Análise dos Grupos das eliminatórias para a Eurocopa — Grupos A e B

Por Jhonata Souza

WhatsApp Image 2019-03-17 at 14.20.32

INGLATERRA: Semifinal da Copa do Mundo de 2018 e classificada para o Final Four da Liga das Nações. Os ingleses não é apenas a seleção mais forte do grupo, como é uma das favoritas para o título europeu em 2020.Southgate já implantou as suas idéias de jogo na seleção, agora o desafio nessas Eliminatórias e que ele possa desenvolver mais esse estilo na questão ofensiva e apresentar algumas variações de esquema visando momentos adversos que podem acontecer em duelos contra seleções mais fortes na Eurocopa. Além disso, o técnico inglês tem o desafio de inserir uma nova leva de jovens jogadores muito promissores na seleção como Jadon Sancho, Foden, Alexander-Arnold e Hudson-Odoi. Será uma surpresa caso não fiquem em primeiro no grupo.

Técnico:Gareth Southgate

Destaques: Harry Kane, Sterling, Rashord e Dele Alli

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.44.59Jadon Sancho, uma dos principais nomes da nova geração inglesa que vai aos poucos chegando a seleção.

REPÚBLICA TCHECA: É a principal favorita para a segunda vaga do grupo e deu sorte em cair num grupo que por mais que seja equilibrado, não tem um nível tão alto. Os tchecos tem alguns jogadores que atuam nas principais ligas da Europa, o que lhes dá uma vantagem na briga pela vaga. Só que para conquistar a vaga será preciso mostrar mais do que vem mostrando nas últimas competições, pois a cada ciclo a República Tcheca vem se tornando cada vez uma seleção de médio porte que as vezes nem sempre se classifica para as principais competições.

Técnico:Jaroslav Silhavy

Destaques:Patrik Schick, Kaderabek, Jankto e Vaclík

MONTENEGRO: A seleção de Montenegro surge como a principal adversária para a República Tcheca na briga pela segunda vaga. Porém, os montenegrinos não vivem o seu auge em termos técnicos, no começo da década o país tinha jogadores com maior destaque a nível europeu e por diversas vezes bateu na trave para participar de uma grande competição. Nessas Eliminatórias talvez tenha a sua maior chance de classificação ao cair num grupo equilibrado, porém essa chance vem com a sua pior seleção desta década. Para conquistar a vaga terão de apostar no jogo coletivo, no fator casa e na individualidade de alguns jogadores como Stefan Savic, que atualmente é o nome de maior destaque desta seleção.

Técnico: Ljubisa Tumbakovic

Destaques:Stefan Savic, Marusic e Vukcevic

KOSOVO: A seleção do Kosovo chega para a sua primeira participação nas Eliminatórias para a Eurocopa, algo que já é histórico, porém pode ficar ainda mais histórico. A jovem seleção chega com muita confiança após conseguir o acesso na Liga das Nações, numa companhia que teve duas goleadas e boas atuações. Claro que não é a uma das principais candidatas a vaga, porém existe a expectativa que consiga fazer uma boa campanha e até pelo equilíbrio do grupo, quem sabe possam sonhar com uma vaga direta para a Eurocopa, um feito que seria histórico. Jogadores com qualidade para isso eles tem, já que a seleção ganhou alguns “reforços” com a naturalização de alguns jogadores que atuavam por outras seleções e que optam por defender as cores do Kosovo.

Técnico:Bernard Challandes

Destaques:Milot Rashica, Berisha, Murić e Hadergjonaj

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.45.09Seleção do Kosovo que vai disputar a sua primeira Eliminatórias para a Eurocopa sonhando em fazer história.

BULGÁRIA: Os búlgaros passaram perto de conquistar o acesso na Liga das Nações e chegam para esta Eliminatórias com o objetivo de brigar por uma das vagas. E a seleção do grupo com menos jogadores de destaque no cenário europeu, já que boa parte da seleção atua no futebol local. A sua principal força está no seu jogo coletivo, é uma seleção bem treinada e muito chata de se enfrentar, principalmente quando atua em casa, um fator que será determinante caso queiram disputar uma das vagas.

Técnico:Petar Hubchev

Destaques: Popov, Despodov e Nedelev.

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.45.17

PORTUGAL: Os atuais campeões europeus iniciam a sua caminhada para defender o seu reinado na Europa. Os portugueses contam um vasto arsenal de jogadores de qualidade para que o seu treinador possa classificar a equipe para a Eurocopa. Esse será o principal desafio de Fernando Santos, o treinador já tem um trabalho consolidado na frente da seleção portuguesa e o desafio será evoluir este trabalho, principalmente na parte ofensiva, e aos poucos ir incluindo na seleção a leva de novos jogadores que despontam com muito potencial, casos de João Félix, Florentino e Gerson Fernandes. Esses e outros jovens se juntam a nomes consolidados no futebol europeu como Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva e Rui Patrício guiar Portugal rumo a vaga. Mas, é preciso tomar cuidado com os duelos contra Ucrânia e Sérvia, pois são seleções de qualidade e que podem complicar a vida de Portugal, principalmente quando jogaram em suas casas.

Técnico: Fernando Santos

Destaques: Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva, João Cancelo e Ruben Neves

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.45.22João Félix, um dos principais expoentes da nova geração de Portugal que promete render muitos frutos para a seleção.

LUXEMBURGO: A seleção de Luxemburgo vem em evolução nas últimas Eliminatórias que participou, antes era só mais uma daqueles sacos de pancadas para as outras seleções, hoje a seleção consegue fazer jogos equilibrados com seleções mais fortes, inclusive ganhando partidas, algo que raramente acontecia. Porém, na Liga das Nações ela ficou abaixo do que se esperava dela e vem para esta Eliminatórias buscando voltar a reta crescente que estava vivendo. O seu objetivo neste grupo e não terminar na última colocação e quem sabe tirar alguns pontos das principais equipes.

Técnico: Luc Holtz

Destaques: Vincent Thill, Sinani e Chanot

LITUÂNIA: A seleção da Lituânia vem de uma péssima campanha na Liga das Nações, onde além de ter sido rebaixada de liga, mostrou um nível técnico, tático e de competitividade bem baixo. Hoje são a seleção mais fraca do grupo e se não melhorarem o seu nível vão novamente ficar na última colocação sem se quer fazer jogos competitivos contra as seleções mais fortes do grupo. Até para atingir o seu objetivo, que é não ficar na última colocação, eles vão precisar melhorar.

Técnico: Valdas Urbonas

Destaques: Novikovas, Černych e Zulpa

UCRÂNIA: Quando era jogador, Shevchenko já era o líder da seleção ucraniana. Agora como treinador ele continua sendo a principal figura da seleção. Na liga das nações a Ucrânia surpreendeu ao conseguir o acesso de maneira tão tranquila, o que lhes dá confiança para as Eliminatórias. Uma pena que não tiveram tanta sorte no sorteio e caíram num grupo com duas seleções que individualmente tem nomes de maior qualidade e destaque no cenário europeu. Hoje a Ucrânia é a terceira força do grupo e para conquistar a vaga será necessário que o trabalho Shevchenko a frente da seleção evolua ainda mais e que o fator casa prevaleça, pois são uma seleção muito chata de se enfrentar quando atuam em casa.

Técnico: Andriy Shevchenko.

Destaques: Konoplyanka, Zinchenko e Yarmolenko.

WhatsApp Image 2019-03-17 at 13.45.30Mesmo como treinador Shevchenko continua sendo a principal esperança da Ucrânia para chegar a uma grande competição.

SÉRVIA: Os sérvios deixaram um pouco a desejar última Copa do Mundo em questão de desempenho, porém na Liga das Nações confirmaram com um pouco tranquilidade o já esperado acesso. São os favoritos para conquistar a segunda vaga já que a maioria dos seus titulares jogam nas principais ligas da Europa sendo destaques em seus times, como o caso de Milenković, Mitrović e Tadić. Individualmente são superiores aos ucranianos, porém atualmente, os comandos de Shevchenko estão a frente na parte coletiva e a Sérvia vai precisar evoluir como equipe para não ter que ficar dependendo apenas das individualidades dos seus principais jogadores.

Técnico: Mladen Krstajić

Destaques: Tadić, Mitrović, Jović e Matić

@SuperJhonny14

Deixe uma resposta