Os soldados de Bordalás – ANÁLISE TÁTICA GETAFE 18-19

Por Gêra Lobo

WhatsApp Image 2019-03-27 at 22.51.42

O Getafe não é um dos grandes clubes do futebol espanhol, longe disso. Porém, desde a segunda parte da temporada 2016/17, quando um senhor chamado José ‘Pepe’ Bordalás chegou pelos lados mais “modestos” de Madrid, o time só cresceu. Saiu da parte de baixo da tabela na segunda divisão para um acesso quase que improvável para a primeira.

Na temporada passada, quase conquistou a vaga na Uefa Europa League, terminando na oitava colocação, a primeira posição que não pega competições europeias. No ano atual, não só praticamente já conquistou vaga em competição europa, mas é o favorito para chegar, de forma inédita, na Uefa Champions League, guardando seu lugar na quarta colocação. Pensando nessa temporada simplesmente incrível, decidi dissecar a forma de jogo, seus mecanismos de atuação e os principais responsáveis desse time que tem um dos futebols mais efetivos de todo o continente europeu.

TIME BASE

WhatsApp Image 2019-03-27 at 22.52.06As setas demonstram os movimentos de “costume” dos jogadores (Foto: Tactical Pad).

Falando do time base de Pepe Bordalás, ele é montado num 4-4-2, com duas linhas muito bem compactuadas e que cedem pouquíssimos espaços para os adversários, algo que falarei em breve. No momento ofensivo, muita movimentação na dupla de ataque, que são, de longe, os dois pontos mais importantes do funcionamento da equipe no último terço do campo. Apenas uma demonstração base de como o Getafe vem a campo nas partidas.

FASE DEFENSIVA

Pode-se dizer que um dos principais fatores do sucesso da equipe de Pepe Bordalás são suas atuações quando não tem a bola. O time costuma atuar em uma variação de blocos baixos e médios, principalmente contra equipes que avançam suas linhas na saída e não atuam, exatamente, tanto com a bola assim. Uma coisa a ser relacionada é a forma como o Getafe consegue fazer de maneira sublime seus encaixes individuais, diminuindo mais e mais os espaços, e sempre de maneira extremamente organizada, sempre acompanhando o lado que a bola vai circulando.

WhatsApp Image 2019-03-27 at 22.52.12Marcação em blocos médios e cada marcador com seu adversário, sempre acompanhando o lado da bola. Organização pura (Foto: Reprodução).

Mas o Getafe tem os mais diversos mecanismos defensivos. É uma equipe que podemos avaliar como “versátil defensiva”. Quando precisa, Bordalás não larga a chance de poder subir mais e mais seus blocos, deixando eles bem altos. Como eu disse, dependendo da partida, o time azul pode ampliar suas linhas, sufocando o adversário, como exemplo a partida contra o Betis, na casa do adversário, uma das melhores partidas do Getafe em toda temporada.

Também é interessante botar no papel as compensações desse time. Na imagem abaixo, Maksimovic sobe para apertar a saída, e, na sequência, Portillo, Arambarri e Foulquier, sempre de olho nos seus adversários individuais, compactuam, fechando a casinha por dentro. Por que deixar os lados mais abertos? Simplesmente porque ataques mais perigosos e eficientes partem bem mais por dentro que pelos lados. Sempre importante fechar a casinha por dentro e deixar um espaço, algumas vezes, insignificante nos lados, que o contrário. Leitura de jogo sempre muito bem feita.

WhatsApp Image 2019-03-27 at 22.52.19Blocos altos contra uma equipe que gosta da bola e desce muito a equipe para a saída apoiada. Sufoco e mais sufoco (Foto: Reprodução).

Para finalizar a análise defensiva do time de Bordalás, fechamos com dois pontos. O primeiro é sobre algo que não aparece tanto em análises, mas é sempre muito importante exaltar: a comunicação. Em momentos de trocas de marcação, muitas vezes algum jogador fica perdido e resulta em espaços para os adversários. Com o Getafe se vê pouco isso, sempre funcionando a comunicação entre os companheiros, principalmente entre os zagueiros, com um conseguindo cobrir o outro e evitando chances adversárias desta forma.

Por fim, algo mais básico: a forma como a equipe consegue ceder poucos espaços entre linhas. Os dois atacantes, por exemplo, são importantes tanto no ataque, como na defesa, pressionando lá na frente e fechando as janelas de passe por dentro. Depois disso, as duas linhas são extremamente bem compactadas e com o mínimo de espaço possível entrelinhas. Caso ceda algum, a defesa está sempre ligada para tentar abafar e matar a jogada ali.

WhatsApp Image 2019-03-27 at 22.52.25Duas linhas bem montadas e cedendo poucos espaços (Foto: Reprodução).

FASE OFENSIVA

Mesmo sendo um time muito eficiente em suas ações ofensivas, o Getafe tem no seu ataque um feijão com arroz básico, mas extremamente qualificado, ainda mais pelas características dos seus jogadores. Pode-se dizer que, nesse caso, a defesa cria o ataque, pois muitas vezes o time consegue roubar a bola no campo adversário e acelerar. Quando isso acontece, é sempre importante ver a movimentação da dupla de frente, pois um deles desce para apoiar e o outro se desmarca, criando espaços na defesa.

WhatsApp Image 2019-03-27 at 22.52.31Molina ajudou na criação, descendo, e Mata com seu desmarque perfeito. Esse lance resultou no gol (Foto: Reprodução).

Além disso, os extremos do time sempre dão uma profundidade e velocidade muito grande ao time, ligados no que vai acontecer. O Getafe não tem “vergonha” alguma de tratar seu jogo em ligações diretas, buscando uma “casquinha” do centroavante para ativar algum extremo, ou armação rápida, sem muita troca de passes e com muita objetividade. Não é uma equipe que marca um caminhão de gols, mas sim que consegue transformar a maioria das chances que tem em bola na rede.

Por fim, vale destacar a eficiência e presença dos três principais centroavantes do time na atual temporada:

Jaime Mata – 29 jogos: 15 gols e 6 assistências
Jorge Molina – 31 jogos: 12 gols e 3 assistências
Angel Rodríguez – 32 jogos: 10 gols e 3 assistências

Se o Getafe conquistará sua vaga na Uefa Champions League 2019/20 não dá para saber, mas uma equipe que só cresceu desde que retornou a La Liga já fez muita coisa e merece sim estar onde está. Seus mecanismos ofensivos e defensivos são qualificados o bastante para garantir essa vaga, aliás. Os soldados de Bordalás estão sempre prontos e a chance desse elenco fazer história é bem grande.

@gerinhalobo_

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s