Por que entendimento tático se tornou imprescindível para o goleiro?

Por Valdir Bardi

whatsappimage2019-01-29at15.50.25

Todo profissional de futebol que cresceu jogando bola e passou sua adolescência dentro de um clube de futebol, chegou a ter, mesmo que sem a fama que dos maiores do mundo, a experiência de ser profissional, então sabemos que você entende que uma partida de futebol se ganha nos mínimos detalhes. Detalhes esses que passam sobre os fatores da alta performance, sendo eles, técnicos, táticos, físicos e psicológicos, e é exatamente sobre o fator tática que vamos nos aprofundar hoje.

O fator tática, dentro dos fatores de alta performance de um goleiro no jogo, talvez seja o que mais se evoluiu pelo mundo a fora. No Brasil não se dava tanta importância nas décadas passadas, tendo o reconhecimento da importância quando passou se a entender a real importância do goleiro dentro do modelo tático de uma equipe e suas funcionalidades dentro dela.

Se procurarmos a palavra tática no dicionário, acharemos que é “qualquer elemento componente de uma estratégia”. Partindo desse significado e trazendo para o nosso dia a dia, é onde o assunto começa a se tornar interessante e ao mesmo tempo complexo. Vemos que o simples fato de se fechar o ângulo num enfrentamento contra o atacante já é uma tática usada para defender a baliza.

Mas como bem mencionamos acima, o jogo de futebol evoluiu a nossa posição de goleiro evoluiu mais ainda, a tática que também pode ser considerada uma arte de se pensar bem o jogo com intuito de levar vantagem de modo correto sobre o adversário, não se limita somente quando defendemos, quando o goleiro é parte ativa de um time, acaba ajudando por diversas vezes a equipe numa transição defensiva/ofensiva, fazer o gol, numa transição ofensiva/defensiva gerar superioridade numérica e manter a posse de bola, dentre tantas outras funções que se pode realizar dependendo a característica de jogo da equipe.

O curso da ATFA (AFA) resume bem o termo tático da seguinte maneira

“→ A tática NÃO se executa: representa a parte NÃO visível do movimento e é sinônimo de processos mentais”.

Quais seriam esses processos mentais mencionados na frase a cima? A resposta começa com a seguinte pergunta; o que precisamos saber para utilizar a técnica certa na hora de uma defesa? Se a sua resposta foi: “tomar a decisão certa e reagir com velocidade para realizar um movimento determinado para defesa”, parabéns. Todo esse processo cognitivo faz parte de tática e pode muito bem ser treinado durante a periodização do preparador de goleiros.

Sendo de real importância procurarmos goleiros inteligentes que possam resolver problemas de formas simples e eficazes, podendo ser variantes de tática ou não, o entendimento dos atletas facilita e muito a vida do preparador de goleiros, do treinador da equipe e do próprio goleiro. Se você é goleiro e está lendo esse artigo, fica a dica.

@voagoleiro

Fontes: ATFA – Preparador de goleiros Licença B.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s