Qual dos dois últimos Barça campeões da Champions que mais te encantou? Parte 1 – ANÁLISE TÁTICA BARCELONA 3 x 1 JUVENTUS

Sarrismo
O Barcelona sagrou-se campeão da Champions League 2015, com uma ótima campanha, foram 11 vitórias, 0 empate e 2 derrotas em 13 jogos, sendo 31 gols marcados e apenas 11 sofridos. Um time sólido defensivamente e muito forte na zona ofensiva, sempre buscando a posse da bola e mantendo sua identidade, mais uma vez o time espanhol encantou o mundo.
A grande final, foi contra a fortíssima Juventus, entretanto os italianos não foram páreos para o trio MSN (Messi, Suárez e Neymar). Neymar e Suárez marcaram, Messi  orquestrou, o Barcelona fez ótima final e sagrou-se campeão, vencendo a Juve por 3 X 1, o gol de honra da Velha Senhora foi anotado por Morata.
No lindo estádio de Berlim-ALE, o Barcelona conquistou sua última Champions League e com direito a show do trio MSN.
O técnico Luís Henrique, levou a campo uma equipe no 4-3-3, com diversas variações e mantendo o propósito maior (ter a posse da bola), os Culés terminaram a final com 62% de posse, além de serem agressivos e incisivos nas finalizações, tiveram 17 conclusões (Sendo que 15 chutes foram dentro da área, isso mostra a qualidade da equipe ao trocar passes curtos e rápidos, tendo profundidade, amplitude e infiltrações, para gerar espaços e penetrar na defesa adversária)
Abilío Team
O trio MSN tinha liberdade para explorar os lances individuais, enquanto os dois laterais eram fundamentais no apoio e o meio-campo valorizava a bola, trocaram 565 passes (87% de precisão).
O primeiro gol saiu logo aos 4 minutos, após uma jogada características do Barça e que terminou no arremate de Rakitic.
Abilío Team
  1. Lionel Messi tem dois marcadores a sua frente, o argentino tem a opção no passe entrelinhas para Iniesta, porém o jogador tem três adversário nas suas costas, o camisa 10 percebe e prefere fazer o lançamento em direção ao lateral-esquerdo Jordi Alba, o lateral deu amplitude e agrediu o espaço deixado por Neymar o brasileiro afunilou para o meio e aproximou-se de Suárez). Rakitic está do outro lado, no half-space (corredor interno);
  2. Neymar recebe a bola de Alba e cercado por três jogadores, acha um pequeno espaço e realiza o passe no ponto futuro, em direção ao capitão Iniesta, que infiltrou-se e aproveitou-se do buraco na defesa italiana;
  3. Rakitic projeta-se em direção ao gol e fica livre, o Croatá recebe o passe de Iniesta e abre o placar. Mesmo com 9 jogadores na grande área, a Juve não conseguiu diminuir os espaços e evitar as trocas de passes rápidos e às movimentações dos Culés.
O Barcelona manteve a posse e explorou os lados dos campos, os dois laterais dão amplitude e profundidade, além de serem agressivos e importantes nas subidas ao ataque.
Abilío Team
Mesmo com inferioridade na zona da bola, os espanhóis tiveram qualidade e velocidade nas trocas do passes, Suárez saiu da referência e fez a jogada, o lateral Dani Alves apareceu como elemento surpresa e finalizou, dando trabalho ao goleiro Buffon.
O time da Catalunha foi regido pelo argentino Lionel Messi, principal figura da equipe. O camisa 10, flutuou nas entrelinhas e ocupou os espaços, foi responsável por dar sequências nas jogadas até o último terço, fez muito bem a associação do terceiro homem, com triângulações e finalizações. Foi outra forma de levar perigo a baliza do oponente.
Abilío TeamImagem: SofaScore
Mapa de calor de Lionel Andres Messi, o camisa 10 do Barcelona está por todos os setores do campo e atua principalmente nas entrelinhas.
Apesar de sofrer 14 finalizações na sua meta, o goleiro Ter Stergen foi pouquíssimo exigido, pois a Juventus não conseguiu penetrar no sistema defensivo do time espanhol. A Velha Senhora teve 9 finalizações de fora da área, mas esbarrou-se na forte marcação do Barcelona, que contava com a recomposição rápida e compactada dos seus atletas de meio-campo, diminuindo às obrigações de marcação do trio MSN.
Abilío TeamBarcelona marcando no 4-3-3, com às linhas próximas e pressão no portador da bola, obrigando o rival ao chute de média distância.
Os Culés tiveram ampla superioridade e o domínio do duelo na primeira etapa, entretanto a Juventus retornou pressionando e alcançou o empate aos 10 minutos do segundo tempo.
Abilío Team
No rebote da finalização de Tevez, o centroavante Morata estava livre e empatou a partida. O lateral Daniel Alves deixou o seu lado e foi tentar impedir a finalização de Tevez, com isso deixou um grande espaço para Morata aproveitar. O Barça tinha 4 jogadores próximos e nenhum na marcação do atacante da equipe adversária.
Após alcançar o empate, a Juventus teve uma boa sequência, levando perigo a baliza do seu oponente. Entretanto, aos 33 minutos em grande jogada de Messi, o centroavante Suárez aproveitou o rebote e colocou os espanhóis novamente na frente do placar.
Messi quebra a marcação com velocidade, agilidade e dribles precisos, a ” Lá Pulga” chuta forte ao gol de Buffon e na sobra, o “El Pistolero” faz o segundo gol Barcelonista.
O coach Luís Henrique realizou algumas mudanças (entraram Xavi, Mathieu e Pedro nos lugares de Iniesta, Rakitic e Suárez) e viu sua equipe comportar-se bem nos minutos finais. No último minuto de jogo, o Barcelona armou um contragolpe fuminante e liquidou a grande final, o gol foi a coroação para Neymar Jr, um dos destaques da competição.
Contra-ataque com muita velocidade, Neymar faz a tabela com Pedro e finaliza no meio das pernas de Buffon, dando números finais ao duelo.
O Barcelona foi superior e mereceu a vitória, sempre atuando de acordo com a identidade do clube, porém teve um elemento a mais, a genialidade e individualidade do trio MSN, os três foram responsáveis diretos por mais uma conquista de Champions League ao time da Catalunha. Irei encerrar com alguns dados de um dos maiores tridentes que tive a oportunidade de assistir.
MESSI – SUÁREZ – NEYMAR
Gols – 2
Finalizações – 13
Dribles sucedidos – 11
Grandes chances perdidas – 1
Grandes chances criadas – 1
Passes precisos – 88,4% (Messi); 84,6% (Suárez); 79,2% (Neymar)
Passes decisivos – 5
Lançamentos precisos – 8
Duelos ganhos – 29
Faltas sofridas – 13
Cortes – 2
Interceptações – 1
Abilío Team
Anúncios

Deixe uma resposta