Força do coletivo sobressai no jogo de ida da semifinal – ANÁLISE TÁTICA AMÉRICA-MG 2 x 3 CRUZEIRO

Por Davi Magalhães

WhatsApp Image 2019-04-01 at 19.35.39

Na primeira semifinal do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro saiu na frente do América, após a vitória conquistada no Independência. Uma vitória merecida pelo bom desempenho  apresentado pelo time. Um desempenho pautado na força do coletivo celeste.

Justamente a força do coletivo cruzeirense potencializou os talentos individuais do time. O time como um todo fez uma boa partida. Com destaque especial para o artilheiro Fred, que marcou 3 gols na partida. A criação ofensiva da equipe funcionou perfeitamente bem, com os jogadores se movimentado para apresentar-se ao companheiro como opção de passe, construindo a jogada e deixando Fred em ótimas condições de marcar o gol. Como foi no primeiro gol marcado pelo Cruzeiro.

WhatsApp Image 2019-04-02 at 22.48.04Triangulação do Cruzeiro pelo lado esquerdo para Egídio, chegar à linha de fundo e cruzar para Fred marcar o primeiro gol do time. (TV Globo Minas).

A atuação coletiva do América deixou a desejar. Tanto defensiva, como foi visto no primeiro gol sofrido, como também no momento ofensivo. A atuação dos três meias, que atuam atrás do centroavante, foi muito ruim. Ao todo, Felipe Azevedo, Matheusinho e Marcelo Toscano deram 2 chutes no gol. As duas finalizações foram de fora da área, mostrando como a equipe encontrou dificuldades em progredir no campo com a bola e entrar na defesa adversária. Mérito também ao time de Mano Menezes que se defendeu muito bem, com as linhas de marcação muito próximas e com todos os jogadores participando desse momento. O coletivo acima do individual!

WhatsApp Image 2019-04-02 at 22.48.12Cruzeiro criando superioridade numérica no setor da bola (5×4). Detalhe para Fred voltando para ajudar no momento defensivo. (TV Globo Minas).

O Cruzeiro era um time mais confiante, intenso e superior na partida. Tocando muito bem a bola, conseguindo construir a jogada através de passes curtos. Na primeira etapa, a porcentagem de posse de bola da equipe foi de 60. Criando 6 chances de gol e não permitindo que o América acertasse o seu gol. No segundo tempo, a postura se manteve e logo aos 5 minutos, a equipe cruzeirense ampliou o placar, após roubada de bola no campo de ataque. Mostrando como todos os jogadores são importantes em todos os momentos do jogo. No lance do segundo gol, Rafinha começa apertando o adversário, na sequência Marquinhos Gabriel aperta o adversário e Robinho, que mais uma fez jogou bem, rouba a bola e toca para Fred ampliar o marcador.

WhatsApp Image 2019-04-02 at 22.48.19Robinho ajudando Marquinhos Gabriel na pressão em cima de Zé Ricardo. Quando o adversário está de costas, é mais facíl roubar a bola. (TV Globo Minas).

Com o 2 a 0 a seu favor, o Cruzeiro passou a marcar mais próximo do seu gol. Permitindo assim, que o América tivesse mais a bola. O time mandante que precisava vencer, iria ter que propor mais o jogo. Na segunda etapa, os comandados de Givanildo Oliveira tiveram mais posse (58%) e a marcação mais baixa feita pelo Cruzeiro permite que o rival atuasse mais no seu campo de defesa. Se estava complicado criar chances de gol, foi através das bolas paradas que o Coelho marcou seus 2 gols.

WhatsApp Image 2019-04-02 at 22.48.28Diego Jussani sobe mais alto que Egídio para marcar o primeiro gol do América. (TV Globo Minas).

A ideia do treinador Mano Menezes ao recuar suas linhas de marcação era explorar os espaços no campo adversário. Para isso, o técnico mudou o posicionamento dos meias. Rafinha foi para direita, Robinho para o meio e Marquinhos Gabriel para a esquerda. Com isso, Robinho poderia armar melhor os contragolpes e usar sua qualidade no passe para lançar os dois velocistas. Assim, o Cruzeiro marcou o terceiro gol. Após um lançamento do zagueiro Dedé do campo de defesa, Marquinhos Gabriel aproveita o vacilo da defesa americana para dar mais uma assistência na temporada. MG mostrou mais uma vez que pode atuar bem tanto por dentro como por fora. Ontem, deu 3 dribles, 2 passes decisivos e uma assistência.

WhatsApp Image 2019-04-02 at 22.49.03Robinho passou a atuar pelo meio, Rafinha e MG pelos lados para explorar os espaços na defesa americana. (TV Globo Minas).

No jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro 2019, ganhou o time que atuou melhor. As alterações de Givanildo não surtiram efeito. O América teve muita dificuldade na criação das jogadas e para anular o poderio ofensivo rival. Terá que atuar bem melhor se ainda quiser classificar-se para a final. Afinal, do outro lado está o melhor coletivo do campeonato, o Cruzeiro tem o melhor ataque (30 gols marcados em 13 jogos) e 2° melhor defesa da competição (com 10 gols sofridos).

@magalhaesDavi_

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s