Scout Sudaca #3 – Lucas Robertone

Por Henrique Mathias, João Victor Cardoso e Rafael Maciel

WhatsApp Image 2019-10-04 at 00.26.01

Lucas Robertone de 22 anos é um dos projetos de meio-campistas mais promissores que a Argentina produziu nos últimos tempos. Aliando a polivalência e a intensidade que o futeboldos dias atuais pede com a qualidade, impetuosidade e força nos toques que são típicas do futebol argentino. O meia tem se destacado sob o comando de Gabriel Heinze, sendo um terceiro homem de meio e funcionando como um dos articuladores dos ataques da equipe. Partindo das costas dos volantes adversários sabe buscar bem os espaços para recepcionar e verticalizar as jogadas, seja com lançamentos, seja com progressões e dribles com a bola colada no pé.

Dentro da ideia de Heinze, a função de Robertone é, principalmente, conectar os atacantes para que a bola consiga flutuar de setor em setor. Dessa forma, participa ativamente das construções ofensivas, tentando ativar os pontas e já partir para dentro da área para receber um futuro cruzamento. Além disso, conta com uma visão de jogo acima da média (tem uma média de 2,5 passes para finalização por jogo) e muita técnica para finalizar de média distância (vale destacar que é um exímio batedor de faltas). Ademais, também possui peso nos momentos de subir a linha defensiva e pressionar a saída de bola do adversário, contando com uma boa leitura das jogadas para se posicionar da melhor forma e cortar os passes rivais. Tem assumido tanto protagonismo no Vélez Sarsfield que já é uma presença constante nas listas da seleção olímpica argentina e deve estar em Tóquio ano que vem representando a albiceleste. Porém, isso não signifique que tenha surgido somente agora, pelo contrário: atua pelo Vélez desde 2016, tendo disputado 41 jogos, marcado 10 gols e dado 4 assistências na Superliga argentina (números que englobam as temporadas 16/17, 17/18 e 18/19). Na temporada atual, continua com bons números, como mostra a planilha a seguir:

WhatsApp Image 2019-10-04 at 00.26.07

Números do meia argentino até o momento no campeonato argentino. Planilha feita por Rafael Maciel.

Dadas essas características, é possível traçar perfis de organizações ofensivas em que se encaixe melhor, utilizando exemplos práticos dos clubes brasileiros (obviamente não listamos todas equipes em que o jogador poderia se encaixar, somente 3 para elucidar melhor o modo que o meia gosta de atuar):

Santos – Com seu conterrâneo, Sampaoli poderia lapidar ainda mais a sua capacidade de ligar setores de ataque. Partindo da entrelinha seria uma arma tremenda para agilizar e dar velocidade aos ataques.

Athletico – Na equipe de Tiago Nunes conseguiria agregar com sua qualidade nos passes de ruptura e sua consciência tática com e sem a bola. Encostando nos atacantes, caindo na base da jogada e aparecendo em zonas de criação, um “faz tudo” no meio-de-campo.

Internacional – No Inter de Odair Hellman poderia ser uma alternativa com mais qualidade associativa para trabalhar na organização dos ataques. No tripé de meio, seria o mais avançado, estabelecendo interessantes relações com os atacantes colorados.

Ajude a melhorar nossas análises táticas! Contribua com o MW Futebol e ajude a manter o acesso gratuito aos nossos textos.

R$10,00

Somente para efeito de comparação e de melhor entendimento da análise, buscamos alguns jogadores com perfil de jogo semelhante a Robertone:

Carlos Sánchez (Santos)

Léo Cittadini (Athletico)

Edenílson (Internacional)

Três meias que possuem elevada polidez nos gestos técnicos, esperteza para explorar os atalhos que o adversário concede e funcionam como grandes geradores de ataque nas equipes que atuam, sem falar na qualidade nos arremates de média distância.

Lucas Robertone logo deve despertar maiores interesses de gigantes europeus, principalmente pela inteligência para compreender o sistema proposto pelo treinador. Desse modo, os clubes brasileiros precisam se atentar ao desempenho do meia, pois sua ida para a Europa pode ficar inevitável ao fim da temporada argentina.

Por fim, produzimos uma vídeo-análise para resumir esse texto sobre o argentino. Curta, compartilhe e inscreva-se no canal do Youtube do MW Futebol.

@jvcardoso05, @rafaellomaciel e @RiqueMathias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s