A efetividade peruana superou a passividade chilena – ANÁLISE TÁTICA CHILE 0 x 3PERU

Por Juliano Rangel e Rafael Maciel

FOTO DE CAPA

Uma partida histórica para a seleção peruana, que após 44 anos chega novamente a uma final de Copa América. Alcançar a semifinal do torneio, após eliminar o favorito Uruguai, já superava todas as expectativas iniciais da equipe no torneio, que não tinha pretensão alguma em chegar na grande final.

O próprio desempenho na fase de grupos não empolgou, que contou com um empate sem gols contra a Venezuela, boa vitória diante da Bolívia e goleada sofrida para o Brasil. Sempre mantendo a base da equipe sem grandes alterações, o Peru passou à adotar uma postura mais reativa após a goleada sofrida, priorizando a contenção das ações do adversário e verticalização nos passes para gerar ataques mais diretos e velozes. Deu certo contra o Uruguai e acabou dando certo (e muito!) contra o Chile.

Ricardo Gareca enviou a campo sem time base, sem nenhum desfalque, escalado no tradicional 4-2-3-1, contando com Flores aberto na esquerda e Carrillo na direita, para acelerar as transições. Sem a bola, Cueva se juntava à Guerrero no ataque, para que a equipe pudesse se defender no 4-4-2.

Já o Chile de Reinaldo Rueda foi a campo com seu habitual 4-3-3, buscando apresentar suas principais ideias na hora de propor o jogo na Arena no Grêmio. O que os comandados do técnico colombiano não contavam, eram com todas as dificuldades imposta pela equipe peruana já na fase de construção das jogadas.

O jogo começou muito equilibrado, com a posse da bola sendo dividida até os 20 minutos do primeiro tempo, onde cada equipe acabou criando uma boa situação de finalização (Cueva e Aranguiz).

Na saída de bola, o Chile trabalhava com Pulgar entre os zagueiros, mas não conseguia contar com tradicionais apoios de Vidal e Aránguiz, que a todo instante eram vigiados e muito marcados pelos volantes Renato Tapia e YoshimarYotún. Juntos a dupla de volantes peruana acumulou os seguintes números na partida:

  • 33 Duelos
  • 15 Duelos Vencidos (45%)
  • 5 Cortes
  • 8 Interceptações
  • 4 Desarmes
  • 68 Passes Certos
WhatsApp Image 2019-07-05 at 10.04.21Vidal e Aránguiz sofriam uma marcação constante de Tapia e Yotún nas construções ofensivas do Chile. Nesses momentos, o Peru se montava num 4-4-2 (Foto:Instat/Edição: Juliano Rangel)

Os laterais chilenos (Isla e Beausejour) geravam amplitude na fase construção, mas também esbarravam na marcação dos extremas peruanos (Edison Flores e André Carrillo), que formavam a segunda linha de 4 peruana, só contando com Paolo Guerrero e Christian Cueva mais avançados.

WhatsApp Image 2019-07-05 at 10.04.33O Peru realizava uma forte pressão na saída de bola chilena, com marcações por encaixes (Foto:Instat/Edição: Juliano Rangel)

O lado direito do ataque peruano se apresentava muito forte fisicamente e com muita velocidade nas ultrapassagens (Advíncula e Carrillo). Foi dessa forma que a equipe peruana abriu o placar após um cruzamento da direita para esquerda, Carrillo desviou de cabeça, no meio da área, e Flores, que vinha sendo acompanhado por Fuenzalida, avançou livre para abrir o placar.

Com a desvantagem no placar, o Chile passou a dominar a posse, mas era perceptível a tensão com que a equipe estava jogando. Nitidamente sentiram o golpe inesperado. Após marcar o gol, o Peru abdicou completamente da posse e passou a esperar a abertura de espaços para serem explorados em contra-ataque. Após 21 minutos do primeiro tempo, a posse do Chile subiu para 70%.

Ofensivamente, o Chile se organizava num 4-1-4-1 e apresentava muitas dificuldades na hora de trocar passes, perdendo muitas bolas no meio-campo. Com Vidal e Aránguiz muito marcados, a ideia de Rueda foi fazer inversões entre os extremos e os laterais, como na direita, onde Isla avançava pelo meio e Fuenzalida, também pelo meio, retornava para ajudar nas fases de construção.

Diferente dos últimos jogos, Vargas se movimentava e retorna mais próximo ao meio-campo, para ajudar nas transições ofensivas da equipe chilena. Foi dessa forma que ele iniciou a melhor jogada do Chile na primeira etapa: aos seis minutos, o camisa 11 recebeu a bola pelo meio, tocou paraAránguiz, que acionou Sánchez – já no lado direito, e o camisa 7 deu uma passe para Beausejour, que fez a ultrapassagem e cruzou para Aránguiz. O chute do camisa 20 passou bem perto do gol de Gallese. Confira a jogada:

(Vídeo:Instat/Edição: Juliano Rangel) 

Mesmo com o Chile apresentando uma melhora, foi o Peru que novamente mexeu no placar, num lance que ficou caracterizado pelo baque da defesa da La Roja. No lance, pela direita, Zambranolançou em profundidade para Carrillo, o goleiro Arias saiu desesperadamente da área, Carrillo cruzou para a entrada da área, onde Yotún teve tempo para dominar e finalizar. A bola passou no meio dos defensores chilenos que olharam incrédulos o improvável 2 x 0 no placar. Confira o lance:

WhatsApp Image 2019-07-05 at 10.04.58Desatenção da linha defensiva chilena, que em vários momentos gerava espaços para os extremas peruanos avançarem (Foto:Instat/Edição: Juliano Rangel)

Na segunda etapa, para potencializar a alternativa de atacar pelos lados, Rueda colocou pelo lado direito o extrema Ángelo Sagal, na vaga de Fuenzalida. Em campo, o que se viu foi um Isla chegando com velocidade ao fundo, eSagal entrando muito em diagonal.

Com a diferença no placar, o Chile marcava presença no campo de ataque, só deixando Medel e Maripán mais recuados. Com os laterais bem avançados, sobravam espaços pelos lados, e era dessa forma que a equipe peruana chegada, com destaque para Carrillo e suas descidas que eram praticamente imparáveis sem a realização de faltas.

WhatsApp Image 2019-07-05 at 10.05.13Com 2 a 0 de desvantagem no placar, o chilena avançava bastante e oferecia espaços pelos lados para os avanços peruanos (Foto:Instat/Edição: Juliano Rangel) 

Já pelo lado peruano, a melhor chance (antes do 3º gol), foi em um belo contra-ataque que Carrillo puxou após escanteio do Chile. O extrema recebeu ainda no campo de defesa, atravessou o centro do campo, driblou o marcador e instaurou o caos na defesa do Chile:

WhatsApp Image 2019-07-05 at 10.05.26WhatsApp Image 2019-07-05 at 10.05.32

Na sequência do lance, Guerrero recebe já próximo à área adversária e cruza para Cueva, que devolve de primeira para o centro da pequena área, onde mais uma vez Yotún finalizou para fora. O Peru chegou em 14 segundos, com 5 toques na bola, em superioridade numérica (3×2) com uma situação clara de gol praticamente na pequena área.

O camisa 9 peruano funcionava como ponto de ancoragem e criatividade no ataque, todas as melhores jogadas peruanas passaram pelo centroavante. Seja arrastando marcação ou distribuindo excelentes passes decisivos no terço-final. Paolo foi gigantesco na vitória, mesmo participando diretamente apenas do 3º gol (e que gol marcado), já no apagar das luzes.

O relógio avançava e o Chile não conseguia criar pelo meio. A jogada pelos lados, que quase rendeu um gol na cabeçada de Vargas que parou na trave, e as bolas em profundidade era as alternativasque a equipe de Rueda utilizava para furar o bloqueio peruano, que se fechava num 4-4-2.

O domínio total do Chile obrigava Gallesea se desdobrar para manter o resultado. Muito concentrado e ágil nos movimentos, fez belíssimas defesas e ainda defender o pênalti de Vargas no lance final do jogo.

Já seguindo para os minutos finais de jogo, Rueda tirou Maripán e colocou oatacante Nicolás Castillo. Com isso, Pulgaracabou virando zagueiro, e foi o próprio camisa 13 chileno, que em mais um momento de desatenção, deixou Guerrero entrar livre para marcar o terceiro gol do Peru e dar números finais ao jogo, que ainda contou com um pênalti desperdiçado por Vargas no último minuto.

Depois de eliminar o Uruguai e o Chile, não podemos duvidar da seleção peruana.Gareca, Guerrero e cia., provaram que mesmo sendo difícil e improvável, o Peru pode superar o Brasil na decisão. Eles já superaram o improvável em duas oportunidades!

NÚMEROS DO JOGO:

WhatsApp Image 2019-07-05 at 10.05.51

WhatsApp Image 2019-07-05 at 10.06.05

@julianords e @rafaellomaciel

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s