O duelo do melhor futebol brasileiro de 2019 – PRÉ JOGO GRÊMIO x FLAMENGO

Por Daniel Klabunde, Ícaro Caldas, Kaleb SchuckMaurício Wiklicky

page

Nervos a flor da pele, dias, horas, minutos, segundos que demoram uma eternidade para passar e o pontapé inicial da semifinal de Copa Libertadores da América não é dado. De um lado Grêmio de Renato Portaluppi em sua terceira semifinal consecutiva, o Rei de Copas, do outro o Mengão de Jorge Jesus, que caminha em passos largos na ponta da tabela no Brasileirão e joga um futebol de autoridade.

Enquanto o jogo não se inicia, vamos ao pré-jogo com algumas características dos times.

Grêmio vem com vários desfalques para o confronto de quarta, obrigando Renato a adaptar o time já que está sem jogadores importantíssimos, entre eles:

Geromel, Leonardo Gomes, Jean Pyerre, Maicon (este retornando de lesão).

Vamos aos substitutos, onde o Grêmio ganha e onde perde com suas entradas.

Braz: seguro e sem comprometer, vem jogando bem e encaixou rapidamente. Ganha em bola aérea defensiva e principalmente na ofensiva, onde David Braz se torna uma grande arma.
Perde sem Geromel na saída limpa, nos passes positivos (passes para frente, que ganham metros) e principalmente no 1×1 defendendo a área.

Galhardo: vem evoluindo nos últimos jogos e deve ser o titular. Galhardo é um lateral que ataca o corredor, de maior potência física, ultrapassa constantemente. Deve iniciar para acompanhar Bruno Henrique e sua velocidade, já que tem muito mais vigor físico que Léo Moura.

Sem Leonardo Gomes perdemos em construção e na hora da saída de bola Galhardo é menos associativo e quando pressionado já demonstrou dificuldades como no jogo contra o Santos. Léo Gomes tem por característica trabalhar por dentro e fazer a diagonal defensiva, já Galhardo não tem essa característica o que deve favorecer a permanência de Michel entre os 11.

A maior dúvida na cabeça de Renato é Michel ou Maicon?

Michel: entrega um maior poder de marcação, é um volante mais posicional, reforça a transição defensiva, protege o funil (frente da área). Michel afunda entre entre os zagueiros para fazer a saída de três, mas teve dificuldades no confronto contra o Peixe (cenário teoricamente similar ao jogo de quarta), que pressionou alto e Michel abusou dos lançamentos, onde a bola batia e voltava. Deve ajudar muito afundando e sustentando a última linha, liberando Kannemann para perseguições.

gremio saida de 3A saída de 3 gremista, Michel entre Kannemann e Braz.
GremioPerseguição do Kannemann com cobertura do Michel.

Maicon: por sua vez entraga maior controle e manutenção da posse de bola. Tem uma saída de bola qualificada e uma capacidade invejável de tirar a bola da zona de pressão, além de somar com passes de ruptura ideal para enfrentar um time com a última linha alta, Marcação alta do Flamengo pode ser arma do Grêmio, pois tem campo para contra ataque, bem como as inversões que se realizarmos com qualidade (aqui entra Maicon e a duvida dele ou Michel) podemos pegar Flamengo baguncado, ainda mais invertendo da direita para esquerda, pegando Everton x Rafinha. Pesa contra seu tempo parado, a falta de físico e uma mudança na saída de bola, que teria de sair em 2+2, perfilando Matheus ao seu lado e exigindo a necessidade dos laterais fazerem diagonais defensivas, algo que Galhardo não tem como característica.

gremio saida 2-2Saída 2-2 do Grêmio.

Luan: entrega uma maior mobilidade e uma maior ocupação de espaços, faz ótimo uso das entrelinhas, o que deve ser bem útil enfrentado um Flamengo que pressiona alto e cede espaços. Além de gerar profundidade quando Tardelli saí da referência, já que é um centroavante de mobilidade.

Jean Pyerre agregaria com seus passes de ruptura e com a descida a base da jogada para desafogar o time, além do arremate de média e longa distância e da bola parada direta ao gol.

Os pontas também devem ter papéis importantes no jogo. Alisson fazendo o papel do “operário”, perseguindo Filipe Luís por dentro quando lateral vem a base da jogada para construir. Everton deve assumir protagonismo rompendo ou tentando romper a última linha do Flamengo que joga adiantada.

Já o Flamengo do Mister Jorge Jesus vem completo, com força máxima.

Aqui destacaremos a serem observados alguns pontos:

Rafinha avança pelo corredor como um ponta, ficando Diego Alves (que participa muito), Arão, Rodrigo Caio e Marí para a saída de bola, sempre uma saída limpa.

rafinha abertoRafinha aberto no lado de campo como ponta.
Arão saida de 3Saída de 3 do Flamengo com Arão entre Rodrigo Caio e Pablo Marí.

Por outro lado Filipe Luís centraliza para ser opção de passe e Bruno Henrique abre para a beirada para gerar amplitude junto a Rafinha pelo outro lado.

luis
Gerson e Everton Ribeiro se dividem com Filipe Luís na organização ofensiva, E. Ribeiro inicia na direita, faz a diagonal pra dentro para iniciar a construção, abrindo espaço para Gabigol ou Bruno caírem no seu setor. Aliás, Everton é quem dita o ritmo desse Flamengo, tudo passa por ele, não tem tido o destaque devido pois não esta participando muito do acabamento das jogadas e sabemos que só o gol e a assistência que recebem os louros. Filipe Luís é o quebrador de linhas, com seus passes positivos, tem de ser vigiado e Gerson o “Joker” (Coringa) como Mister gosta de falar, atua com extrema qualidade e compreensão espacial por todo o campo e as mais diversas posições.

Ajude a melhorar nossas análises táticas! Contribua com o MW Futebol e ajude a manter o acesso gratuito aos nossos textos.

R$10,00

Bruno Henrique entra muito na área, tem velocidade, força, explosão e sabe até jogar de costas.

Arrascaeta tem funções ofensivas livres e tem aproveitado bem essa liberdade, se envolvendo em 1 gol por jogo nos últimos 3 jogos, com 2 gols e 1 assistência.

Gabigol goza de liberdade total, sem posição fixa e com muita mobilidade. Artilheiro do Brasil, com marcas expressivas mundialmente.

gabigol
Quando a bola chega no último terço pelo menos 3 jogadores rubro-negros estão dentro da área.

Flamengo quarteto
Confira o vídeo do Footstats comparando os números das equipes até o momento:

Deixaremos aqui dois gols: um do Grêmio e um do Flamengo para você observar a qualidade de ambas as equipes em propor o jogo.

Grêmio x Athlético – Semifinal da Copa do Brasil:

Flamengo x Goiás – Campeonato Brasileiro:

É o famoso jogo de encher os olhos, o jogo mais aguardado da temporada no futebol brasileiro. Duas equipes que jogam para frente, com muita liberdade, criatividade, drible e irreverência, mas de maneira coesa. Equipes que se defendem com a bola, e a luta deve ser essa, pela bola!

A glória não é vencer aqui ou ali. A glória é desfrutar praticando.

@caldasicaro, @DKtricolor, @kaleb_schuck e @mwgremio

Anúncios

Um comentário sobre “O duelo do melhor futebol brasileiro de 2019 – PRÉ JOGO GRÊMIO x FLAMENGO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s