Margem para evolução — ANÁLISE TÁTICA CORINTHIANS 1X1 SÃO CAETANO

Por Jhonata Souza

No último domingo dia 20, o Corinthians estreou pelo paulistão 2019 contra o São Caetano na Arena Corinthians, a partida terminou em 1×1, o gol do Timão foi marcado no último lance do jogo pelo zagueiro Henrique, enquanto Rafael Marques foi quem fez o gol da equipe do ABC paulista. O técnico Fábio Carille escalou o time da seguinte maneira: Cássio; Fagner, Marllon, Henrique e Avelar; Richard, Ramiro, André Luis, Jadson e Sornoza; Gustavo. A única mudança em relação ao amistoso contra o Santos foi a entrada de Marllon na zaga no lugar de Pedro Henrique. No momento ofensivo, o time esteve postado no 4-2-3-1 que deve ser o esquema base nessa primeira metade de temporada. Já na fase defensiva, o time esteve postado no 4-4-2 com Jadson e Gustavo à frente das duas linhas de quatro, como pode ser visto nas duas imagens a seguir.

ds

ds

Essas estatísticas ajudam a mostrar como foi o primeiro tempo da partida. O Corinthians teve a posse na maior parte do tempo, porém esbarrou nas dificuldades de criação e num adversário bem postado na defesa. Novamente o lado direito foi o mais explorado no ataque, com Fagner, André Luis e Ramiro por ali surgiram as melhores jogadas da equipe no primeiro tempo. Só que diferentemente do amistoso contra o Santos, a atuação de André Luis não foi tão boa, o ponta estava nervoso e cometeu alguns erros bobos, além de algumas faltas no campo de ataque. O lado esquerdo foi novamente o ponto fraco do ataque, Sornozaclaramente não está acostumado na posição de ponta pela esquerda e sente a falta de um lateral de maior qualidade no ataque, Avelar no primeiro tempo pouco subiu ao ataque, o que deixava Sornoza sozinho naquele lado do campo.

dsDados via SofaScore.

De positivo teve mais uma boa atuação de Fagner sendo uma importante válvula de escape na direita, além dele cabe se destacar a boa partida de Marllon na zaga. Gustavo também fez um bom jogo, fazendo bons pivôs e dando trabalho para zaga adversária, porém faltou um pouco mais de capricho na finalização. Algo que faltou um todo o time, pois tirando o lance do gol, o Corinthians não finalizou nenhuma vez na direção do gol rival. Apesar do pênalti, Richard fez um bom jogo, foi importante achando companheiros nas entrelinhas com o seu passe e ao lado de Ramiro formou uma dupla bem promissora ali no meio, o lance do pênalti deu uma abalada na sua confiança, mas foi bem no todo.

O grande destaque individual do time ficou com Ramiro. No seu primeiro jogo oficial já deixou boa parte da torcida apaixonada com o seu futebol. Ele foi muito participativo no jogo, seja na saída de bola, explorando os espaços pela direita, ajudando na criação das jogadas ou aparecendo para finalizar alguma jogada, como pode ser visto no vídeo a seguir que mostra uma jogada que retrata bem a sua atuação. Vídeo feito pelo @sccpscouts

Outro ponto que chamou atenção na atuação de Ramiro foi o quanto ele se movimentou em campo, ele apareceu em todos os setores do campo, seja no ataque ou na defesa. Ele é um jogador muito versátil, como já foi dito antes no texto de análise dos reforços, nas mãos de Carille é um ouro que tem o potencial de ser ainda melhor lapidado do que já vem sendo.

dsMapa de movimentação de Ramiro no duelo contra o São Caetano via SofaScore.

O São Caetano não ofereceu muito perigo ao Corinthians, a maioria das suas finalizações foram em chutes de fora da área que não levaram perigo ao gol de Cássio. O azulão se aproveitou dos espaços dados pelo Timão na entrada da área, pois a equipe de Carille teve problemas no momento da recomposição defensiva. Em certos lances o São Caetano encontrou apenas Richard na frente da linha de defesa, ou só Richard e Ramiro na frente da linha de 4 sem a ajuda dos pontos na recomposição. O que é mostrado nas imagens a seguir.

dsds

No segundo tempo as coisas melhoraram para o Corinthians. Nós primeiros 30 minutos do segundo tempo vimos uma equipe mais aguda e agressiva e as substituições ajudaram nessa mudança de atitude. Pedrinho e Gustavo Silva entraram mais ligados no jogo que André Luis e Sornoza. Outro fator foi o fato de Avelar ter aparecido bem mais no ataque, o lado negativo disso é que por mais que o Avelar apareça bem como opção para as inversões de jogo, falta qualidade técnica ao lateral, o que acaba prejudicando a equipe.Mesmo com a melhora, a equipe continuou semconseguir acertar a direção do gol. Após os 30 minutos do segundo tempo e a saída de Richard para entrada de Vital, o rendimento acabou caindo, muito pela questão física. O São Caetano é um time que teve uma pré-temporada mais longa e levou vantagem na reta final de jogo.Quando tudo parecia perdido, o Timão chegou ao empate no último lance com Henrique, após uma cobrança de escanteio o zagueiro nem precisou subir para mandar a bola para o fundo das redes. O gol no final acabou deixando as coisas mais justas, pois o time não mereceu perder. A exibição contra o São Caetano mostra que existe uma margem para evolução, as ideias estão aí, só faltam ser melhor desenvolvidas e em comparação a reta de final do último ano já podemos dizer que houve uma boa melhora na organização da equipe em campo.

ds

@SuperJhonny14

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s