Empate justo entre tricolores – ANÁLISE TÁTICA BAHIA 1×1 FORTALEZA

Por Gêra Lobo

WhatsApp Image 2019-09-16 at 14.09.08

O Fortaleza necessitava muito dar uma resposta ao seu torcedor após a derrota para o Fluminense na 18ª rodada. Com isso, Zé Ricardo foi com um time sem medo para a Fonte Nova enfrentar o Bahia, que vinha de três vitórias seguidas. O técnico do Leão optou pelo 4-2-3-1, com Osvaldo, que é ponta esquerda, por dentro, fazendo uma função quase de terceiro homem de meio, que vai ser melhor explicada durante o texto.

screPosicionamento médio do Leão, com Osvaldo bem mais por dentro (Sofa Score)

O torcedor do Fortaleza esperava uma resposta em relação a última partida e o time tratou de dar logo cedo. Além do gol com menos de 10 minuto de Felipe Pires, o Leão se mostrou bastante à vontade em Salvador, tendo paciência para trocar passes, se movimentar bastante e aproveitar os espaços entrelinhas e, principalmente, pela direita que o Bahia cedia. E foi numa transição muito bem feita por Osvaldo, pelo centro do campo, que acarretou no gol da equipe, com Felipe Pires sabendo atacar com perfeição o espaço nas costas de Juninho.

scre

A estratégia estava bem montada por Zé Ricardo após marcar tão cedo, o problema foi o pênalti bobo de Carlinhos em Artur, que acarretou no gol de empate do Bahia pouco tempo depois. Mesmo assim, o Fortaleza não abdicou de jogar, e o trabalho do trio Romarinho-Osvaldo-Felipe Pires era bem inteligente, com boa circulação dos três e sabendo trocar de posição.

screPerceba a troca de posição de Osvaldo e Romarinho. Isso confundiu a defesa do Bahia algumas vezes.

Mas o mais destacável foi a maior segurança do Fortaleza no momento defensivo. Aliás, não é só dessa partida que a equipe demonstra uma evolução no sentido de leituras e antecipação das jogadas. Contra Goiás e Fluminense, mesmo com a derrota, a equipe tinha melhorado bastante no sentido de proteger a área, e uma das razões tem nome: Gabriel Dias.

Ajude a melhorar nossas análises táticas! Contribua com o MW Futebol e ajude a manter o acesso gratuito aos nossos textos.

R$10,00

Um dos grandes destaques da partida do último domingo, o volante, que era lateral-direito titular com Rogério Ceni, voltou a sua posição de origem com a chegada de Zé Ricardo e é um dos grandes pilares dessa evolução, ao lado de Jackson que também foi muito bem contra sua ex-equipe. O interessante de se observar no jogo foi a inteligência posicional do volante, que algumas vezes recuou para a zaga, formando uma linha de 5 lá atrás, o que anulou o artilheiro Gilberto. Só pra se ter uma ideia, essa foi uma das partidas que o goleiro Felipe Alves menos foi citado.

scre

Bom, por mais que não tenha sido uma partida tão criativa, a eficiência e solidez defensiva foi algo destacável ao Leão, que cedeu pouquíssimos espaços durante a partida, principalmente em investidas não-transicionais dos donos da casa, que empacavam na ótima defesa de área.

Ainda existem certos pontos para melhorar, como alguns erros na saída de bola, uma certa falta de amplitude em alguns momentos, mas algo que será treinado. Porém, o Leão segue se mostrando uma equipe extremamente competitiva e que não vai vender tão fácil assim seus duelos. Agora tem um complicado início de segundo turno e essa solidez defensiva será essencial.

@gerinhalobo_

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s