica.

Ajude a melhorar nossas análises táticas! Contribua com o MW Futebol e ajude a manter o acesso gratuito aos nossos textos.

R$10,00

No Grenal 422 vimos essa diferença. De um lado o Grêmio vindo de dois jogos de recuperação após a derrota para um Flamengo que tem muito mais QUALIDADE. De outro o Internacional, tentando se recuperar após a derrota na Copa do Brasil e a troca de técnico. O que vimos foi uma imensa superioridade em termos táticos e técnicos do Grêmio, uma qualidade demonstrada nos nomes de Maicon e Matheus Henrique na saída de bola (ambos combinados participaram de mais de 230 passes de todo time do Grêmio), os vértices da equipe. São eles que como volantes construtores (construtor = qualidade) que ditam o ritmo do time. Desde 2016 é assim, o jogo do Grêmio passa pela qualidade dos seus meio campistas, quando são bem marcados, há dificuldades. Matheus Henrique foi o dono do meio campo, em um jogo que lembrou muito Arthur, aparecendo nos espaços, evoluindo, dando ritmo e cadência, alternando o jogo, sempre sendo apoio para os companheiros (foi o que mais recebeu passes). A maturidade, a intensidade e principalmente a qualidade de Matheus Henrique fica evidente, ainda mais ao lado da qualidade e experiência de Maicon, que apesar de não ser tão intenso, consegue ainda compensar pelos outros fatores.

dados completos MH

Dados de Matheus Henrique, escolhido em pesquisa feita no meu Twitter, como o melhor em campo.

Além deles, um meio campo formado de por quatro jogadores da posição de atacantes, porém com a função de extremas ou armadores (lembrando a diferença entre posição x função que escrevemos nesse texto). Everton teve oito finalizações, Alisson contribuiu muito com sua intensidade (lembre-se que não estou falando que a intensidade não é necessária, ela hoje é básica), e Luciano e Tardelli alternando, as vezes ambos nos ataque, as vezes um pelo centro, outro pelo lado. Vale o destaque para Tardelli, que talvez tenha feito a melhor partida pelo Grêmio, buscando a bola na base da jogadas, infiltrando, driblando…

ações alisson

Acima todas ações de Alisson no jogo, abaixo a participação de Tardelli x ações totais do time. Dados Instat.

evolução acçoes tardelli

No Grenal 422 o Grêmio teve o que mais queria, espaço. Mesmo com três jogadores supostamente táticos, com maior intensidade escalados pelo técnico Zé Ricardo, o Internacional não conseguiu se encontrar. Taticamente um time espaçado, com linhas de marcação baixas, mas não alinhadas, deixando espaço para construção tricolor. A ideia do treinador colorado era de preencher o meio campo, espelhado com o Grêmio, fazendo marcação forte, e saída de contra ataque pelas laterais. O problema esteve primeiramente em recuperar a bola do Grêmio e a falta de qualidade individual para dar continuidade às jogadas. Tecnicamente deficitários, sem criação, sem QUALIDADE. Os três somados tiveram uma participação (intensidade + qualidade) menor que Alisson, MH, Maicon…

parede

Dados de Guilherme Parede. Fonte: Instat

neilton

Dados de Neilton. Fonte Instat

wellint s

Dados Wellington Silva. Fonte: Instat

A esperança colorada ficava nos pés de Guerrero. Porém o centroavante estava sozinho, tendo que lutar (intensidade) com Geromel e Kannemann. Sabemos que Guerrero tem qualidade, demonstrada ao longo da sua carreira, porém o jogo proposto pelo Inter era de intensidade, o que talvez falte para o peruano. Os números, mais uma vez, demonstram como Guerrero foi inoperante, em 19 disputas contra os zagueiros gremistas, consegui vencer apenas 4, nenhuma na grande área.

Na esquerda todos os duelos de Geromel, e na direita os de Kannemann.

O exemplo claro dessa falta de organização colorada, e o domínio tricolor, foi o lance do segundo gol. Muitos podem falar que o Inter já estava com um jogador a menos, mas vejam a quantidade de jogadores colorados na jogada, bem como as opções de passe e liberdade de Tardelli para iniciar a jogada, depois de Pepê para dar assistência para Rômulo, e notem de onde jogador gremistas saiu para finalizar. Organização, intensidade e qualidade.

gol 1

A falta de organização colorada no segundo gol em dois frames. Foto e edição: Maurício Wiklicky

lance gol 2

Com esquema táticos distintos em termos de atitude, e com qualidade inigualável, o resultado na poderia ser outro, um 2 x 0, que poderia ser muito mais, haja visto as 21 finalizações gremistas (10 em gol) e apenas 5 coloradas (nenhuma em gol)

chutes no gol

O futebol é lindo pela sua QUALIDADE (não se confunda com plástica), e mais do que nunca, quem a tiver, vencerá.

@mwgremio

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s