Duelo dos gênios – ANÁLISE TÁTICA MAN CITY 1 (5)x(4) 1 LIVERPOOL

Por Ícaro Caldas Leite e Kaleb Schuck

kloppImagem: Victoria Haydan. Gettyimages.

O primeiro grande jogo da temporada 19-20 inglesa foi um dos duelos que vêm acontecendo muito ultimamente, o duelo de dois dos melhores treinadores do mundo, Pep Guardiola e Jurgen Klopp.

Jurgen Klopp é considerado o único treinador que consegue superar Pep Guardiola nos duelos e não dizemos por títulos ou vitórias conquistadas pelo alemão, mas por ser o antídoto do jogo de posição (a forma de jogar que Guardiola carrega desde que se tornou treinador), por fazer Guardiola meio que abandonar alguma de suas crenças durante os confrontos para conseguir competir ou sair vencedor. 

É conveniente recordar-se que, nas últimas duas temporadas, os citizens abriam o placar dos jogos antes dos 15 minutos. No primeiro jogo oficial da temporada não foi diferente: aos 12 minutos, Sterling abriu o placar. 

Observando-se que a nova regra é benéfica ao seu estilo de jogo, Guardiola utilizou muito o zagueiro dentro da sua área para começar a jogada limpa (sem chutão, saindo da pressão com toques curtos e movimentações). 

Nova saída Citizens

Na maioria das saída de bola do City, Otamendi esteve como o jogador na base, Stones fora da área e Rodri ao lado do Stones. Formava-se um triângulo na saída. 

Sabemos que a principal virtude de Klopp é apertar a saída de bola do adversário e gerar o erro, para então, a partir daí contragolpear o adversário que está ileso e “matar” o jogo.

Contudo, um dos idealismo de Guardiola nas saídas é sempre gerar superioridade numérica em qualquer setor que estiver a bola e assim, gerar vantagem e sair rapidamente. 

WhatsApp Image 2019-08-04 at 18.24.42Saída 3-2 do City dentro da área eliminando 4 jogadores do Liverpool (superioridade númerica 5×4).

Com Zinchenko na lateral esquerda versus Salah, nós já sabíamos que seria um passeio do atacante do Liverpool. Alí foi e é a principal mina do ouro da equipe azul. 

Entretanto, no primeiro tempo, o Man City colocou seu puro estilo em campo, usando a famosa pirâmide (com sua variação). 

2-3-5 vs Liverpool supercopa

Com esse sistema, a equipe conseguiu produzir bastantes chances reais de gol no primeiro tempo, visto que a jogada manjada entre Bernardo e De Bruyne é uma arma letal e poucos conseguem anular a infiltração do Kevin com o Bernardo cortando por dentro ou dando um passe em profundidade. 

Debate-se muito o porquê de Guardiola ser menos ousado e mais cauteloso nos duelos contra Klopp, mas poucos se perguntam onde estão os méritos do alemão por ser o único treinador capaz de exercer muito bem esse papel. 

Todavia, como eu tinha adiantado na análise de pré-jogo, para suprir a má recomposição do Rodri era de se imaginar que Pep iria colocar um meio campista para ajudar Rodri com as flutuações de Firmino e Henderson no meio de campo, ele voltou para o 4-2-3-1 sem a bola e De Bruyne fez dupla com Rodri. 

4-2-3-1 city sem a bola kdb e rodri

Mesmo marcando perto do seu gol na maior parte do segundo tempo, a estratégia de Guardiola foi por água abaixo. O City não conseguia contra atacar, sofria muito com Salah pela direita e errava a saída de bola. O que ficava visível era uma semelhança com os duelos do primeiro semestre de 2018 onde o Liverpool esmagava o City e matava o jogo com 3 gols em menos de 20 minutos. 

O jogo começou com o Liverpool ainda com um pé na pré-temporada. O time de Klopp atuou no seu tradicional 4-3-3- mas sem tanta intensidade no seu pressing (pressão alta). Liverpool teve dificuldades em sair jogando devido a pressão alta do City. Aliás, time de Pep controlou o primeiro tempo.

Os Citizens marcaram primeiro em uma cobrança de falta onde a linha de impedimento do Liverpool falhou, com Salah dando condições aos jogadores do City. Mas onde os Reds mais sofreram foi no corredor interno pelo lado esquerdo de defesa, onde transitaram principalmente Bernardo Silva e De Bruyne. Bernardo trocava de corredor tentando puxar Robertson e abrir o corredor para Walker. Já KDB fugia das vigilâncias do capitão Henderson e infiltrava na área constantemente no primeiro tempo.

WhatsApp Image 2019-08-05 at 18.25.54WhatsApp Image 2019-08-05 at 18.25.55

No intervalo Klopp leu muito bem o jogo e o time retornou dominante. Jurgen inverteu seus interiores. Hendo que começou pela esquerda, foi para a direita, Wijnaldum da direita foi para a esquerda. Com uma assimetria gerada e Gini nas vigilâncias, por vezes ficando ao lado dos zagueiros no balanço na hora de atacar, aí os Reds tiveram maior solidez defensiva e maior escalonamentos (linhas de passes em diferentes alturas). Com isso Robertson pode se projetar ao ataque, Hendo maior liberdade para jogar e Fabinho estava coberto para subir e fazer a pressão.

WhatsApp Image 2019-08-05 at 18.28.01

Guardiola tentou responder com uma substituição D. Silva por Gundogan e uma alteração tática protegendo o funil (frente da área). Liverpool ainda sofria com as escapadas do City as costas de Arnold, mas lá na frente pressionava muito e levava perigo. O treinador Alemão respondeu com uma dupla substituição, Arnold sai e entra Matip, transformando Gomez em um lateral base, e Fabinho deixando o campo para entrada de Keita que qualifica a saída de bola e consegue progredir em campo rival conduzindo bola. A partir daí só deu Liverpool, que produziu muito (principalmente com Mo Salah) e poderia ter saído com melhor sorte.

Um jogo em que no primeiro tempo o City dominou e conseguiu seu gol na bola parada, mesmo tendo criado para mais. E no segundo tempo a coisa se inverteu. Liverpool faz o gol de empate na mesma bola parada e produz para mais, mas peca na finalização.

Nos pênaltis City consegue ser mais efetivo convertendo as cinco cobranças e Bravo defendendo o pênalti de Wijnaldum.

No fim a taça vai para Manchester, mas sobretudo um jogo de iguais em meio á um duelo de gênios. Dois times ainda longe das suas melhores condições, mas demonstrando e inspirando confiança.

Está aberta a temporada 19/20 em grande estilo e ela promete!

@caldasicaro e @kaleb_schuck

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s