A evolução italiana – ANÁLISE TÁTICA ITALIA 0 x 0 PORTUGAL

Por Daniel Klabunde

Após vários anos de um futebol fraco apresentado pela Azurra, Roberto Mancini está conseguindo alavancar os selecionáveis do país da bota.

Portugal chegou para a partida apenas querendo não levar gols, pois apenas se defendia e não levava nenhum tipo de perigo à Donnarumma, tanto que foram 5 chutes e apenas 1 à meta Azurra durante toda a partida.

Por outro lado, os comandados de Mancini foram decididos a liquidar a partida logo cedo, e com uma ótima aplicação tática, pressão alta e intensidade na recuperação da bola. Com Varratti e Jorginho comandando o meio campo a Itália dominou todas as ações da partida, a começar pela pressão na defesa portuguesa. Chiesa, Immobile e Insigne eram os responsáveis em sufocar a defesa, enquanto Barella se movimentava em suas costas esperando um chutão para frente.

amigasFoto/Reprodução: Esporte Interativo. Posicionamento na pressão da Itália na defesa de Portugal

Como falamos da aplicação tática, pudemos ver que os jogadores tem fixado em suas mentes o que devem fazer durante a partida, um exemplo disto é posicionamento defensivo após a pressão não surtir efeito.

Na imagem abaixo podemos ver os dois jogadores de frente posicionados de frente para a bola e indo em direção ao portador para ajudar no desarme, pois a bola já havia ultrapassado a sua linha de defesa. Na linha de 4 na frente da zaga podemos ver que enquanto Verratti rouba a bola, os outros três jogadores estão com o seu posicionamento corporal correto, ou seja, de frente para a bola e mantendo perfeitamente o alinhamento desta linha de defesa. E é claro, também podemos identificar que a Itália se posicionava defensivamente no 4-4-2.

amigasFoto/Reprodução: Esporte Interativo

E não é só na parte defensiva que a Itália vem se destacando, mas também na parte ofensiva, onde pudemos ver Jorginho e Verratti sendo os protagonistas da equipe juntamente com Insigne. Estes três jogadores tomaram conta do meio campo contra Portugal e literalmente não deixaram o time português em paz na partida.

Na saída de bola os italianos se utilizavam da chamada saída de três, com o laterla direito Florenzi se juntando a Chiellini e Bonucci, enquanto pelo lado esquerdo Biraghi dava amplitude para a saída de bola, liberando Jorginho e Verrati para participar na base das jogadas. Verratti por muitas vezes atuava como uma espécie de “falso entrelinhas”, se deslocava até o espaço nas linhas de defesa de Portugal e logo voltava para receber o passe de Jorginho.

amigasFoto/Reprodução: Esporte Interativo.

Após acontecer a saída de bola os italianos formavam dois blocos de três pelos lados, com Verratti, Biraghi e Insigne pela esquerda, e Barella, Florenzi e Chiesa pela direita, colocando Jorginho entre os dois blocos e Immobile na frente.

amigasImagem: 11TEGEN11

No mapa de passes acima podemos ver os dois blocos em cada lado do campo, com Jorginho centralizado fazendo a circulação de bola.

O grande problema italiano nesta partida foram as finalizações, tiveram posse, boas triangulações, jogo apoiado, mas Immobile não conseguiu se sobressair no ataque. Foram 11 finalizações dos italianos com apenas 3 chegando ao gol que foram defendidas por Rui Patricio.

A partida terminou em 0x0, com Portugal classificado para a Final Four, mas que certamente poderia ter a Itália como vitoriosa pelas seu volume de jogo. Mancini até aqui vem fazendo um ótimo trabalho, e agora achando uma peça muito importante para a sua engrenagem, Jorginho, com ele o salto de qualidade da Azurra dá um salto significativo.

@DKtricolor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s