Análise dos grupos das Eliminatórias para a Eurocopa — Grupos C e D

Por Jhonata Souza

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.57.55

HOLANDA: Ronald Koeman foi contratado para assumir o cargo da seleção após os holandeses ficarem de fora das duas últimas grandes competições e o começo não poderia ser melhor. A seleção holandesa fez uma surpreendente campanha na Liga das Nações conquistando a vaga para o Final Four com vitórias dominantes contra França e Alemanha. Hoje a Holanda conta uma mescla de jovens jogadores de muito potencial (De Ligt, De Jong, Bergwijn) + jogadores em seu auge ou mais experientes (Van Dijk, Depay, Wijnaldum) e o fato de terem caído num grupo relativamente tranquilo será muito importante para que Koeman use as Eliminatórias para solidificar ainda mais o seu trabalho e deixar a Holanda pronta para a disputa da Eurocopa.

Técnico:Ronald Koeman

Destaques:Van Dijk, De Jong, De Ligt e Depay

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.58.00

Van Dijk e De Ligtformam uma das melhores duplas de zaga do futebol europeu.

ESTÔNIA: A seleção da Estônia viveu o seu melhor momento entre o fim da última década e o começa dessa, onde fizeram boas campanhas em Eliminatórias e chegaram a ter chances reais de se classificarem a uma grande competição. Nós últimos anos eles veem voltando a sua realidade histórica. Depois de um rebaixamento na Liga das Nações chegam ao grupo como o principal candidato ao último lugar. Boa parte dos jogadores da seleção atuam na liga local, onde o nível é baixo, o que torna as coisas ainda mais difícil para que a Estônia possa voltar aos dias bons que teve num recente passado.

Técnico: Martin Reim

Destaques:Liivak, Klavan e Tamm

BELARUS: A seleção de Belarus conquistou o acesso de divisão na Liga das Nações, porém caiu num grupo que não lhes permite sonhar com a classificação. Então as Eliminatórias devem servir para o seu treinador buscar evoluir ainda mais o trabalhoque vem sendo feito para deixar a equipe preparada para a próxima edição da Liga das Nações e para as Eliminatórias para a Copa de 2022. Pelo momento ruim vivido por Irlanda e Estônia, são os principais candidatos para terminar em terceiro lugar do grupo.

Técnico:Igor Kriushenko

Destaques:Martynovich, Dragun e Savitski

IRLANDA DO NORTE: A Irlanda do Norte sofre do mesmo mal que aflige os outros seleções europeias, que é o fato de terem atingindo o seu auge recentemente e agora estarem num momento de queda. Depois de se classificar para a última Eurocopa e de quase ir para a última Copa do Mundo, a equipe foi rebaixada com uma péssima campanha na Liga das Nações, mostrando que já atingiu o seu auge de desempenho. Por ter caído num grupo onde as chances de classificação são poucas, pode muito bem usar as Eliminatórias para tentar recuperar a moral e quem sabe dar uma mudada na seleção, pois do jeito que está a tendência e que Irlanda do Norte caminhe de volta para o que era antes, uma seleção média que raramente briga por vaga em algo.

Técnico:Michael O’Neill

Destaques:Jonny Evans, McNair e Saville

ALEMANHA: Após vir de dois fracassos seguidos a Alemanha com certeza ficou aliviada com o grupo que caiu nas Eliminatórias, pois por mais que tenha uma forte adversária como a Holanda, os outros adversários do grupo não devem oferecer muitas dificuldades para os comandados de Joachim Löw, o que será importante para o treinador possa avançar no processo de renovação da seleção e deixar a equipe preparada para não passar vexame em mais uma grande competição. E a renovação começou com a notícia de que o técnico alemão não conta mais com os serviços de Müller, Hummels e Boateng, o que deve dar mais espaço para nomes como Süle, Kerher, Gnabry, Havertz e Brandt.Durante a Liga das Nações o técnico Löw passou a escalar a Alemanha com três zagueiros e será interessante ver como ele irá desenvolver essa ideia nas Eliminatórias.

Técnico:Joachim Löw

Destaques:Sané, Werner, Reus e Kimmich

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.58.06

O técnico Joachim Löw busca um pouco de tranquilidade após dois fracassos seguidos.

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.58.11

SUÍÇA: O treinador Vladimir Petković vem realizando um dos melhores trabalhos a frente de uma seleção na Europa. A Suíça na última década já era uma seleção competitiva e famosa por sua grande força defensiva, só que com Petković no comando, a Suíça vem conseguindo dar o próximo passo. Hoje é uma seleção de médio para grande porte na Europa, que além de um ótimo sistema defensivo tem também muita qualidade no ataque, as goleadas sobre Islândia e Bélgica na Liga das Nações mostram a força do poderia ofensivo suíço. Os suíços podem não ter grandes craques mundiais, porém reúnem bons jogadores em todas as posições, o que lhes torna um dos coletivos mais fortes da Europa. Além disso, os Suíços tem bons valores jovens surgindo como Mbabu, Elvedi, Zakaria e Ajeti que se juntam a nomes mais consolidados e experientes no futebol europeu como Shaquiri, Xhaka, Sommer e Ricardo Rodriguez. A Suíça é a favorita para conquistar o primeiro lugar do grupo e uma boa candidata a surpresa na Eurocopa.

Técnico: Vladimir Petković

Destaques: Shaquiri, Xhaka, Elvedi e Zuber

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.58.17

Shaquiri que com a camisa da seleção Suiça eleva o seu nível e se torna o principal jogador da equipe.

GIBRALTAR: A seleção de Gibraltar saiu com um saldo positivo da Liga das Nações, mesmo sem o acesso a jovem seleção conquistou suas primeiras vitórias em competições oficiais, o que já é um grande feito para uma seleção onde a maioria dos jogadores atuam na liga local e nem se dedicam 100% ao futebol. Nas Eliminatórias devem ser o saco de pancadas do grupo e dificilmente deve fazer pontos. Aí está o desafio de Gibraltar nessas Eliminatórias, tentar ser um pouco mais competitiva e sofrer menos goleadas humilhantes.

Técnico: Julio Ribas

Destaques: Chipolina, Walker e Priestly

DINAMARCA: A seleção da Dinamarca chega as Eliminatórias em boa fase após conseguir o acesso na Liga das Nações. Chegam para este grupo como favoritos para conquistar uma das vagas ao lado da Suíça e será uma surpresa caso fiquem de fora da Eurocopa, ainda mais pelos jogadores que tem. Hoje a Dinamarca conta com uma mescla de jogadores com maior experiência (Eriksen, Schmeichel, Delaney e Jorgensen) com jogadores jovens de potencial (Dolberg, Poulsen, Christensen e Højberg), o que lhes dá uma margem para crescerem ainda mais. Já são uma seleção competitiva capaz de dar trabalho para seleções mais fortes, porém podem evoluir mais, já que nós grandes jogos ficam dependentes da qualidade de Eriksen para que possam ter chance de algo mais, o que é pouco pelos bons jogadores que tem e é pouco causo queira fazer algo mais na Eurocopa.

Técnico: Åge Hareide

Destaques: Eriksen, Schmeichel, Dolberg e Delaney

IRLANDA: Os irlandeses chegam em baixa para as Eliminatórias, após uma dura derrota na repescagem da última Copa e um rebaixamento na Liga das Nações, a seleção irlandesa chega com mais duvidas do que certeza. A Irlanda vem tendo problemas para renovar a sua seleção, hoje a base da equipe é formada por jogadores com mais idade que já passaram do seu auge técnico, o que ajuda a explicar a queda de rendimento da Irlanda nos últimos anos. Chega ao grupo como a terceira força, porém não me parecem em condições de conseguir ameaçar Suíça e Dinamarca na briga pelas vagas, até porque nem o fator casa vem ajudando a Irlanda ultimamente. Caso queira se classificar será necessário que a Irlanda volte a ser forte jogando em Dublin e que a equipe resolva os seus problemas na parte defensiva para ser uma equipe competitiva nos confrontos diretos contra suíços e dinamarqueses, aliás novamente a Dinamarca aparece como uma pedra no sapato da Irlanda em uma competição.

Técnico: Mick McCarthy

Destaques: Coleman, Duffy e Doherty

GEÓRGIA: A seleção da Geórgia conseguiu o acesso na Liga das Nações com uma grande campanha de cinco vitórias e um empate, a melhor campanha de uma seleção dentro de um grupo em toda Liga das Nações. Hoje a seleção conta com alguns jogadores jovens que atuam em ligas de segundo escalão da Europa, o que vem dando mais experiência para a seleção, o que como consequência melhora o nível da equipe. Já nas Eliminatórias para a última Copa a Geórgia conseguiu fazer alguns bons jogos e sendo competitiva com seleções mais fortes, o que dá esperança para que a Geórgia consiga fazer uma boa campanha nesse grupo conseguindo talvez uma terceira colocação no grupo e tirando alguns pontos de Suíça e Dinamarca que são as favoritas a classificação.

Técnico: Vladimir Weiss
Destaques: Chakvetadze, Kvirkvelia e Kvilitaia

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.58.23

Seleção da Geórgia chega com a expectativa de fazer uma boa campanha nas Eliminatórias depois de um acesso na Liga das Nações.

@SuperJhonny14

Anúncios

Deixe uma resposta