Voltando de Bike – ANÁLISE TÁTICA CEARÁ 0 x 3 FLAMENGO

Por Felipe Henriques e Luan Silveira

WhatsApp Image 2019-08-27 at 20.18.11

O Flamengo adotou uma postura um pouco conservadora, apesar de não abdicar de ser o protagonista do confronto, contra o Ceará, se comparado aos jogos recentes pelo BR. O time utilizou um 4141 claro, em detrimento das mudanças de formação que costuma adotar durante jogos, onde varia do tradicional 442, ao 4231, e até mesmo ao 433 com falso 9 como contra o Gremio.

A mudança de postura passa pelas circunstancias que cercaram o jogo, são elas a escalação de 4 jogadores que não vinham atuando entre os titulares (João Lucas, Renê, Piris da Motta e Berrío), a importância de não perder pontos dado os resultados que antecederam dos concorrentes ao título e, após construir a vantagem, pela iminência do confronto decisivo pela Libertadores.

A escolha por uma só formação durante toda a partida passa muito pela ausência de Bruno Henrique, poupado, que permite a Jesus flexibilizar o esquema de um modo que seu substituto Berrío não consegue, uma vez que o colombiano joga apenas pela direita, enquanto Bruno atua como centroavante, ponta de ambos os lados e segundo atacante.

Já pelo lado esquerdo, Gérson foi o escolhido para aproximar-se de Arrascaeta e Renê, com o uruguaio buscando a área e o camisa 15, a linha de fundo. Aliás, chama a atenção como o meia não fez uma boa partida principalmente nas transições. Até acho que seus melhores momentos até aqui no rubro-negro foi quando atuou pelo lado direito, podendo buscar jogo com Rafinha (Como no 2T contra o Inter e na partida contra o Vasco) e ajudar na criação.

Além disso, isso potencializa a sua capacidade de finalização a média/longa distância. Porém nada de desqualificar suas qualidades quando atua pela canhota, já que utiliza a sua força física para segurar a bola e atrair a marcação para a passagem de um companheiro, buscando triangulações. É um jogador que reúne características de um jogador com potencial “todo-campista” e que parece estar evoluindo sua capacidade técnica sob o comando do Mister.

No lance do primeiro gol, podemos destacar como todo o desenrolar da jogada fez com que a defesa alvinegra tirasse completamente o foco do zagueiro Pablo Marí, o que mostra como tudo foi muito bem pensado e ensaiado. Renê faz a cobrança de lateral visando Rodrigo Caio, colado à linha de fundo. O zagueiro ganha o duelo aéreo e a bola sobra na marca do pênalti para Berrío, que ajeitou para Marí fazer um golaço em uma bela chicotada de primeira.

WhatsApp Image 2019-08-27 at 22.00.40WhatsApp Image 2019-08-27 at 22.00.45

Repare como a defesa do Ceará “congela” quando Berrío vence o duelo na marca do pênalti e a bola sobra para Marí. Uma jogada que mostrou estar sendo treinada e ensaiada com o segundo gol rubro-negro que nasce com um lateral cobrado por Renê na “Era-JJ”, já que o primeiro foi o gol de Gabigol contra o Athlético-PR, na ida das Quartas da Copa do Brasil na Arena da Baixada.

Após o primeiro gol, o Flamengo tirou completamente o ímpeto do Ceará na partida e assumiu o controle da partida, mesclando controle territorial através da posse no campo ofensivo e uma defesa compacta para neutralizar as ações ofensivas do adversário, sofrendo pouco. E a estratégia do Mister deu certo. O Fla controlou o jogo com e sem a bola, criou chances tanto aproveitando os espaços deixados pelo Ceará em momentos de transição, quanto enfrentando a defesa ‘fechada’.

Aos 33’55”, iniciou-se a jogada do segundo gol. Diego Alves repõe a bola em jogo e, contando a finalização de Gabigol que ampliou o placar no Castelão, foram 47 toques na bola em exatos 60 segundos, passando por dez dos onze jogadores rubro-negros. O único que não participou da jogada foi Gérson. Destaque para a movimentação de Renê trazendo da ponta esquerda para o meio, clareando todo o lance e acionando Gabriel.

A defesa de área e o controle de profundidade do Fla neste jogo funcionou muito bem. A linha alta que sofreu bastante no início do trabalho de Jesus beneficiou-se bastante nos últimos jogos da pressão no portador da bola sendo executada cada vez melhor, aliado a isso o fato do 4-1-4-1 propiciar Gerson e Arão a serem os primeiros a pressionarem também contribuíram para o sucesso defensivo no Castelão.

Quando o Ceará conseguia chegar ao terço final, muito por mérito do bom time treinado por Enderson Moreira, o Fla contou com uma linha de defesa bastante compacta e com ótimo desempenho, especialmente do lateral-direito João Lucas, que foi importantíssimo parando os avanços de Lima e de seu xará lateral-esquerdo alvinegro e também salvando um gol em cima da linha após cruzamento que partiu da direita.

Não podemos ignorar o fato de que foi um jogo aberto, com muitas finalizações (26 ao todo – 13 do Ceará x 10 do Flamengo) e onde a defesa rubro-negra não foi vazada pela segunda vez consecutiva mesmo sendo atacada por uma equipe que vem se mostrando competitivo.

Ajude a melhorar nossas análises táticas! Contribua com o MW Futebol e ajude a manter o acesso gratuito aos nossos textos.

R$10,00

O time mandante conseguiu exercer uma pressão na segunda metade do 2T, a partir da entrada de Mateus Gonçalves no lugar de Leandro Carvalho, com a equipe pressionando mais a saída rubro-negra e conseguindo ser bem sucedido no 1×1 pelos flancos, principalmente por aproveitar a queda física que o Flamengo teve nos últimos quinze minutos.

Porém, com a jogada iniciando no lançamento de Arão para Rafinha, que o lateral deu um belíssimo passe para a ainda mais linda conclusão de Arrascaeta, o jogo chegou aos seus números finais. Já que estamos falando de gols, não podemos esquecer que mesmo com o Ceará buscando diminuir e mostrando evolução em sua idéia de jogo, o Flamengo ainda teve chances com Gabriel (com um gol bem anulado, diga-se), Willian Arão e Bruno Henrique de marcar o terceiro gol.

Mas a partida ainda reservava algo especial para a noite de domingo na capital cearense. Segue o vídeo abaixo porque existem lances em que não há como analisar e narrar.

E olha, eu sei bem disso…

@Lipe_Henry e @mengocentrismo

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s