Deixando sua marca mais uma vez – ANÁLISE TÁTICA BENFICA 1×2 RB LEIPZIG

Por Ícaro Caldas 

tino

Definitivamente Julian Nagelsmann já mostrou um pouco do que pode vir a ser durante a temporada após essa vitória gigantesca fora de casa pela Champions League diante do Benfica. 

Autor dos gols que deram o triunfo à sua equipe, Tino Werner diz com os pés que está no mapa dos futuros grandes jogadores alemães e do futebol mundial. 

Análise tática: 

No começo do jogo, os visitantes controlaram o jogo a partir do que o treinador queria: marcação individual em cada jogada e a marcação pressão na saída de bola do Benfica. Com isso, os visitantes encaixotavam os mandantes, que não conseguiram levar muito perigo para a área do Leipzig.

perseguições vs benficapressao

Encaixes individuais e marcação pressão na saída de bola do Benfica foram algumas das armas de Nagelsmann nos primeiros 15 minutos de jogo.

O Benfica tentava criar o seu jogo a partir do lado esquerdo com Grimaldo, que ia muito na linha de fundo para cruzar ou tabelava por dentro para chegar num jogo mais curto e aproximado dos companheiros de equipe. 

Quando não teve a posse em seus pés, o RB Leipzig defendeu-se no 4-2-3-1 com Tino Werner na referência da equipe à frente da linha de três. 

Screenshot (15)sem a bola 4231

Com essa formação e um time mais compacto (junto, próximo), os visitantes esperavam o Benfica sair pra jogar e apostar no contra ataque. 

Com a bola em seu domínio, RB Leipzig atacava no 2-3-5 com os laterais abertos dando amplitude e o trio de ataque por dentro. Com isso, a equipe tinha superioridade numérica em alguns lugares do campo, mas perdia em outros. 

235 bola vs benfica

Mas essa não foi a única forma de saída do RB Leipzig com a bola em seus pés, a equipe também alternava numa saída de 4-2 (posicional+volantes) e com uma triangulação. 

saída 4-2+triangulação

O jogo se desenvolveu em poucas chances criadas por ambas as equipes, mesmo que os visitantes soubessem a hora de atacar e se defender. O jogo foi aberto com os dois querendo fazer o gol, porém não conseguiram fazer isso no primeiro tempo. 

Segundo tempo foi desenvolvido com um Leipzig tomando a iniciativa do começo ao fim, Benfica aguardava o adversário errar para contragolpear. 

Mas a batalha de ambos foi dura até os 30 minutos do segundo tempo quando Tino Werner abriu o placar para os visitantes após um belo passe de Mukiele para Polsen, que só ajeitou para Tino guardar nas redes dos portugueses.

Após uma bela jogada com trocas de passes curtos, movimentações de diversos jogadores e triangulações pelo lado direito do campo e por dentro, o Leipzig ampliou o placar e, com isso, abaixou o seu time e tentou descansar, tanto por causa da intensidade do modelo de jogo durantes os 80 minutos, quanto já visando a Bundesliga pelo final de semana. 

No minuto 84 Seferovic diminuiu para a equipe visitante após outra bela jogada com troca de passes curtos, movimentação, passe em profundidade nas costas do zagueiro Orban. 

Essa foi uma vitória importante para dar sequência na Bundesliga e também por começar na frente dos demais na classificação para as oitavas da orelhuda. 

@caldasicaro

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s