Alegria das Crianças – ANÁLISE TÁTICA DE VASCO 1×0 FORTALEZA

Por Ricardo leite

WhatsApp Image 2019-10-14 at 17.51.50

Após empatar sem gols diante do Avaí na Ressacada, o Vasco recebia o Fortaleza em São Januário sem a mesma empolgação das últimas partidas em casa, visto que não alcançou a vitória nos últimos 03 confrontos em São Januário.

Dependemos de você para continuar nosso trabalho! Se gosta, contribua para a manutenção do MW Futebol!

R$50,00

No final de semana que marcava o Dia das Crianças, o Vasco foi a campo diferente do “padrão Luxa”. E não apenas mudanças de peças, como Raul que foi poupado pelo treinador. E sim uma mudança de esquema e até algumas características. Com 4 atacantes de ofício, e a presença de Henrique e Andrey na equipe, a escalação inicial deixou algumas dúvidas na cabeça de torcedores e jornalistas, e talvez até de Rogério Ceni. 4 atacantes, não significam necessariamente que todos eles jogariam nas suas funções principais. E foi isso que aconteceu. Talles na esquerda, Rossi pela direita, Marrony flutuando por dentro atrás de Ribamar que era o centroavante. Na esquerda, Luxa justificou a escalação do Henrique: Mais consistência defensiva. O treinador estava preocupado com o incisivo Edinho que vestia a 7 do Fortaleza.

O treinador então mandou a campo uma formação no 4-2-3-1. Os maiores responsáveis pela criação por dentro foram Andrey, volante com maior liberdade e Marrony. Diferentemente da partida diante do Galo, Marrony entendeu bem a função e demonstrou excelente mobilidade. Flutuou por dentro, veio pela esquerda, quando o Vasco progredia, encostava no Ribamar e dava profundidade. O Vasco teve a posse e o controle, mas teve muita dificuldade de criar grandes chances na primeira etapa. Isso porque o Fortaleza era consistente defensivamente e também (muito) porque apesar de toda movimentação e até triangulações (principalmente pela direita, onde Andrey, Pikachu e Rossi dialogavam bem), a execução final das jogadas em sua maioria eram com cruzamentos pra área. Na esquerda, Talles como sempre chamava a responsabilidade e conseguiu executar algumas jogadas de efeito, e participar de bons lances, seja por dentro ou aberto. Marrony por vezes encostava e até trocava de posição com o garoto. Os zagueiros levaram a melhor nos duelos e o Vasco não conseguia imprimir o volume desejado.

WhatsApp Image 2019-10-14 at 19.41.34

Sem a bola o Vasco foi intenso. Teve dificuldade em alguns lances isolados de transição do Fortaleza, mas em geral, encaixava bem nos defensores do tricolor e conseguiu forçar o Fortaleza ao erro, ou a se desfazer da posse buscando ligações diretas. Uma marcação que vem sendo cada vez mais alta, e os jogadores tem conseguido manter essa intensidade alta por boa parte dos jogos. Com a defesa postada, o cruzmaltino variou sua forma de marcar durante o jogo. Foi possível ver pelo menos 03 “disposições” diferentes: o 4-4-1-1 (com Marrony atrás de Ribamar), o 4-4-2 (com ambos juntos à frente) e o mais utilizado 4-1-4-1. De toda forma, o Vasco conseguiu equilíbrio e teve ótima atuação defensiva. Richard, Henrique, e os zagueiros foram bons destaques neste aspecto.

WhatsApp Image 2019-10-14 at 19.41.40

Para o 2T, ainda no intervalo, Luxemburgo optou pelas entradas de Felipe Bastos (Andrey) e Felipe Ferreira (Ribamar). Com isso, empurrou Marrony para referência e manteve o esquema: Bastos como volante com mais liberdade e muita participação no momento de construção e Felipe Ferreira flutuando por trás do centroavante e encostando no ataque. O que mudou? Apenas características. Felipe Ferreira jogou na mesma faixa, e com a mesma mobilidade, seja pra área criativa, ou pra área de definição ao lado do Marrony, porém em comparação ao atacante, o também jovem, oriundo do CRB, tem mais atributos de criação. Mais acostumado a jogar por dentro, a ver e buscar passes para infiltrações e a conduzir a bola para criar contra ataques. Em contra partida não é tão veloz quanto Marrony, nem tem tanto poder de infiltração no espaço vazio.

Fato é que por características, por intensidade e até pelo aumento da qualidade técnica (Felipe Ferreira x Ribamar), o Vasco conseguiu aumentar o volume, a quantidade de finalização e empurrou o Fortaleza pra trás. Aumentou seu leque de opções ofensivas, mas ainda assim apostava em sua maioria para cruzamentos na área, o que acabava facilitando a defesa do Fortaleza. Ainda assim, criou boas chances acertou a trave em duas oportunidades, e o gol parecia encaminhado. Mas para testar o coração do torcedor, o gol viria de pênalti. Após escanteio cobrado, o árbitro viu empurrão em Castán. E na cabeça do torcedor só passavam os últimos pênaltis perdidos, as trocas de batedores e a estatística que prova que o Vasco é o clube que mais perde penalidades no campeonato.

Mas para alegria das crianças (e adultos), Pikachu, com nome de personagem de desenho infantil, fez a alegria no Dia da Crianças e deu a vitória ao Gigante da Colina, e o retorno da sensação de triunfar em São Januário. Ainda teve tempo de um outro “Moleque” brincar. E dessa vez em campo. Talles Magno protagonizou lance artístico e que ainda gerou a expulsão do lateral do Fortaleza. Encurralado na lateral, o menino passou o pé em cima da bola e improvisou uma linda lambreta, para levar ao delírio o torcedor.

Agora na quarta, Vasco enfrenta o Botafogo, em clássico novamente em São Januário. E mais uma oportunidade de se distanciar da parte de baixo da tabela e trabalhar com mais tranquilidade. Não terá Talles Magno que irá servir a seleção, porém “ganhou” a opção do Felipe Ferreira que entrou bem e ganhou jogadores como Andrey e Bastos que tiveram boa atuação e podem ser opções pro meio campo. Raul, descansado deve retornar ao time titular. Agora é aguardar e ver qual será a formação e as estratégias do Vasco para o jogo contra o Botafogo e para sequencia do campeonato sem seu principal jogador.

@analisevasco

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s