Ousar é fazer – ANÁLISE TÁTICA AJAX 2 x 3 TOTTENHAM

Por Rafael Maciel

WhatsApp Image 2019-05-10 at 11.16.13

Bill Nicholson, ex-jogador do Tottenham e um dos maiores treinadores da história do clube, certa vez pronunciou uma frase que permanece viva dos Spurs:

“É melhor falhar com um objetivo alto do que ter sucesso visando baixo. E nós do Spurs temos nossos objetivos muito altos, tão altos que até o fracasso terá nele um eco de glória!”

WhatsApp Image 2019-05-10 at 08.04.31FONTE: DAN MULLAN GETTY IMAGES.

Esta citação de Nicholson ilustra perfeitamente o desempenho do técnico Mauricio Pochettino à frente do Tottenham: consolidação de boas campanhas, com um futebol vistoso, porém sem títulos. A equipe seguidamente acabava falhando em momentos decisivos à cada temporada, mas em Amsterdã tudo foi diferente!

“Todareisto do” (ousar é fazer) é um lema que historicamente acompanha o clube londrino. Ontem, diante do Ajax, este lema foi muito bem representado através da façanha que a equipe realizou!

Um jogo ideal para todos que amam assistir e sentir futebol! Conceitos bem trabalhados, traduzidos em dois belíssimos modelos de jogo! Porém com um desfecho histórico e profundamente dramático.

1º TEMPO

Ajax 2 x 0 Tottenham

WhatsApp Image 2019-05-10 at 08.04.38Volume Ofensivo do Primeiro Tempo (Sofascore).

O jogo inicia alucinante, tendo o Ajax tomando mais iniciativa ofensiva e levando perigo para o goleiro Lloris. Aos 4 minutos,Matthijs De Ligt abre o placar em um cruzamento de escanteio, sem chances para o goleiro francês.  O Tottenham sente o baque e consegue equilibrar mais a posse, inclusive criando algumas situações de gol, mas nada muito incisivo.

O segundo gol do Ajax, marcado aos 35 minutos da primeira etapa, parecia decretar precocemente o término da disputa. Os ingleses estavam inertes diante de um futebol envolvente e nenhum esboço de reação foi visível até o final da primeira etapa!

Mesmo quando o Tottenham conseguiu reter mais a bola no ataquee subiu o bloco de marcação para pressionar a saída dos donos da casa, o Ajax mantinha o domínio do jogo, sempre levando maior perigo quando chegava no ataque.

WhatsApp Image 2019-05-10 at 08.05.45Tottenham com 7 jogadores pressionando a saída do Ajax.
WhatsApp Image 2019-05-10 at 08.06.01Mesmo em inferioridade numérica (4×7), Ajax envolvia facilmente a marcação, com passes e movimentações rápidas.

INTERVALO

Pochettino precisava tirar um coelho da cartola, porém para reverter um resultado desta dimensão, diante de um adversário que vem apresentando um bom futebol e sem contar com o apoio da torcida, o treinador precisava ir muito além de meras substituições táticas. O aspecto mental deveria ser muito bem trabalhado, pois entrar para o segundo tempo em uma semi-final de ChampionsLeague, com a necessidade de marcar 3 gols na casa do adversário, não é uma tarefa animadora.

Na temporada passada, a equipe de Poch parecia ter atingido seu ápice, onde apresentou um futebol bastante competitivo, mas que cometia muitas falhas em momentos decisivos. A eliminação para a Juventus nas Oitavas-de-Final da Championsna temporada passada, é o melhor exemplo de uma equipe que jogou o melhor futebol em 95% do confronto, mas acabou sofrendo 2 gols em menos de 5 minutos.

Link para análise do Tottenham de Pochettino (Fev/2018)

Link para análise do 4312 de Pochettino Parte 1

Link para análise do 4312 de Pochettino Parte 2

Link para análise do 4312 de Pochettino Parte 3

Para solucionar este jogo de xadrez em onde estava em vias de sofrer “xeque-mate”, Pochettino altera a estrutura da sua equipe, colocando o centroavante Llorente no jogo e retirando seu volante de contenção (Wanyama).  De modo resumido, destaco algumas das principais mudanças que notei na equipe do Tottenham após o início do segundo tempo:

  • Mudança Tática
    • Plataforma alterada para 4-3-2-1
    • Substituição de um volante defensivo por um centroavante referência
    • Foco em reter ainda mais a posse no ataque, explorando jogo físico do centroavante referência
  • Mudança Mental
    • Motivação e confiança para os jogadores
    • Mudança de postura para um jogo mais dominante e ofensivo
    • Liberdade para os jogadores instaurarem o caos no adversário, liberdade criativa no ataque

2º TEMPO

WhatsApp Image 2019-05-10 at 08.06.12Volume Ofensivo do Segundo Tempo (Sofascore).

Tudo mudou no segundo tempo! Enquanto o Tottenham ganhava terreno, explorando os lados do campo para conseguir progredir e aproveitar a profundidade gerada por Llorente, o Ajax mesmo com muita intensidade de pressão na marcação, passou á permitir infiltrações em seu sistema defensivo.

WhatsApp Image 2019-05-10 at 08.06.18Lucas aberto na direita, Son na esquerda e Llorente puxando marcação para um meia (Alli) pisar na área.

O Tottenham de Pochettino é marcado por se adaptar à muitas plataformas e estilos de jogo, sendo que esta polivalência é bem assimilada por seus atletas. Esta característica, possibilitou a mudança completa do panorama de jogo, com apenas 1 substituição.

Em um contra-ataque comandado por Dele Alli, Lucas aproveita e finaliza no cantinho para diminuir… este foi o início de uma epopeia.

Quatro minutos depois, após bola rebatida na área, Lucas se livra da marcação com dribles rápidos e empata o jogo… o Tottenham voltava à ficar vivo na disputa após 3 tempos ruins.

Com o empate o Ajax acordou par ao jogo, mesmo que partindo mais para a individualidade de seus talentos. Ambas equipes construíram chances de gol, mas o Tottenham liderou com sobras as ações ofensivas do segundo tempo.

No último segundo de jogo, após um lançamento, Llorente protege de DeLigt, a bola fica com Alli que faz um belo passe de primeira para Lucas chutar de esquerda… o impossível se concretizou!

RELATÓRIOS DO JOGO

WhatsApp Image 2019-05-10 at 08.06.27

Tottenham com uma produção ofensiva invejável (principalmente no segundo tempo)!

Das 7 grandes chances da equipe, 6 foram no segundo tempo!

WhatsApp Image 2019-05-10 at 08.06.34

Velocidade na circulação e volume ofensivo elevados de ambas equipes, porém a qualidade das chances criadas pelo Tottenham foram amplamente maiores!

Ajax com uma intensidade na marcação incrível, não deixando bola descoberta para o Tottenham!

Tottenham pisando e finalizando muito mais dentro da área adversária que o Ajax, o que contribui para a qualidade das chances terem sido maiores!

Tottenham mesmo com a pressão pelo resultado, trocou mais passes curtos que o Ajax (porém o gol da vitória, saiu em uma ligação direta e trabalho de pivô)!

Uma noite memorável que premiou a equipe que produziu ofensivamente com mais qualidade nas chances criadas. Com certeza o fator mental pesou neste jogo, assim como na vitória do Liverpool.

@rafaellomaciel

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s