Reestreia, vitória e quebra de tabu: ANÁLISE TÁTICA – PALESTINO 0x1 INTERNACIONAL

Por Luiz Martins

Em jogo nervoso, devido a falta de experiência de muitos jogadores, o Internacional fez sua reestreia na Libertadores, em Santiago no Chile contra o Palestino, vencendo pelo placar de um a zero, conquistando 3 pontos importantíssimos em sua jornada na competição.

No começo da partida as ações ofensivas se concentram bastante pelo centro do campo, onde a posse de bola era nitidamente do Palestino. O técnico Odair Hellmann resolveu apostar na força física e nas saídas rápidas ao ataque (modelo de jogo que o garantiu a participação na fase de grupos da Libertadores), sendo um time reativo no início, marcando o adversário com uma ótima sustentação defensiva. Postado no 4-1-4-1, se colocava em um bloco médio (com a linha de meio próxima a zona central do campo), tendo os jogadores de interior (Patrick e Edenílson), se desgarrando da linha e acompanhando os interiores do Palestino, quando estes se aproximavam do volante Farias, ao realizar a saída de bola, obrigando o time chileno a utilizar bastante seus laterais, para avançar. O time colorado congestionava o centro do campo, dificultando as principais jogadas do adversário, que em jogos passados utilizava muitas infiltrações por dentro em trocas de passes entre meias interiores, meia armador (Luis Jimenez) e um dos atacantes que descia até a linha do armador, para tabelar.
Assim o Palestino conseguiu apenas uma única chance perigosa, que contou com falha do sistema defensivo colorado, mas foi anulada por um impedimento do atacante Gutierrez.

inter1Marcação colorada em bloco médio (Fonte: Instat/Edição: Juno Martins)

Passando a sentir-se mais confortável em solo chileno, o Inter já conseguia reter mais a bola e buscar algumas jogadas mais trabalhadas. Edenilson era quem buscava iniciar a construção de jogadas e buscava muitas jogadas junto a Zeca e Pottker, jogador que demonstrava se movimentar, as costas dos marcadores, no espaço entre zagueiro, meia interior e lateral, invertendo a bola para o lado esquerdo buscando as infiltrações de Patrick e Nico López, que recebiam a bola e conduziam com agressividade próximo à área. O uruguaio parecia estar mais preso ao lado esquerdo, para aproveitar as costas do lateral direito, que subia bastante a marcação, possibilitando sempre o camisa sete colorado, buscar o 1×1 e encontrar companheiros infiltrando na área pelo lado inverso. Assim Nico conseguiu alguns ótimos cruzamentos para Pottker. Ao longo da partida essa ação ofensiva se inverteu, com Nico sendo o jogador abaixo do vértice, invertendo bolas para Pottker se colocar no 1×1 contra o lateral esquerdo e zagueiro, mas como o atacante não possui um bom drible como sua principal característica, sentia dificuldades nos embates.

inter2Edenilson participativo na saída de bola, Pottker era o jogador com maior movimentação e Nico López sempre partindo da esquerda e retornando para o centro auxiliando na construção, no 4-3-3 colorado (Fonte: Instat/Edição: Juno Martins)

O Palestino sedia muito espaço para que o Inter pudesse se postar rapidamente em seu campo. Estes espaços, principalmente pelo centro do campo, eram mal explorados pelas colorados, que buscavam lateralizar demais o jogo e buscar cruzamentos. Assim o Palestino recuperava a bola, e com passes rápidos chegava ao gol colorado e em muitas chegadas, com chutes de média e longa distâncias, obrigava o goleiro Marcelo Lomba a fazer defesas importantes dentro do jogo. Com isto o goleiro foi um dos destaques da partida.

Vendo a dificuldade de sua equipe se organizar para atacar, Odair alterou Pedro Lucas, jogador da base que fez sua estreia em uma competição intercontinental, mas devido ao baixo volume ofensivo de finalizações e demasiados cruzamentos errados do Inter, não teve boa jornada, apesar de um cabeceamento perigoso no primeiro tempo, por Rafael Sobis. A ideia era incluir um jogador mais móvel à frente, na tentativa de se associar com os meias, mas o jogador não teve efetividade em suas ações.

inter3A falta de um jogador que explorasse melhor o centro do campo foi nítida no segundo tempo colorado. Nico estava muito preso ao lado esquerdo (Fonte: Instat/Edição: Juno Martins)

Após por lesão, Rodrigo Dourado cedeu lugar a Rodrigo Lindoso, que não possui a mesma característica de ser um grande marcador, mas o jogador teve uma boa participação no jogo, conseguindo alguns desarmes importantes e com seus passes longos encontrava companheiros já em transição, levando o time ao ataque.

Mesmo que demonstrasse muitas dificuldades, após um belo desarme de Victor Cuesta, evitando uma finalização do Palestino, o Inter conquistou uma falta próximo à área adversária, que se converteu no gol que abriu o placar e garantiu a primeira vitória colorada em uma primeira fase de Libertadores. Ainda ocorreu a entrada de Andrés D´alessandro, que em um lance cara à cara com o goleiro, fez a escolha errada e chutou em gol, tendo Pottker pisando sozinho na área no lado oposto, mas a entrada do argentino serviu apenas para reter a bola e garantir a vitória.

 

Mesmo que não tenha feito um grande jogo, demonstrando as mesmas dificuldades apresentadas neste início de 2019, o time gaúcho conseguiu seu a vitória, em seu retorno ao maior torneio continental sul-americano e lidera seu grupo.  O jogo, que contou com doses de nervosismo devido a muitos jogadores ainda não possuírem a experiência e entendimento de uma competição como esta, foi importante por dar maior confiança a este grupo, tanto dentro da competição, quanto pro restante da temporada. Foi um bom retorno, mas que para pensar em uma melhor vida na competição, deverá já ter em mente uma evolução nas ideias de jogo, demonstradas até o momento.

@ojunomartins

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s