Mudança sendo desenhada – ANÁLISE TÁTICA LIVERPOOL 2 x 0 FULHAM

Por Daniel Klabunde

Mais um jogo, mais uma vitória, e a invencibilidade segue firme na Premier League. Mas o que está balançando é o sistema 4-3-3 de Jurgen Klopp, que está aderindo cada vez mais ao 4-2-3-1 e dando sequência para Fabinho no seu time titular, fazendo com que o brasileiro seja um dos destaques da partida.

Neste esquema Fabinho se sente muito mais a vontade, sendo o jogador de contenção da equipe, atuando na base das jogadas junto com Wijnaldum e iniciando a saída de bola, muitas vezes se utilizando da saída de 3 para escapar da pressão adversária.

ataSaída de 3 utilizada pelo Liverpool

Movimentação da defesa na saída de 3. Imagem: TacticalPad

Um pouco mais à frente, a linha de 3 meias/atacantes formada por Mané, Firmino e Shaqiri, mais Salah como “falso 9” formando um quarteto muito rápido e intenso nas ações ofensivas. E foi assim que os Reds abriram o placar, com muita velocidade, depois de Mitrovic ter o seu gol anulado por impedimento, que Alisson cobrou rapidamente para Arnold, que lançou Salah totalmente livre no campo de ataque e só teve a preocupação de empurrar para o fundo das redes.

E podemos falar de Shaqiri, que é outro jogador que vem crescendo muito com o novo esquema de Klopp, assim como Fabinho. Shaqiri é um jogador de muita velocidade alinhada com o seu poder de drible, o que facilita muito o seu entrosamento com os outros três jogadores de frente.

bb futNúmeros de Shaqiri na partida. Dados: SofaScore

E para coroar a sua boa partida, Shaqiri marcou um belo gol de sem pulo, após ótimo cruzamento de Robertson.

ataK

No mapa de passes acima podemos ver a importância da entrada de Fabinho e Shaqiri no novo esquema, pois enquanto Wijnaldum se desloca para a direita efetuando interações com Arnold e Shaqiri, Firmino se junta a Mané e Robertson pela esquerda, deixando Fabinho centralizado efetuando a circulação de bola e balanço do time.

Até agora Klopp só utilizou este esquema contra times considerados inferiores ao do Liverpool, com exceção do segundo tempo contra o Arsenal, onde Fabinho não foi bem no primeiro tempo e o esquema foi alterado no intervalo para que ele se sentisse mais a vontade.

A curiosidade agora é se Klopp continuará utilizando o 4-2-3-1 ou retronará para o 4-3-3 com as voltas de Henderson e Keita, que retornam de lesão.

@DKtricolor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s