Segue o líder, segue o Flamengo! – ANÁLISE TÁTICA ATHLETICO 0x2 FLAMENGO

Por Rodrygo Nascimento

Em mais uma atuação de almanaque a equipe de Jorge Jesus bateu o Athletico-PR em plena Arena da Baixada. Um jogo em que mostra bem qual é a tendencia a ser seguida pelas equipes brasileiras: pressão ao portador da bola, passes verticais e intensidade no momento sem bola, e quando a recuperar, buscar finalizar o mais rápido possível. Bastante desfalcado, Jesus entrou em campo com um desenho inicial em 4-2-3-1 sempre tendo suas variantes nos momentos com e e sem bola, este inclusive, foi o fato preponderante para conseguir ser superior nos primeiros minutos.

WhatsApp Image 2019-10-15 at 08.46.45WhatsApp Image 2019-10-15 at 08.47.41

O Flamengo buscava encaixar a marcação nos corredores centrais, induzindo os jogadores do Furacão a centralizar as jogadas e quando isto acontecia, automaticamente dobrava a marcação ao portador da bola no corredor central. Isso surtiu efeito aos 8 min quando conseguiu sua primeira finalização após a recuperação de bola de William Arão.

Com o passar dos minutos o Athletico conseguiu equilibrar as ações e quebrava a primeira linha de marcação feita pela equipe Rubro Negra, isso aconteceu aos 16 min, com Thony Anderson que deu um chute cruzado e forçou Diego Alves a fazer boa defesa. Outro fato que chamou a atenção era a marcação dobrada em cima de Gerson, que recebia a bola sempre com dois jogadores em cima e isso dificultava para conseguir conectar os passes verticais para os atacantes.

O sistema defensivo do Flamengo foi praticamente perfeito durante toda a primeira etapa, quando a defesa não segurava Diego Alves estava la para defender a meta, como aos 29 min após a cabeçada de Thiago Heleno, a defesa Rubro Negra sofreu apenas 4 gols nos últimos 9 jogos. A sua organização defensiva tinha o desenho em 4-4-2, com duas linhas 4 e 2 jogadores mais soltos à frente. O encaixe na marcação em bloco médio/alto forçava os jogadores do Furacão a buscar uma bola mais longa para explorar a velocidade dos extremos e a movimentação de Marcelo Cirino que atuou na referencia. Além disso, nos corredores laterais do primeiro terço, era feita a dobra na marcação em cima do portador da bola, evitando assim a inferioridade numérica, com a aproximação de mais um jogador formava-se, por alguns momentos, triângulos no setor da bola.

WhatsApp Image 2019-10-15 at 08.47.46

A organização ofensiva do Flamengo se manteve a mesma das últimas partidas. Arão recuando até a linha dos zagueiros para iniciar as jogadas, Gerson se aproximando para qualificar a saída e quebrar a primeira linha de marcação adversária com passes verticais. Laterais trabalhando por dentro e acionando os extremos no corredores acelerando as jogadas, tendo movimentação dos atacantes no último terço. As jogadas pelos corredores laterais eram as principais vias para atacar o Athletico, mas o primeiro gol saiu em função de algo que a equipe já fazia desde o início do jogo, a pressão na saída de bola. Léo passou para Wellington que tentou driblar, Bruno Henrique roubou a bola e marcou o primeiro dele no jogo.

WhatsApp Image 2019-10-15 at 08.47.52

O segundo tempo teve o Athletico-PR com mais volume, porém, sem criar tantos perigos para a zaga do Flamengo, a chance mais clara do Furacão foi após a saída errada de William Arão, Thony Anderson chutou e Diego Alves fez uma grande defesa. Fora este lance, a zaga se comportou bem e conseguiu controlar bem as ações do adversário. Além disso, criou oportunidades para ampliar o placar e ampliou novamente com Bruno Henrique, após belo passe do Rene. Com as saídas de Rafinha, Rodolpho e Lucas Silva e entradas de João Lucas, Thuller e Piris da Mota, houve uma mudança no esquema da equipe, ela passou a atuar em 4-1-4-1. Assis aproveitando o poder de marcação do paraguaio (Piris) que tem boa cobertura territorial nas entrelinhas. Com Gerson e Arão atuando por dentro Bruno Henrique tinha apoio para pressionar a saída de bola do Furacão. Vitinho e Everton Ribeiro pelos lados do campo tiveram papel fundamental sem bola, dando apoio à Rene e João Lucas, já que o Athletico forçava as jogadas pelo setor.

Ajude a melhorar nossas análises táticas! Contribua com o MW Futebol e ajude a manter o acesso gratuito aos nossos textos.

R$10,00

No contexto geral, O Flamengo mereceu a vitória, se manteve seguro na defesa e eficaz no ataque, mesmo sem o brilho dos últimos jogos, muito por conta dos desfalques. A vitória se torna mais acentuada pelo longo tabu que foi quebrado de 45 anos sem vitória do time carioca na Arena, em Campeonato Brasileiro. O trabalho de Jesus é espetacular e a tendencia é que o título vá para a Gávea. É o melhor ataque, uma das melhores defesas e equipe que mais venceu. Segue o líder, segue o Flamengo!

@vieira_rodrygo

Anúncios

Um comentário sobre “Segue o líder, segue o Flamengo! – ANÁLISE TÁTICA ATHLETICO 0x2 FLAMENGO

  1. Algumas correções:
    – O chute cruzado no 1T foi do Rony.
    – Parece uma análise voltada somente ao jogo do Flamengo.
    – O Athletico teve mais finalizações, mais posse de bola, mais escanteios, maior numero de passes certos, o Flamengo fez praticamente o dobro de faltas, e o goleiro do Flamengo realizou 5 defesas, contra uma somente do goleiro do Athletico, o que mostra somente um Flamengo mais eficiente neste critério, mas o volume de jogo do CAP foi maior.
    – Somente o fato do CAP ter mais finalizações já demonstra que a defesa do Flamengo não foi essa perfeição e segurança toda como vc descreveu.
    – O que decidiu o jogo foi um erro absurdo do goleiro (reserva) do Furacão (Wellington não tentou driblar, como vc descreveu).

    Minha opinião.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s