O dissabor de um empate – ANÁLISE TÁTICA WEST HAM 1×1 SHEFFIELD

Por Felipe Holanda

WhatsApp Image 2019-10-27 at 18.08.02

O West Ham segue sem vencer na PremierLeague. Desta vez, os Hammers ficaram no empate em 1 x 1 com o Sheffield, neste sábado (26), em Londres, e chegaram ao quinto jogo consecutivo sem somar os três pontos. Snodgrass marcou para os donos da casa e Mousset anotou o gol dos visitantes.

 

Ajude a melhorar nossas análises táticas! Contribua com o MW Futebol e ajude a manter o acesso gratuito aos nossos textos.

R$10,00

O empate saiu com sabor de derrota porque foi o West Ham o melhor em campo durante boa parte do jogo. Principalmente nas investidas pelas “beiradas” do campo, com a famigerada amplitude. Felipe Anderson, Snodgrass e Yarmolenko, revezando os lados, infernizaram a defensiva do Sheffield.

Do outro lado, o Sheffield, mesmo com menos posse de bola, era quem tomava a iniciativa de ataque. Podia, inclusive, ter aberto o placar com McGoldddrick. Roberto fez grande defesa e evitou o gol que abriria o placar no Estádio Olímpico.

Marcando no 4-4-2 com a última linha de quatro – em fuga ao 3-5-2 padrão – os Blades conseguiram segurar os Hammers . Com isso, o West Ham era forçado a tentar o lançamento na área e praticamente rifar a bola.

WhatsApp Image 2019-10-27 at 13.24.51Sheffield no 4-4-2 com primeira linha de quatro.

Quando o relógio já marcava os últimos minutos do primeiro tempo, o West Ham encontrou uma forma de agredir o Sheffield: os contra-ataques. Numa dessas investidas, Yarmolenko tocou para Snodgrass, livre, bater na saída do goleiro Henderson e fazer 1 x 0 para os donos da casa.

WhatsApp Image 2019-10-27 at 13.25.00

Na etapa final, o West Ham voltou disposto a garantir a vitória. Boas chances apareceram e quase o segundo gol saiu. Numa dessas oportunidades, Felipe Anderson recebeu passe açucarado de Yarmoleno, saiu na cara do gol, mas bateu em cima do goleiro

Em busca do segundo gol, os Hammers encontraram sua maneira de jogar: atuando no 4-1-4-1, com duas linhas de quatro. Desta forma, o time treinado por Manuel Pellegrini fechava os espaços para o adversário e tinha velocidade suficiente para sair em contragolpe, novamente utilizando as laterais.

WhatsApp Image 2019-10-27 at 13.25.09

Mas veio o balde de água fria para o West Ham. O Sheffield conseguiu chegar ao empate com o recém-entrado Mousset. O francês aproveitou cruzamento da direita e deslocou Roberto para deixar tudo igual no placar: 1 x 1.

@holandafelipee

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s