SELEÇÃO MW FUTEBOL – Temporada Europeia 18-19

Por Breno Barbosa

WhatsApp Image 2019-06-16 at 18.54.11

Com o término da temporada europeia, o MW Futebol, através dos seus analistas, elegerem os 11 melhores jogadores e o melhor técnico do mundo na temporada 18-19. Alguns analistas do nosso time, tiveram a missão de escreverem um breve resumo sobre cada um dos jogadores escolhidos.

Escrito por Lucas Mateus (@lucam008)

ALISSON BECKER –Liverpool, 26 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.15.18

51 jogos (Premier League + Champions League)

27 Clean-Sheets (Premier League + Champions League)

Após a final de Kiev houve muita especulação sobre quem seria o goleiro do Liverpool, Karius estava visivelmente abatido na parte psicológica, após os trágicos acontecimentos da final e mesmo que sua temporada tenha sido bem positiva, ficava cada vez mais claro que seu destino seria longe de Anfield. Para ocupar seu lugar o Liverpool assinou com Alisson Becker, goleiro brasileiro que havia tido uma passagem de destaque pela Roma, mas ainda continuava sendo contestado por alguns brasileiros, foi chamado de “caro demais”, por exemplo. Fato é que Alisson fez mais uma temporada de nível mundial, dono do maior número de Clean-Sheets da atual edição da Premier League, de defesas salvadoras, vide a finalização de Milik, e de atuações memoráveis, contra o Barcelona, por exemplo. O goleiro brasileiro assumiu a camisa 13 dos Reds e mostrou-se afirmado entre o top 3 melhores da posição. Sendo destaque da final da Champions League, com certeza demonstra ser extraclasse.

Escrito por Lucas Mateus (@lucam008)

TRENT ALEXANDER-ARNOLD –Liverpool, 20 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.15.17

40 jogos (Premier League + Champions League)

1 gol (Premier League + Champions League)

16 assistências (Premier League + Champions League)

As laterais foram as armas criativas mais utilizadas pelo Liverpool na temporada, com Alexander-Arnold e Robertson, Klopp estabeleceu mecanismos assimétricos que beneficiavam a capacidade passadora de ambos. Arnold talvez seja o lateral mais técnico do mundo, domina os fundamentos de passes como poucos em um cenário europeu, uma qualidade associativa impressionante, além da nítida evolução defensiva que o jovem passou nessa temporada.

Escrito por Gera Lobo (@gerinhalobo_)

MATTHIJS DE LIGT – Ajax, 19 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.14.25

44 jogos (Eredivisie + Champions League)

5 gols(Eredivisie + Champions League)

3 assistências (Eredivisie + Champions League)

De Ligt é um zagueiro que demonstra muita liderança e competência. Pretendido por vários gigantes clubes, o jovem zagueiro fez uma temporada sublime em todas as competições que disputou, sendo capitão se um Ajax que quase chegou na decisão da Uefa Champions e foi campeão da Eredivisie e Copa dos Países Baixos. Sua liderança, somando a um tempo de bola muito bom, leitura de jogo elite, excelência no jogo aéreo e na saída de bola durante toda a temporada, garantiram seu lugar entre os 11 melhores da temporada europeia.

Escrito por Lucas Mateus (@lucam008)

VIRGIL VAN DIJK – Liverpool, 27 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.15.17 (1)

50 jogos (Premier League + Champions League)

6 gols (Premier League + Champions League)

4 assistências (Premier League + Champions League)

Virgil van Dijk é o melhor zagueiro do mundo. Isso ninguém discute. Mas, impressiona como sua passagem por Anfield é marcada por uma regularidade fora do normal, simplesmente parece seguro e perfeito em todos os lances, capaz até mesmo de fazer o torcedor nem se importar com os ataques adversários, pois sabem que Big Virgil estará lá para cortar. O único homem que pode desafiar Leo Messi pelo prêmio de melhor do mundo, o melhor jogador da Premier League, o zagueiro que não é driblado em 64 jogos, o comandante da defesa de Anfield. Coberturas, duelos, antecipações, leitura, passes, segurança, capacidade artilheira no cabeceio, desgarres de linha para pressionar, velocidade, Virgil é completo.

Escrito por Lucas Mateus (@lucam008)

ANDREW ROBERTSON – Liverpool, 25 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.15.16

48 jogos (Premier League + Champions League)

13 assistências (Premier League + Champions League)

As laterais foram as armas criativas mais utilizadas pelo Liverpool na temporada, com Robertson e Alexander-Arnold, Klopp estabeleceu mecanismos assimétricos que beneficiavam a capacidade passadora de ambos. Robertson, apesar de bom passador, é uma bomba física, veloz, combatente, intenso e muito inteligente, o lateral escocês fez-se fundamental desde a sua chegada a Anfield, mas nessa temporada seu nível aumentou ainda mais, chegando ao posto de melhor lateral esquerdo do mundo, com uma impressionante regularidade.

Escrito por Marcelo Henrique (@riquemathias)

FRENKIE DE JONG – Ajax, 22 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.16.29

42 jogos (Eredivisie + Champions League)

4 gols (Eredivisie + Champions League)

4 assistências (Eredivisie + Champions League)

De Jong é daquele tipo de jogador que te conquista no primeiro toque. Por tudo, é o pacote. Franzino, ágil, extraclasse, elegante. Mas ele é bem mais do que isso, ao final. É a inteligência e a confiança como excelência. Sempre foi um jogador de meio-campo, mas quando subiu aos profissionais, teve chances como zagueiro com Marcel Keizer e foi muito bem. Como um construtor desde a linha de defesa, entregando muito com seus passes, mas principalmente com seus dribles em direção ao gol. Com Ten Hag, fez a melhor temporada da carreira, que lhe garantiu a venda para o Barcelona e uma afirmação na Liga dos Campeões. Como Toni Kroos, de Jong cria todo um sistema em torno de si, como Luka Modric tem uma leitura impecável para sempre estar a frente do marcador, de Jong é bem isso. Um meia para marcar época no futebol mundial.

Escrito por Ícaro Caldas Leite (@caldasicaro)

BERNARDO SILVA – Manchester City, 24 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.15.16 (1)

44 jogos (Premier League + Champions League)

11 gols (Premier League + Champions League)

10 assistências (Premier League + Champions League)

Bernardo Silva foi eleito o melhor jogador do Man City na temporada pelos torcedores. O craque português jogou a maioria dos jogos na temporada e foi decisivo em grande parte e principalmente nos jogos grande. E do mais, o Bernardo ainda possui uma versatilidade gigantesca: atua como meio campista direito ou esquerdo, joga nas duas pontas e também como falso 9. Assistente e artilheiro na temporada.

Escrito por Gera Lobo (@gerinhalobo_)

DUSAN TADIC – Ajax, 30 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.14.25 (1)

46 jogos (Eredivisie + Champions League)

34 gols (Eredivisie + Champions League)

19 assistências (Eredivisie + Champions League)

Terceiro jogador do Ajax na nossa seleção europeia, como fez bem para Dusan Tadic deixar o futebol inglês para ser protagonista no futebol holandês. O sérvio fez uma temporada simplesmente genial, ficando atrás apenas de Leo Messi em participações em gols (assistências + gols). Foi importantíssimo para o sucesso do Ajax na temporada, sendo o centro ofensivo da equipe com sua genialidade, seja criando ou finalizando. Lugar mais que merecido na seleção.

Escrito por Gera Lobo (@gerinhalobo_)

EDEN HAZARD – Chelsea, 28 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.14.25 (2)

45 jogos (Premier League + Europa League)

18 gols (Premier League + Europa League)

17 assistências (Premier League + Europa League)

Em sua última temporada pelos Blues, um dos melhores do mundo foi diferenciado mais uma temporada. Muitas vezes tendo que jogar “sozinho, ele foi quem mais criou e foi o cara que levou o Chelsea ao título da Uefa Europa League. O belga se mostrou muito acima da média mais uma vez e garantiu um lugar merecido demais na seleção.

Escrito por Ícaro Caldas Leite (@caldasicaro)

RAHEEM STERLING – Manchester City, 24 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.15.15

44 jogos (Premier League + Champions League)

22 gols (Premier League + Champions League)

15 assistências (Premier League + Champions League)

Raheem Sterling foi o melhor jogador do Manchester City na temporada 18-19. O jogador dos Citizens teve a melhor temporada da sua carreira por, sendo muito versátil e compreendeu melhor a forma de jogar de Guardiola. Sterling atuou como: Ponta direita-esquerda, jogando de pivô, falso 9 e até como meio campista direito. Decisivo nos clássicos pela Premier League e também na Champions League.

Escrito por Breno Barbosa (@brenobmarketing)

LIONEL MESSI – FC Barcelona, 31 anos.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.15.17 (2)

44 jogos (Lá Liga + Champions League)

48 gols (Lá Liga + Champions League)

18 assistências (Lá Liga + Champions League)

Leo Messi fez uma temporada antológica individualmente, com números e atuações fantásticas, sendo disparado o melhor jogador do Barcelona e do mundo. Cuccitini foi potencializado pelo técnico, desta forma foi o cérebro do time, sendo importantíssimo nas construções de jogadas, nas bolas paradas, nas assistências e nas conclusões, o verdadeiro dono do sistema ofensivo do Barcelona. Atuando nas entrelinhas, com muita precisão, qualidade e protagonismo, Messi fez uma das suas melhores temporadas e encantou mais uma vez o nosso planeta.Ao todo foram 50 jogos (quatro competições diferentes) e 51 gols, o argentino certamente será escolhido o melhor do mundo e não tenho dúvidas que ele merece sua sexta bola de ouro.

Escrito por Lucas Mateus (@lucam008)

JÜRGEN KLOPP – Liverpool.

WhatsApp Image 2019-06-09 at 23.15.17 (3)

Jürgen Klopp é um dos maiores gênios da história desse esporte, seus conceitos e ideias são incrivelmente competitivos e adaptáveis ao material humano, nessa temporada foi finalmente a sua afirmação como gênio do esporte. Alguém que fez trabalhos de recuperação em Mainz, Dortmund e agora em Liverpool, alguém que nunca precisou de comprar os melhores do mundo para ser competitivo, pois ele criava seus melhores do mundo, foi assim com Salah, Mané, Reus, Götze, Firmino, etc. O Heavy Metal Football dominou a Europa a partir da intensidade, velocidade, dinâmica, o jeito alemão de jogar futebol através das transições. Klopp evoluiu seus conceitos organizacionais no Liverpool, conseguiu encontrar modos de aproveitar da velocidade dos extremos mesmo contra defesas estruturadas. O casamento mais perfeito do futebol atual, o time da terra dos Beatles com o técnico do Heavy Metal.

Foi uma temporada incrível, com ótimos jogos, viradas históricas, diversos jogadores aparecendo para o futebol, vários se afirmando na elite e outros decaindo de rendimento. Tenho a convicção que foram grandes momentos e memoráveis para os admiradores, amantes e estudiosos do futebol, a Europa nos proporcionou partidas fantásticas e uma temporada que fica na história desse esporte.

Confira alguns dos melhores momentos da nossa seleção na temporada 18-19.

 

Dados coletados através do site: Transfermarkt

@brenobmarketing

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s