Os filhos de Cruyff a um pé da final – TOTTENHAM 0X1 AJAX

Por Luiz MartinsIcaro Caldas

Desde o Início da partida o Ajax se mostrou um time que buscava sufocar o time adversário, através de pressões. Pressões estas que iniciavam na saída de bola adversária e continuavam, após a perda da posse de bola. Planificado em um 4-2-3-1, que dependendo das movimentações e de Jong e Van de beek, se configuravam em um 4-3-3 e na saída de bola em algumas situações até em um 3-4-3, demonstrando que o time se molda ao que o adversário propõe durante os noventa minutos da partida e que cada vez mais o jogo de futebol se torna em algo muito mais fluído, o time treinado por Ten Hag buscava agredir seu adversário.

ajax01Marcação pressão do Ajax, contra a saída de bola do Tottenham (Fonte: Instat /Edição: Icaro Caldas)

O que chama bastante atenção dentro do modelo de jogo é a capacidade de Frenkie de Jong em buscar sempre estar na base da jogada, mas ler o adversário, antevê-lo rapidamente e subir pressão ou interceptá-lo. Além da capacidade de Van de Beek em buscar muitas movimentações entre a linha de meio-campo e linha de zagueiros, sabendo também momento de pressionar o homem com a bola, no momento defensivo, ou encontrar espaços para se infiltrar no momento de atacar, sendo auxiliado pelas movimentações de seus companheiros de frente (Neres, Ziyech e Tádic), que trocam constantemente de posição, confundindo bastante a marcação adversária. Estas ações obrigam o adversário a se moldar ao que o Ajax propõe e dificulta totalmente a imposição do modelo de jogo do adversário, perante os holandeses.  Fora assim contra todos os adversários anteriores, mandando de volta pra casa times como Real Madrid (atual campeão) e Juventus, time do Senhor UCL, Cristiano Ronaldo.

ajax02Ajax com 10 jogadores povoando o campo ofensivo, buscando muitas movimentações e trocas de posição, na tentativa de desestabilizar a linha de 5 dos Spurs (Fonte: Instat /Edição: Icaro Caldas)

Com estas características, o time abriu o placar pelos pés de Van de Beek, saindo na frente dos comandados de Mauricio Pochettino. O técnico do time do norte de Londres iniciou a partida com 3 zagueiros, com Rose e Trippier como alas, configurando um 5-3-2 em alguns momentos e buscando muitas bolas mais longas para Llorente, que conquistava efetividade em algumas bolas lançadas, mas não tinha muito apoio dos companheiros na segunda bola, deixando que o Ajax recuperasse rapidamente a posse.

ajax03de jong e Van de Beek como o centro criativo do Ajax, buscando organizar as ações ofensivas (Fonte: Instat /Edição: Icaro Caldas)

No final da primeira etapa, tendo uma baixa por lesão, o técnico fez uma alteração que alterou o sistema de jogo londrino. Vertonghen cedeu lugar a Sissoko, fazendo com que o time fosse planificado em uma formação 4-3-1-2, sendo mais ativo no campo adversário e tendo maiores movimentações, mas sentindo falta de maior participação de Dele Alli, pouco ativo nos momentos que buscava a entrelinha (espaço entre volantes e zagueiros), que não se movimentava tanto quanto o necessário para ser agressivo contra a defesa holandesa. Desta forma, Lucas Moura era a peça mais incisiva por parte dos Spurs, tendo um posicionamento mais centralizado, recebendo a bola e partindo em velocidade conduzindo, buscando ser agressivo através de dribles, como um segundo atacante a moda brasileira.

ajax04Tottenham planificado no sistema 4-3-1-2, após a substituição de Vertonghen. Time foi mais agressivo na partida. (Fonte: Instat /Edição: Juno Martins)

Pochettino e Tem Hag, ainda buscaram alterações em suas equipes, para questões distintas. O argentino para buscar ao menos com um empate dentro de casa e o holandês, manter seu time com a vitória, tendo que ao menos buscar um empate em Amsterdã, colocando assim um pé na final em Madrid.

@caldasicaro

@ojunomartins

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s