Como estudar futebol?

Por: Camila Lima

WhatsApp Image 2019-01-01 at 17.53.49

Início de 2019 e a pergunta que mais recebi no Twitter durante o ano passado relacionava-se a como estudar futebol e o que estudar para entender esse jogo tão maravilhoso. A partir disto, resolvi escrever um texto, porém não é um manual, não é o único jeito nem tão pouco o mais eficiente. É apenas a maneira como a autora consegue se organizar em seus estudos.

Captura de tela 2018-12-31 13.02.32

É preciso entender também as características da modalidade: futebol é um jogo imprevisível, aleatório e variável e isso fala muito sobre o quão caótico são as ações desse jogo.

Tenho belas referências do mundo acadêmico pra indicar: Juan Pablo Greco, Júlio Garganta, Israel Teoldo (embora este tenha uma linguagem um pouco rústica, na minha opinião), José Guilherme, Alcides Scaglia, Isabel Mesquita e o próprio Jorge Castelo, que foi supracitado. Na prática também consigo citar alguns nomes conhecidos por vocês: Eduardo Cecconi (analista de desempenho), Rodrigo Leitão (ex-treinador da equipe sub20 do Santos), Rodrigo Ferrari (auxiliar técnico do Oeste-SP) e Leandro Zago (treinador da equipe sub17 do Atlético Mineiro). O que eles têm em comum? Todos produzem conteúdo e conseguem aliar a teoria à pratica, algo que é fundamental.

Temos alguns jornalistas que se destacam também, não só pelo entendimento do jogo, mas por textos didáticos e leves que te fazem compreender o perfil de cada time, o que aconteceu em uma partida, as tendências no futebol atual e afins. São eles: Leonardo Miranda (colunista do Globo Esporte), Renato Rodrigues (jornalista dos canais ESPN), Raí Monteiro (jornalista do blog taticamente falando), Rafael Oliveira (jornalista dos canais ESPN), Gabriel Dudziak (jornalista das Rádios Globo e CBN), Gustavo Fogaça (comentarista GauchaZH e analista de desempenho com licença da CBF), Bruno Formiga (comentarista do Esporte Interativo) e tantos outros perfis que poderia citar pelo nível alto de conteúdo publicado.

nova01 (1)
Fonte: Universidade do Futebol

Mas o que estudar?

É necessário entender as definições de técnica, tática, estratégia, preparação física, que são vertentes do futebol. A tática se tornou algo mundialmente discutido, então entender seu conceito e o que ela abrange é indispensável para um bom entendimento.

nova02
Fonte: Universidade do Futebol

O jogo de futebol é regido por princípios, que poderíamos dizer que são regras que os jogadores seguem dentro de campo de acordo com o modelo de jogo de cada treinador, pois podem ser aplicados de diversas maneiras. Por exemplo: um treinador pode preferir ter amplitude máxima com os pontas nos corredores laterais, enquanto outro prefere que os laterais exerçam tal ação. O princípio é o mesmo, mas com aplicabilidade diferente e assim é o jogo. Identifique padrões de comportamento. É impreterível observar o jogo, as ações dos jogadores de maneira tanto coletiva quanto individual e a partir disso criar indagações para serem respondidas. As bases de dados, como mapas de calor, por exemplo, podem te ajudar, porém são complementos e uma ressalva importante: é preciso saber analisar os números, mapas e todos os outros dados. A análise precisa ter qualidade em detrimento de quantidade.

02
Fonte: Universidade do Futebol

Não é só uma questão de coletar dados. É preciso saber o que fazer com eles.

Busque conceitos importantes também, como ‘’modelo de jogo’’, ‘’sistemas táticos’’, ‘’posição x função x posicionamento’’, ‘’momentos do jogo’’, ‘’tipos de ataque’’, ‘’tipos de defesa’’, ‘’transições’’, ‘’a mudança de paradigma no futebol’’, pois são partes importantes do jogo e algo que sempre vamos ler por aí. Uma dica que sempre dou e que o Eduardo Cecconi me passou um dia: busque os princípios e/ou conceitos dentro do jogo (mesmo que pela televisão), treine o olho com papel e caneta na mão. É natural sentir alguma dificuldade no começo, mas depois as coisas começam a ficar mais claras e o jogo começa a ter outra perspectiva. Conhecê-lo só me fez ficar ainda mais apaixonada por ele.

Além de tudo isso, ter referências de diversas escolas no futebol te ajudam a pensar o jogo. Eu, por exemplo, tenho as minhas preferências pelas escolas portuguesas e espanholas. Busque livros dos mais diversos autores e que são referências na área e até os que não envolvem futebol também, como nos contempla João Paulo Medina em um texto publicado em 2007, na Universidade do Futebol, intitulado ‘’o que é futebol?’’:

‘’É neste sentido que o filósofo português Manuel Sérgio, inspirador de alguns conceitos adotados pelo destacado treinador de futebol José Mourinho, costuma dizer que “quem quiser saber de futebol apenas estudando futebol, jamais saberá o que é futebol”. Isso significa dizer que para entender de futebol, ou melhor, para entender o futebol, não basta conhecer alguns elementos técnicos do jogo, mas sobretudo é preciso buscar a compreensão da complexidade humana e social que está por trás dessa fascinante modalidade esportiva.’’

Ainda nessa perspectiva deixo um texto do Hudson Martins, também da Universidade do Futebol, como um complemento para nossa discussão: Das literaturas sobre futebol.

Preciso ser formado em Educação Física?

Sou bacharel em Educação Física e isso me deu uma boa base, um leque de referências e um entendimento amplo do funcionamento do corpo humano. Noções de anatomia, fisiologia, bioquímica, ações e reações do corpo durante o exercício físico, metodologias de treinamento, planejamento. Acredito ser fundamental, porém é extremamente possível, e temos vários exemplos, ser um bom ‘’profissional do futebol’’ sem essa formação acadêmica. As experiências adquiridas ao longo da vida fazem parte e são importantes no processo. Se você leitor ainda não tiver formação acadêmica ou está em dúvida do que cursar essa pode ser uma boa dica (o curso é maravilhoso, mesmo sendo suspeita a falar).

Tite, atual treinador da Seleção Brasileira, também falou sobre isso: Clique aqui.

01
Fonte: Universidade do Futebol

Onde estudar?

Hoje temos uma gama de conteúdos sobre futebol sendo publicados na internet, que vai desde a boa resenha até uma análise mais detalhada. Nessa ideia de ‘’pensar o jogo’’ surgiram alguns canais que te ajudam nessa caminhada: o projeto Footure FC, nós do site MW Futebol (na minha coluna falo exclusivamente de conceitos, por exemplo), podcasts como o do Imigrantes da Bola e o Linha Lateral, nossas parceiras como a Universidade do Futebol e a Editora Grande Área. Nesses canais é possível encontrar livros, cursos, artigos e muito conteúdo futebolístico pra te ajudar nessa busca de compreender melhor esse universo futebolístico. Procurar ementas de cursos de pós-graduação em futebol te ajuda a organizar os conteúdos, podendo ser mais uma opção. Procure sempre debater! Esse network de ideias, contrapontos e diferentes interpretações são importantes pra toda evolução, não apenas a futebolística.

Chegamos em 2019, completamos um ano de canal e é uma boa hora pra redesenhar nossos planos e aprender mais sobre a melhor invenção do homem pode ser uma das metas a ser alcançada. Respeitamos aqueles que apenas querem sentir o jogo, torcer pelo seu time e gritar gol nas arquibancadas ou na televisão (não tem problema algum nisso – o futebol é maravilhoso e nele cabe todos os tipos de manifestação), porém esse texto foi direcionado para tantos pedidos de como começar a conhecer cada vez mais da modalidade que amamos.

O MW Futebol estará sempre aqui, com mais conteúdos e novidades para juntos elevarmos o debate e fomentar ideias e como diz o nosso lema: aprendemos juntos! Até breve, amigos!

50
Fonte: Universidade do Futebol

@camilaaveiro

Anúncios

Um comentário sobre “Como estudar futebol?

  1. Muito bom o seu texto. Acrescentaria, quando se fala em estudar futebol, prestar atenção ao desenho tático, e às substituições feitas, esse último item considero fundamental pois mostra o trabalho do treinador. A virada do primeiro para o segundo tempo também deve ser analisada, por ser um momento de total intrvenção do comandante.

Deixe uma resposta