Jogou como campeão – ANÁLISE TÁTICA PALMEIRAS 4 x 0 América MG

Após um resultado “fora da curva” na última rodada, quando empatou por 1 X 1 com o rebaixado Paraná e tendo um desempenho abaixo do que vem apresentando, o Palmeiras recebeu o América-MG e foi fuminante em campo. O verdão pressionou e sufocou o adversário durante os 90 minutos e conquistou uma grande vitória por 4 X 0, gols de Luan, Willian, Dudu e Deyverson. O extremo Dudu, foi o principal personagem do duelo.
tabela plImagem: Fernando Dantas/Gazeta Press
  • O atacante Dudu comemora seu belíssimo gol, anotado contra o América MG, na última quarta-feira (21), no Allianz Parque.
Não é segredo para ninguém, sobre a preferência do técnico Felipão em atuar de forma reativa, ou seja, deixar o adversário com a posse, enquanto pressiona e sufoca, além de manter uma defesa organizada e sem correr riscos. Porém, contra o América, um dos últimos colocados da competição, o Alviverde atuando ao lado da sua torcida, intercalou a sua forma de atuar, por diversos momentos o Palmeiras tomou iniciativa para criar jogadas, dessa forma inibiu que os mineiros tivessem espaços e tempo para trocar passes e organizar lances de perigo.
O Palmeiras foi superior nos números e massacrante dentro das quatro linhas. O treinador Scolari optou por manter o 4-2-3-1 e o rodízio, aonde entrou em campo com Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gomez e Victor Luís; Thiago Santos e Bruno Henrique; Willian Bigode, Lucas Lima e Dudu; Borja. Desde o primeiro minuto, o Palestra lançou-se ao campo ofensivo, com 55% de posse da bola, os mandantes finalizaram quinze vezes e proporcionaram um alto volume, desperdiçando inúmeras oportunidades.
tabela plImagem: Globo
  • O América defendeu-se com às linhas baixas, dessa forma o verdão adiantou seus jogadores, pressionando na marcação e com muitos atletas dentro da grande área adversária, sufocando o time mineiro.
Mesmo sem abrir o placar na primeira etapa, o verdão foi muito superior, pois a dupla de volantes conseguiram proteger os defensores e ainda ajudaram Lucas Lima na criação das jogadas. Com Dudu inspirado, às principais ações foram pelo lado esquerdo, com o camisa 7. O centroavante Borja foi participativo e movimentou-se para sair da marcação e gerar espaços para infiltrações dos seus companheiros, entretanto não teve precisão nas conclusões, fato que manchou sua atuação em campo.
JOGADA POSITIVA DE BORJA:

Vídeo: Globo

  • Borja movimentou-se, recebeu a bola e fez o pivô para finalização de Dudu. Reparem no centroavante, foi fundamental para criar a jogada de perigo.
JOGADA NEGATIVA DE BORJA:

Vídeo: Globo

  • Dudu livrou-se da marcação e tocou para Borja, o colombiano desperdiçou grande chance.
O primeiro tempo do Palmeiras foi intenso e criando diversas oportunidades, entretanto na segunda etapa, o Alviverde foi avassalador e competente nas finalizações. Uma mudança fez total diferença no cenário da partida, o técnico Felipão lançou a campo o centroavante Deyverson, na vaga de Miguel Borja. O Palmeiras explorou diversas jogadas em cima de Deyverson, utilizando suas características de vencer os duelos na bola área e incomodar a defesa adversária, consequentemente o verdão quebrou às linhas de marcação do América, encontrando e explorando diversas espaços.

Vídeo: Globo

  • Weverton iniciou a jogada com um lançamento em direção ao Deyverson, o centroavante venceu a disputa área, enquanto Willian infiltrou-se na defesa adversária e errou ótima chance.
O Palmeiras finalizou menos ao gol no segundo tempo, foram nove conclusões, mas de forma precisa. O extremo Dudu, que foi a válvula de escape na primeira etapa, acabou desgastado-se fisicamente e atuou mais na zona central, deixando Lucas Lima aberto no lado direito, isso confundiu a marcação do coelho. O trio (Lucas Lima, Dudu e Willian) flutuaram pelo campo e trocaram de posições, dessa forma o América não conseguiu ajustar sua marcação.
tabela pl
Imagem: Globo
  • Nessa ação ofensiva, Dudu avançou com a posse da bola pelo meio, tendo Willian e Mayke como opções de passe pela direita, além de Borja nas costas da defesa. O meia Lucas Lima, ficou dando amplitude pelo lado esquerdo.
O sistema defensivo foi sólido e seguro, os paulistas sofreram apenas um chute ao gol, mas sem levar perigo a meta de Weverton. O Palmeiras foi superior nos duelos e nas jogadas aéreas, alem de 16 desarmes, 19 interceptações e 23 cortes. Atuação impecável do verdão na marcação, a dupla Luan e Gustavo Gomez foram dominantes e implacáveis em campo.
tabela plImagem: Globo
  • Palmeiras com superioridade numérica na zona da bola, com marcação ajustada e buscando recuperar rápido a posse da bola.
O gol do “alívio”, foi aos 13 minutos, com o zagueiro Luan, após o Alviverde vencer a segunda bola no campo ofensivo. Os outros três gols, aconteceram em um breve período de tempo. Perdendo a partida, o América tentou adiantar às linhas de marcação, isso proporcionou mais espaços ao Dudu, o jogador flutou entrelinhas e foi novamente decisivo, após Mayke fazer a ultrapassagem, o camisa 7 deu a assistência para Willian aumentar a vantagem e minutos depois, o próprio Dudu marcou um belo gol, dessa forma o Palmeiras abriu 3 X 0 no placar. O último gol foi pouco tempo depois, com outra ótima ultrapassagem do lateral-direito Mayke e conclusão de Deyverson. Com a goleada estabelecida, Felipão colocou Felipe Melo e Moisés, povoando o meio-campo e administrando o resultado nos últimos minutos.

 

 

Vídeo: Globo

  • Confira os 4 gols do Palmeiras, na goleada sobre o América MG.
O principal destaque da partida, foi o extremo Dudu, o jogador conseguiu excelentes números (8 duelos ganhos, 13 cruzamentos, 2 desarmes, 6 finalizações, 4 faltas sofridas, 6 passes decisivos, além de 1 gol e 1 assistência) e desempenhou muito bem sua função, foi o principal responsável pela goleada do Alviverde.

Imagem: SofaScore / Vídeo: Globo

  • Às jogadas individuais e movimentação em todos os setores, foram essenciais para Dudu fazer uma excelente partida.
Com a goleada, o Palmeiras encaminhou-se para ser Decacampeão Brasileiro, ficando a um passo do caneco. Já o América MG, continua na zona do rebaixamento e aumentou suas chances de queda para a série B.
Anúncios

Deixe uma resposta