Olha o Romarinhooooo! – ANÁLISE TÁTICA BOCA JUNIORS 1 x 1 CORINTHIANS

Por Jhonata Souza

WhatsApp Image 2019-07-04 at 09.18.24

No dia 27 de junho de 2012, no estádio La Bombonera, Boca Juniors e Corinthians começaram a decidir a edição da Libertadores daquele ano. A equipe argentina chegou a final após se classificar em segundo no seu grupo e eliminar Union Espanola, Fluminense e Universidad de Chile no mata-mata. Enquanto o Timão se classificou em primeiro e na fase final eliminou Emelec, Vasco e Santos.

O técnico Julio César Falconi escalou o Boca no 4-3-1-2 da seguinte maneira: Orion; Roncaglia, Caruzzo, Schiavi e Clemente Rodríguez; Ledesma (Rivero), Somoza, Erviti e Riquelme; Pablo Mouche (Cvitanich) e Santiago Silva (Viatri). Enquanto o técnico Tite escalou o Corinthians no 4-4-2 da seguinte forma: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Paulinho, Ralf e Alex (Wallace); Jorge Henrique (Liedson), Emerson e Danilo (Romarinho).

Primeiro Tempo

O começo de jogo foi bem equilibrado e pegado, onde as duas equipes tinham a posse, mas não conseguiam furar a defesa adversária e criar chances de gol. O Boca atuava com um losango no meio, onde Somoza ficava a frente da zaga, Ledesma na direita, Erviti na esquerda e Riquelme atrás da dupla de ataque. Esse posicionamento dava a Riquelme total liberdade para se movimentar em campo, porém na primeira etapa ele foi bem mercado pelo Timão, o que ajuda a explicaras dificuldades do Boca em criar na primeira etapa. Isso fez a equipe argentina ficar bastante dependente das subidas de Clemente Rodriguez e das bolas aéreas para conseguir levar algum perigo ao gol de Cássio. A dupla de ataque tinha Santiago Silva que mais fixo no ataque, enquanto Moche atuou como um segundo atacante clássico.

WhatsApp Image 2019-07-04 at 09.19.12Losango no meio campo do Boca Juniors.

O Corinthians se organizou em campo num 4-4-2 tanto no momento defensivo quanto ofensivo.  No ataque o Corinthians teve Sheik e Jorge Henrique atuando bem abertos, enquanto Danilo e Alex tinham a liberdade de se movimentar bastante, além disso, Paulinho tinha bastante liberdade para aparecer no ataque como homem surpresa. No primeiro tempo o Corinthians até conseguiu trabalhar a bola em vários momentos, porém poucas vezes conseguiu invadir a área rival. Por não ter um homem de referência no ataque quem ficava responsável por ser alvo das bolas longas e cruzamentos era Danilo.

WhatsApp Image 2019-07-04 at 09.19.18Corinthians postado no 4-4-2 no momento ofensivo e defensivo.

O Corinthians de 2012 se destacava bastante pela sua forte defesa e de como os jogadores eram bem aplicados taticamente. No primeiro tempo o Timão soube neutralizar bem o adversário e impediu que a pressão da La Bombonera fizesse diferença. Destaque para a dupla de zaga que soube lidar muito bem com Santiago Silva. Outro importante destaque foi Jorge Henrique, o ponta foi muito importante taticamente, pois além de ser uma válvula de escape no ataque ele ajudou bastante Alessandro na defesa, tanto que em vários momentos foi possível ver ele se juntando a linha defesa formando uma linha de 5 ou 6 jogadores a fim de se defender do ataque argentino.

WhatsApp Image 2019-07-04 at 09.19.26Linha de 6 na defesa com destaque para Jorge Henrique fechando a linha até a direita.

Segundo Tempo

O Boca voltou decidido atrás da vitória. Durante boa parte da segunda etapa a equipe argentina teve o domínio da partida, onde tinha a posse de bola no campo de ataque e impedia o Corinthians de contra atacar. O lado esquerdo de ataque continuou sendo o lado mais forte, pois ali se tinha Clemente Rodriguez indo bastante ao ataque, Erviti mais na base da jogada e a dupla de Riquelme e Mouche que em diversos momentos caiam por aquele lado. Essa dupla que passou a aparecer mais no segundo tempo e deu trabalho a defesa alvinegra. O gol do Boca saiu via bola área, onde Roncaglia abriu o placar após a bola sobrar na área.

Na volta ao segundo tempo Tite promoveu a entrada de Liedson no lugar de Jorge Henrique. A ideia era ter um camisa 9 que pudesse dar profundidade ao ataque alvinegro, enquanto Alex foi deslocado para fazer o lado direito. Na prática a substituição acabou não dando muito certo, pois o Timão passou boa parte do segundo tempo sem conseguir sair de trás. Na defesa, a equipe sentiu bastante a saída de Jorge Henrique, já que Alex não tinha a mesma capacidade de recomposição do que o ponta, o que por consequência deixou o lado direito mais frágil e foi por ali que o Boca conseguiu levar mais perigo.

WhatsApp Image 2019-07-04 at 09.19.32Após a substituição Alex foi para direita enquanto Liedson passou a atuar no comando do ataque.

Esse cenário permaneceu até a entrada de Romarinho. Com a entrada do talismã no lugar de Danilo, o Corinthians voltou a ter um jogador de velocidade pelo lado direito. Tite também promoveu uma troca de posições entre Sheik e Liedson. Essa inversão se provou muito importante no lance do gol. Sheik atuando pelo meio puxou a marcação adversária, o que gerou o espaço necessário para Romarinho receber o passe do atacante e marcar o gol de empate do Timão na La Bombonera, gol que ficou eternizado na voz do narrador Cleber Machado com a famosa frase “Olha o Romarinhooooo!”.

WhatsApp Image 2019-07-04 at 09.19.38Romarinho atacando o espaço provocado pela movimentação de Sheik.

Após o gol de empate, o Boca colocou Cvitanich e Viatri em campo e passou a despejar bola na área alvinegra. Numa dessas bolas por pouco o Boca não chega ao gol vitória com Viatri que acertou a trave e com Cvitanich que não conseguiu mandar o rebote para o gol de Cássio.

O empate deixou as duas equipes em pé de igualdade para o segundo jogo da final, onde dessa vez seria o Corinthians a ter um estádio lotado ao seu favor. Foi um jogo equilibrado e com poucas chances de gol de ambas as partes, mas que serviu para colocar o nome de Romarinho na história da Libertadores. Na próxima semana será a vez de analisar o segundo jogo desta grande final.

@Jhonny14Souza

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s