A vitória da liderança: ANÁLISE TÁTICA – ALIANZA LIMA 0x1 INTERNACIONAL

Por Luiz Martins

Desde antes da partida, era sabido que seria um jogo onde o Inter teria que tomar a iniciativa, concentrar a posse de bola e buscar atacar seu adversário. Isso se confirmou logo no apito inicial, quando o time do Alianza Lima se postava em bloco médio, conquistando êxito defensivo, compactando suas linhas de marcação, na busca por negar espaços para as infiltrações (jogadores e bola), do time colorado. Quando os peruanos treinados por Miguel Russo se lançavam ao ataque, concentravam as ações ofensivas pelo lado direito onde se posicionava o velocista de bom drible Kevin Quevedo, que era facilmente batido pelos defensores colorados. Estas situações se mantiveram durante toda a partida, com um ótimo jogo defensivo por parte dos jogadores de defesa do Inter. Iago surpreendeu por conseguir dificultar bastante o jogo de velocidade peruano em seu setor, interceptando muitas bolas e se lançando ao ataque, aparecendo também como elemento surpresa, alternando com jogadas no corredor e por dentro, mas com algumas dificuldades no acabamento do passe final, para continuidade de jogadas próximas a área adversária. Do lado oposto, Zeca também não teve sustos na parte defensiva, agora com uma melhor compensação do volante que cai pelo seu setor (Edenilson), assim sentindo maior tranquilidade para se lançar à frente, mesmo que tenha aparecido em poucas situações.

inter01Marcação compacta em bloco médio do Alianza, dificultava a saída de bola colorada, que não conseguia encontrar jogadores entre as linhas de marcação. (Fonte: Instat /Edição: Luiz Martins)

Os zagueiros também foram fator colaborativo nesta tranquilidade defensiva do time, questão esta de muito entrosamento nos momentos de subir pressão de marcação, de forma alternada, interceptando os atacantes e meias peruanos, roubando bolas e já buscando companheiros avançados. O centroavante Affonso não dificultou a atuação de Rodrigo Moledo, que foi um dos destaques da partida, mesmo que O Alianza Lima causava pequenos incômodos ao Inter quando acertava uma bola longa direta para o centroavante ou com o volante Fuentes na bola aérea ofensiva. Isso ocorreu até os 20 minutos da segunda etapa, tendo depois o Colorado tomando conta de vez do jogo. O time peruano só foi levar um susto nos acréscimos do jogo novamente.

Como dito no início, o Inter tinha a incumbência de propor o jogo contra o adversário, mas demonstrava muitas dificuldades nestas questões, conseguia uma saída de bola limpa, alternando entre saída de 3, com Dourado afundando entre os zagueiros, fazendo os laterais se postarem em campo ofensivo e uma saída mais sustentada, com laterais se alinhando junto a Dourado e mais um jogador que caia no setor, ora Patrick, ora Edenilson com maior frequência, recebiam a bola limpa de volante ou zagueiros,  mas não encontravam com facilidade companheiros em zonas avançadas, “lateralizando” demais o jogo.

inter02Saída de bola limpa do Inter, com laterais abrindo o campo em amplitude, congestionava o entrelinhas, mas não buscava passes no setor. Nico e Sarrafiore (destacados na entrelinha), pouco se movimentavam. (Fonte: Instat /Edição: Luiz Martins)

Esta “laterização” se configurou muito em função de Nico López e Martin Sarrafiore se manterem mais posicionados pelo lados do campo, não realizando maiores movimentações, transformando um dos lados do time como lado forte, concentrando jogadores no setor da bola, como ocorreram em outros jogos pela competição. Assim, Paolo Guerrero era uma ilha ofensiva, sem ter aproximação de jogadores para fazerem essa ligação entre meio-ataque, obrigando o camisa 9 a sair bastante da área pra buscar trocas de passes. Até os 35 minutos da primeira etapa, apenas em uma boa saída de Zeca, com ótimo cruzamento de Edenilson, Patrick conseguiu uma finalização que fez o goleiro Galesse trabalhar.

inter03Inter já com maior movimentação, congestionando o setor da bola, ainda no primeiro tempo. Estas movimentações foram mais frequentes na segunda etapa. (Fonte: Instat /Edição: Luiz Martins)

Percebendo esta falha, alterações de funções foram feitas e Nico e Sarrafiore, já demonstravam no final do primeiro tempo maior flutuação, alternando posicionamentos, mas isso ficou mais nítido no inicio da segunda etapa, quando suas movimentações, aliadas com a entrada de Rafael Sóbis no lugar de Guerrero, por lesão do peruano, proporcionaram quebras de posicionamento dos defensores do adversário, muitas alternâncias de posicionamento, entre Sobis, Nico e Sarrafiore, mais espaço para chegadas na área de Edenilson e Patrick, que cresceram na partida, principalmente o camisa 5, que fez uma das suas melhores apresentações desde que desembarcou em Porto Alegre. Mesmo que ele tenha realizando erros de passe, algumas preciosidades em segurar demais a bola, era quem buscava maior movimentação, conquistava muitas roubadas de bola (16 em toda a partida) , sua maioria em campo adversário, sendo agressivo nas suas transições e aparecendo como elemento surpresa, tendo um chute na trave. Mesmo com maior volume, time ainda sentia dificuldades de controlar a bola, apostando mais em jogadas de velocidade.

inter04Com apenas Sobis inicialmente e após D´alessandro, time ficou menos previsível, buscava maior alternância de posicionamento entre os principais jogadores do meio, proporcionando maior profundidade a Iago pela esquerda e Nico López pela direita. (Fonte: Instat /Edição: Luiz Martins)

Percebendo que a equipe necessitava de um jogador de controle, D´alessandro foi escolhido para a partida, no lugar de Sarrafiore, que fez uma boa partida, conquistando diversos passes importantes para companheiros, mas que ainda não entrega fator criativo com maior contundência. Esta alteração fez com que o time aumentasse sua posse de bola e fosse mais agressivo no ataque. Com isto o time colorado conseguiu abrir o placar em um escanteio, convertido em cabeçada de Rodrigo Moledo, garantindo a vitória pelo placar mínimo. Ainda tivemos a entrada de Nonato no lugar de Nico López, que foi um jogador abaixo do que tipicamente ele demonstra em suas apresentações. O jovem da base recebeu minutos importantes pra sua continuidade e evolução, visando também o restante da temporada. Ele entrou jogando em uma faixa de campo mais avançada do que de costume, com a incumbência de buscar manter a bola mais próxima a área do adversário e melhorar ainda mais a circulação de bola do time.

Inter conquista três pontos, sua classificação para as oitavas e liderança do grupo A.  Assim transforma o jogo contra o River em um “amistoso”, em função da vitória dos argentinos.

 

Aqui fica uma opinião sobre o Inter na temporada 2019:

O time é competitivo, mas fica a ressalva de buscar uma melhor proposta de jogo quando se tem a necessidade de posse de bola, porque o primeiro tempo deste jogo, demonstrou muitas dificuldades de vencer um time postado atrás. Buscar aproximações no setor da bola parece ser a melhor saída com as peças que temos hoje no grupo. Odair deve ter percebido isso e vai ter que trabalhar.

Não coloco a culpa no sistema de jogo (4-1-4-1/4-3-3), como muitos tem deflagrado, ou a manutenção do tripé de meio como o problema do rendimento do time. A dificuldade de se estabelecer uma mecânica decente com o sistema e não variar as peças quando necessário é um fator mais preponderante neste sentido. Já possuímos uma espinha dorsal de time base e as demais peças devem variar de acordo com o que o adversário deverá apresentar.

O que deve ser preponderante aqui é adaptar as características das peças escolhidas para a partida, com o sistema de jogo, em muitas situações fazendo com que alternativas no sistema tático, sejam alteradas quando tiver necessidade. Um exemplo é este jogo, em que Nico e Sarrafiore, por características, sentem maior dificuldade em jogar posicionados nos lados do campo e quando foram “soltos em campo”, time melhorou consideravelmente.

 

@ojunomartins

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s