Um Furacão agressivo – ANÁLISE TÁTICA DE INTERNACIONAL 1 x 1 ATHLETICO

Por André Ribas

No reencontro dos finalistas da Copa do Brasil de 2019, o Athletico, com um trabalho melhor definido. apresentou ideias melhores e foi superior ao Internacional. No placar,  as equipes ficaram em igualdade. 1 a 1. Aqui, no MW, vamos destacar algumas das características do time paranaense.

Com uma marcação alta e uma postura agressiva, o Furacão teve um melhor desempenho no primeiro tempo. No segundo, em um confronto mais físico, o Colorado equilibrou o duelo.

Dentro de campo, o time rubro-negro apresentou uma ideia melhor definida: ataques verticais, extremos infiltrando e muita velocidade em suas chegadas. Com uma marcação pressão bem ajustada, o Athletico conseguiu dificultar a construção do Inter e roubar algumas bolas no seu campo de ataque, facilitando suas transições ofensivas.

Mas, também, no gol de Rodrigo Lindoso, a equipe da casa conseguiu superar esses encaixes e, com um passe-chave de Guerrero, desmontou o sistema defensivo do Furacão. Guilherme Parede teve um papel importante na jogada. Mesmo de costas e sofrendo a falta, o atacante fez o giro e seguiu o lance, que terminou no gol do Inter.

De interessante, um Athletico mais encaixado na saída de bola do adversário, sem dar jogo ao Inter. Com a bola, a busca por um jogo vertical, principalmente pelo lado esquerdo (Bruno, Adriano e Rony), só faltando um maior capricho no passe final.

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s