Empate de bom tamanho – ANÁLISE TÁTICA VENEZUELA 0x0 PERU

Por Daniel Klabunde

WhatsApp Image 2019-06-16 at 10.19.39

Começou a Copa América do Brasil, e em um grupo onde temos Brasil, Bolívia, Venezuela e Peru, esperávamos que a partida deste sábado a tarde fosse muito mais intenso, com a equipe vinotinto e a peruana buscando o resultado o tempo todo. Mas não foi o que aconteceu na Arena do Grêmio em Porto Alegre.

Com um início mais intenso, os venezuelanos tomaram as ações da partida, pressionando muito os defensores peruanos, se utilizando da pressão pós perda. Conseguiram boas vitórias na pressão, mas não conseguiam criar situações de perigo para o gol de Pedro Galesse.

Com um saída de bola bem ousada, a seleção Vinotinto utilizava a saída em 2×1 com o meio campista Moreno na base das jogadas e com seus laterais bem espetados no campo de ataque e dando muita amplitude ao time. Enquanto isso Herrera e Rincon se movimentavam nas entrelinhas.

WhatsApp Image 2019-06-16 at 12.30.38WhatsApp Image 2019-06-16 at 12.30.44Imagens: InStat

Foram 30 minutos de total domínio da seleção Vinotinto na posse de bola, mas com poucas chances de abrir o placar, tendo apenas 3 finalizações à gol. A partir dai a seleção peruana conseguiu igualar as ações da partida, tendo maior posse e conseguindo levar algum perigo ao gol venezuelano, tanto que tiveram um gol anulado pelo impedimento de Farfan.

A Seleção Vinotinto se defendia no 4-1-4-1 tentando bloquear os avanços dos laterais peruanos, mas o seu lado esquerdo começa a sofrer com os ataques, principalmente com a força física e explosão na arrancada de Advincula, vencendo várias disputas individuais o lateral direito foi várias vezes à linha de fundo e levou perigo à defesa venezuelana com seus cruzamentos.

WhatsApp Image 2019-06-16 at 12.30.52

A grande falta sentida foi Salamon Rondon, pouco participativo não conseguiu se livrar da marcação de Zambrando e ajudar seus companheiros de ataque. A única chance que teve no primeiro tempo foi desperdiçada, em uma sobra dentro da área chutou em cima do goleiro Galesse.

Destaque:

Fariñez foi o grande destaque da partida, com duas pequenas falhas no primeiro tempo, se redimiu no segundo com boas defesas e salvando a Venezuela de sair com o resultado negativo. Rápido nos movimentos e com ótima reposição de bola, sempre acionava seus companheiros para o contra-ataque, de 31 passes, 28 foram certos (90% de acerto).

Um empate de bom tamanho pelo fraco futebol apresentado pelas duas equipes, mas que as obriga a conseguir um bom resultado contra a Bolivia, e tudo se decidirá com quem conseguir tirar algum ponto do Brasil.

@dktricolor

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s