Valendo a liderança do Grupo C – PRÉ JOGO DE PSG x LIVERPOOL

Por Daniel Klabunde e Alif Oliveira

city ataque em superioridade

Nesta quarta-feira teremos o confronto entre os dois clubes considerados favoritos à passar para as oitavas de finais da Uefa Champions League, e esta partida pode decidir quem será o líder do grupo, claro que também depende da partida entre Napoli (6 pts) e Estrela Vermelha (4pts), em caso de empate em Paris e o Napoli vencer a partida, o time do país da bota assumirá a liderança.

Pelo lado do Liverpool há uma incógnita sobre qual sistema tático será usado por Jurgen Klopp, o seu tradicional 4-3-3 ou o seu novo 4-2-3-1. Pelas partidas recentes acreditasse no 4-3-3, pois é o sistema sempre usado em jogos maiores, de maior intensidade, onde o comandante possui mais confiança em seus jogadores e por ser uma forma de jogar mais entrosada da equipe, diferente do 4-2-3-1, onde foi utilizado apenas em jogos de menos intensidade, com adversários mais fracos podemos dizer.

Na última partida pela Premier League o Liverpool sofreu no primeiro tempo para chegar ao gol do Watford, muito pela movimentação errada dos homens de frente e de Firmino que também foi muito bem marcado, e abusaram dos lançamentos com Van Dijk e Henderson. Firmino que foi muito bem na temporada passada atuando como o falso 9, recuando e servindo seus companheiros como se fosse o camisa 10 da equipe, nesta temporada vem realmente atuando nesta posição, sendo o homem entrelinhas na defesa adversária e deslocando Salah para a posição mais avançada.

Mas ainda é preciso alguns ajustes na movimentação dos meio campistas, que precisam intercalar na faixa central para receber a bola, e não dar amplitude deixando o meio com um espaço vazio.

IMG-20181127-WA0103Posicionamento errado dos meio campistas na saída de bola.
IMG-20181127-WA0102Posicionamento correto na saída de bola.

Com a movimentação correta é possível ter superioridade numérica no meio campo, pois o PSG costuma jogar apenas com Verratti na frente da zaga, Di Maria e Draxler não são marcadores de origem, e assim obtendo sucesso nas investidas de ataque.

Caso Klopp opte pelo 4-2-3-1, ao meu ver, deveria proporcionar uma mudança no posicionamento de ataque, deslocando Firmino para a frente, Salah voltando ao seu lugar na esquerda e Shaqiri atuando como o jogador entre linhas. Mas porquê? Firmino é mais produtivo perto da área, tanto para finalizações quanto para servir os seus companheiros, sendo pivô ou dando passes decisivos. Outro ponto é Shaqiri com sua velocidade, da mais dinâmica no ataque e tem grande capacidade de drible, além de ter ótima conclusão de longa distância. E Salah, é claro, no seu lugar habitual, aberto pela direita executando bons dribles e concluindo muito bem de perna esquerda cortando para o meio.

Por outro lado, a defesa terá que ter muita atenção com o forte ataque parisiense, com Neymar sempre perigoso com os seus dribles e Mbappe com usa velocidade. A dupla de zaga dos Reds deve ter Van Dijk e Gomez, que vem fazendo ótima temporada, com segurança e não cedendo muitas bolas aos adversários. Fechando a linha defesa estaram Robertson e Arnold pelas laterais. No meio campo está outra dúvida pois há vários jogadores para a posição, mas a escolha deve ser Fabinho e Wijnaldum para dar mais segurança à defesa.

Essa escalação, é claro, pensando no sistema 4-2-3-1.

O PSG vem a campo para tentar evitar o vexame de ser eliminado já nas fases de grupos. A tendência é que Thomas Tuchel adote a formação dos seus jogos anteriores pela Ligue 1 e Champions League, com o 1-3-4-3-, podendo adotar conforme a partida a formação de 1-4-3-1-2 com a ressalva que Cavani volta ao time titular depois de um período de recuperação de sua lesão. É esperado que os parisienses entrem com uma motivação, estando em vista que o resultado positivo pode dar a classificação para o time de Neymar e Mbappé, que logo, estão recuperados para a partida no Parc des Princes.

Na última partida contra o Napoli pela UCL o time mostrou bastante intensidade na pós-perda de sua posse e com uma intensa movimentação de Neymar acionando Mbappé, mas conteve erros ainda frequentes de defender sua área. Por isso, a expectativa para a partida é que Tuchel contenha mais o grande aspecto físico da equipe dos Reds, já que ele tem apenas Verratti como guardador de área mas que obviamente não pode conter sozinho o poderio ofensivo do trio formado por Mané, Firmino e Salah.

IMG-20181127-WA0104Neymar deve acionar mais Mbappé agora pela direita, já que Cavani volta a gerar profundidade no centro do ataque.

Pensamos que se Tuchel vá mesmo com a formação com 3 zagueiros, é claro ao meu ver que ele irá recuar um de seus volantes para que forme uma linha de 4, para então atacar a equipe do Liverpool em superioridade numérica com 6 jogadores incluindo seus laterais que são considerados muito ofensivos.

Neymar com a aproximação de Draxler na entrelinha é a melhor forma para a equipe ter mais oportunidades de gol, o camisa 10 pode também partir da ponta esquerda do ataque pensando que os soldados de Klopp tem dificuldades em defender o seu lado esquerdo, para explorar sua qualidade de visão de jogo e de fazer gols e Mbappé com sua facilidade de gerar desmarques para seus companheiros infiltrar dentro da área adversária.

A equipe deve se precaver para a pressão dos Reds para que obtenha o resultado esperado por seu técnico, portanto a defesa deve ter muita atenção para Firmino que é o jogador que baixa campo para seus companheiros de equipe ultrapassar e ficar cara a cara com o arqueiro.

@AlifOliveira14 e @DKtricolor

Anúncios

Deixe uma resposta