Mais líder do que nunca – ANÁLISE TÁTICA FLAMENGO 2×0 FLUMINENSE

Por Jorge Coutinho e Rodrygo Nascimento

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.40

O clássico mais charmoso do Brasil, Flamengo x Fluminense, aconteceu neste domingo (20/10), às 18h, no Maracanã, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019. O líder Flamengo segue difícil de ser batido, mais uma atuação de gala dos comandados de Jorge Jesus, vitória e permanência na liderança, agora com 10 pontos de vantagem para o 2ª colocado Palmeiras. Já o tricolor das Laranjeiras teve uma atuação com muitos erros coletivos e atuações individuais abaixo da expectativa, e permanece com 29 pontos e na briga para fugir da zona do rebaixamento.

JJ levou à campo o que tem de melhor, mesmo com a semifinal contra o Grêmio na próxima quarta-feira. Piris na vaga de Arão e o retorno de Filipe Luís eram as novidades, Rodnei e Vitinho foram mantidos na equipe. Sua disposição inicial era no 4-4-2 utilizando bem a movimentação dos homens mais ofensivos no último terço e variando o esquema de acordo com as fases do jogo.

Assim como na última partida contra o CAP, o treinador Marcão seguiu sem ter Digão a disposição, e novamente foi a campo com zagueiro Frazan. Muito vaiado por parte da torcida, a jovem promessa de Xerém, João Pedro, perdeu a vaga no time titular, entrando em seu lugar Wellington Nem, tornando o time “mais cascudo” na opinião do treinador.  A formação inicial era o 4-4-2, com suas variações no momento ofensivo e defensivo.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.27.48Imagem: Buildlineup: Formação inicial Flamengo.
WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.27.54Imagem: Formação inicial Fluminense.

O Flamengo se comportou sempre em bloco alto, procurando fazer uma marcação por setor, forçando os jogadores do Flu a rifarem a bola, para assim recuperá-la no 2ª terço. O comportamento médio dos jogadores deixa isto bem claro. Não é somente marcar em bloco alto o adversário, vai além disso, precisa ser intenso quando não tem a bola, fechando as linhas de passe do portador da bola, sem descompactar as linhas. O objetivo é claro: se recuperar ainda no campo de ataque são menos toques para finalizar e menos distância para chegar ao gol adversário.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.01Imagem: SofaScore.

Na teoria Marcão planejou que o Fluminense se comportasse da seguinte forma no momento defensivo: Yony faria o corredor pela esquerda para conter os avanços de Rodnei, e W. Nem faria o mesmo pelo lado oposto (F. Luís). Estes dois formariam uma linha de 4 junto com Allan e Danielzinho. Nenê e Ganso seriam os responsáveis pela pressão no início da construção defesa-ataque do adversário.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.06Imagem Buildlineup: Conceito do momento defensivo Fluminense.

Entretanto, na prática, o que se viu no decorrer do jogo, foi um time acuado, desarrumado, espaçado, com linhas quebradas e sem pressão ao portador da bola. Erros defensivos fatais contra um oponente de qualidade técnica, e mentalmente e fisicamente superior ao Fluminense. O frame e o vídeo abaixo destacam alguns desses momentos de falhas defensivas.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.12Imagem: Inferioridade numérica do sistema defensivo do Fluminense dentro da Zona de Finalização do adversário.

Os primeiros vinte minutos foram avassaladores. Com movimentos coordenados e intensidade imposta pelos jogadores do Flamengo, o sistema defensivo Tricolor ficou acuado e perdido, viu sua zaga ser vazada logo aos 4 min com Bruno Henrique de cabeça após belo cruzamento de Rodnei. Após o gol marcado, o volume de jogo Rubro Negro só aumentou, como já é de costume. Na organização ofensiva, mesmo sem ter William Arão, Piris conseguiu suprir a ausência inicial do camisa 5. O paraguaio se juntava à linha de zagueiros, dando sustentação a saída de bola e balanço defensivo, Filipe Luís e Rodinei em amplitude. Gerson, o Coringa, iniciava as jogadas e conectava com seus passes verticais os atacantes do Flamengo, essa função do camisa 8 tem sido fundamental nas construções ofensivas da equipe.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.16Imagem: InStat.

Bruno Henrique ao lado de Gabigol dava profundidade, igualava numericamente ficando no 1×1, com isto, em muitos momentos levou vantagem em relação a dupla de zaga do Flu. Everton saindo da ponta para dentro deixava o corredor direito livre para Rodnei avançar. Vitinho se aproximava de Filipe Luís pelo corredor esquerdo. Todo esse repertório, aliado ao fato da descompactação e espaçamento na fase defensiva do Fluminense, dava ainda mais liberdade ao ataque Rubro Negro para poder controlar o jogo através da posse e movimentação.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.21Imagem: InStat.

No momento ofensivo, o Fluminense iniciava a construção com Allan e Daniel vindo de trás, Ganso mais avançado e de costas era o responsável por distribuir as jogadas. Cada um em seu corredor, Nem e Yony buscavam da beirada do campo para dentro, com os laterais passando por fora. Nenê buscava flutuar e encontrar espaços nas entre linhas do sistema defensivo do Flamengo.

Individualmente Nenê e Ganso estiveram num dia ruim, e a cada jogo que passa o torcedor vai sentindo que os dois não podem atuar juntos. Com papel ofensivo de construir e carimbar as bolas para os atacantes, tiveram pouca produtividade e efetividade, e não incomodaram a defesa Rubro-Negra.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.26Imagem: Quantidade de passes e eficiência por jogador, observar o baixo número do Ganso e Nenê.

A equipe do Flamengo quando perdia a bola a transição defensiva era precisa, por atacar com 5 ou 6 jogadores conseguia recuperá-la rapidamente e a equipe dificilmente ficava descompacta. A pressão pós perda sempre era feito com êxito, quando recuperava a bola quase sempre criava oportunidades claras de gol. Recuperando a bola ainda no 2ª terço do campo, com poucos toques para chegar à meta de Muriel. A cobertura territorial que Piris oferecia era necessária para houvesse equilíbrio defensivo no momento sem bola, sem deixar que houvesse progressão dos meias do Flu, o camisa 25 teve boa atuação, apesar do cartão amarelo sofrido no 1ª tempo.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.32Imagem: InStat.
WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.36Números de Robert Piris. Imagem: SofaScore.

A organização defensiva da equipe Rubro Negra começava ainda no campo de ataque, marcando pressão na saída de bola do adversário. Como já foi dito no início do texto, os jogadores da equipe de JJ usam a intensidade sem bola para começar a criar as chances de gol. Marcando com 5 jogadores no campo de defesa, o adversário tem pouco espaço para fazer uma saída de bola com passe mais curto, então recorria ao chutão, quando chutava a linha de defesa estava atenta, antecipava aos jogadores tricolores. Caso a equipe adversária conseguisse sair da pressão e a linha de defesa não antecipasse, rapidamente era feita a recomposição, conforme o adversário progredia, a linha baixava até formar um 4-4-2 bem compacto, fechando o corredor central protegendo o funil e dobrando a marcação no corredor lateral.

WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.41Imagem: InStat.
WhatsApp Image 2019-10-22 at 09.28.46Imagem: InStat.

No 2ª tempo, o Flamengo seguiu marcando pressão na saída de bola do Flu. Pressionou até conseguir ampliar o marcador. Dessa vez a jogada do 2° gol, começou após uma transição defensiva, trabalhou a bola até chegar à Diego Alves, o goleiro lançou Bruno Henrique desviou de cabeça e estampou algo claro que já vinha durante o jogo, a descompactação da equipe Tricolor. Mano a mano entre a zaga e 2 jogadores do Flamengo (Gabigol e Reinier), a lentidão para recompor proporcionou a chegada de Gerson que recebeu do camisa 19, tirou a marcação e ampliou o placar. Festa da torcida rubro-negra no Maracanã.

Ajude a melhorar nossas análises táticas! Contribua com o MW Futebol e ajude a manter o acesso gratuito aos nossos textos.

R$10,00

Marcão ainda tentou tirar algum coelho da cartola colocando Lucão, João Pedro e Yuri, mas sua equipe seguiu não tendo qualidade e padrão ofensivo para ameaçar o adversário.

Na próxima rodada o Fluminense irá enfrentar a Chapecoense no sábado, já o Flamengo recebe o CSA, os 2 jogos ocorrem no Maracanã.

@viera_rodrygo e @JorginhoFFC

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s