O renascimento de Marco Reus

Por João Victor Cardoso

SarrismoFoto: REUTERS/Wolfgang Rattay

Marco Reus tem passado por um processo de ressignificação da sua figura em campo. Mesmo do alto de seus 29 anos, já havia passado da hora de ser testado em outras posições, além da ponta, pois as recorrentes lesões tornavam a sua permanência na lateral do campo insustentável, pois tinha de fechar o corredor, acompanhar o lateral adversário e também criar situações de gol. Assim, passou do típico ponta-construtor (ponteiro que corta para o meio em busca do arremate e das construções) para um meia-atacante que mescla características da função de um “10 clássico” com seu próprio espírito goleador e de definição que conhecemos bem.

O resultado dessa mudança está sintetizado nas próximas linhas, mas antes é preciso contextualizar alguns fatos que foram crucias para essa transformação. O principal desses acontecimentos é a chegada do suíço, Lucien Favre, na casamata do Signal Iduna Park. O treinador, que já trabalhou com Reus durante seu período no Borussia Mönchengladbach, soube potencializar as principais virtudes do atacante, realocando-o para o meio de campo, atrás do centroavante, como uma espécie de ponta-de-lança. Assim, o capitão dos aurinegros não teria mais de ficar preso à lateral do campo, mas, na verdade, teria uma liberdade posicional gigantesca para buscar espaços e organizar ataques.

O crescimento, em decorrência dessa alteração, foi exponencial. Reus, hoje em dia, tem um leque de jogadas extremamente variado e se mostra muito mais confiante para arriscar dribles e conduções do que quando estava na ponta-esquerda. Favre conseguiu o feito de transferir um jogador habituado à linha lateral do campo, cheio de limitações espaciais, para um lugar muito mais amplo e povoado por adversários, mantendo o alto nível de suas atuações.

SarrismoPlanilha com os números do meia alemão na Bundesliga e UCL. Números: Whoscored. Feita por João Victor Cardoso.

Marco Reus mantém o drible e a frieza nas finalizações como ponto principal de seu estilo de jogo, mas acrescentou a isso muitas jogadas. Por exemplo, agora, partindo do meio, pode recuar até a altura dos volantes para receber passes na entrelinha e puxar transições em velocidade. Além disso, também flutua entre todos os corredores do campo. Assim, se orienta pelo posicionamento da bola e usa sua inteligência para atacar os espaços e estar “no lugar certo e na hora certa” para dar uma assistência ou finalizar a baliza adversária. Também acresce muito na pressão alta do Dortmund, fechando linhas entre os volantes e atacando com ferocidade os portadores da bola.

É possível sintetizar toda essa renovação na forma de jogar de Reus em algumas palavras faladas por Johan Cruyff, uma das grandes figuras do futebol mundial dos últimos tempos. Cruyff teria dito: “O que é velocidade? A mídia esportiva sempre confunde velocidade com visão. Veja, se eu começar a correr antes que os outros vou sempre parecer mais rápido.”. Reus, auxiliado por Favre, aprimorou sua inteligência e visão para que não precisasse mais se mover e fazer tanto esforço como antigamente. Hoje em dia, conhece os atalhos do campo (até pela experiência) e sabe usá-los. Assim, parece que se multiplica em campo e aparece muito mais para o jogo, não pela sua capacidade física que melhorou ou por uma simples mudança de modelo de jogo, mas, sim, pela sua esperteza em aparecer nos espaços livres.

27e35f06-8ffd-45ea-a27c-37d034e7590fFoto: OptaFranz/Twitter

Portanto, como podem ver, há uma bela simplicidade nas ações de Reus. O alemão só é extremamente inteligente e perspicaz para notar as debilidades nas linhas adversárias e saber explorá-las. Como diria Leonardo Da Vinci, um dos maiores personagens do movimento renascentista italiano: “A simplicidade é o último grau de sofisticação”. Marco é mais uma prova que no futebol e na vida, num geral, talento não é tudo. É preciso cérebro para saber se coordenar dentro e fora de campo.

@jvcardoso05

Anúncios

2 comentários sobre “O renascimento de Marco Reus

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s