O Ajax de Erik ten Hag

Por Caio AIves

Líder do grupo E – que conta com Bayern, Benfica e AEK – e segundo colocado da Eredivisie – atrás do PSV –, o Ajax vem ganhando destaque na temporada por conta de seus talentos individuais, como Matthijs de Ligt e Frenkie de Jong. Embora sejam de suma importância para o modelo de jogo, o treinador Erik ten Hag mostra, independentemente do adversário e campeonato, que sua equipe possui total capacidade para encantar.

Holandês que é, ten Hag vem de uma escola propositiva, de futebol total, e não esconde sua ideologia e trajetória dentro de campo. Muito de suas ideias, inclusive, foi acompanhada por Pep Guardiola diariamente. Entre 2013-2015, Erik comandou a segunda equipe do Bayern Munchen, o FC Bayern II, período coincidente à trajetória de Guardiola na equipe principal. Com isso, Pep e ten Hag eram vistos constantemente juntos em treinamentos de suas equipes.

De 2015-2017, somando 111 jogos, o treinador teve uma passagem pelo FC Utrecht, até chegar no AFC Ajax, em dezembro do ano passado. Com um grande material humano em mãos, não demorou muito para que o comandante impusesse suas ideias e potencializasse cada jogador da equipe.

Na atual temporada, o Ajax de Erik ten Hag pratica um jogo posicional. Como de Ligt e de Jong possuem claras características de jogadores-total, os garotos foram, talvez, os maiores beneficiados com a chegada do treinador.

No habitual 4-3-3 – com alternâncias para o 4-2-3-1 –, tudo passa por Frenkie de Jong. Na saída de bola executada de forma limpa, onde até o goleiro participa, os centrais se oferecem como alternativas e os laterais posicionam-se em campo rival. Com isso, Frenkie, por jogar em diversas posições, ocupa o espaço deixado por Nicolás Tagliafico, lateral-esquerdo, e forma uma linha de 3.

Propondo jogo em um bloco médio-alto, Lasse Schone mostra-se extremamente chave na equipe. Além do garoto de Jong, é ele quem se oferece como terceiro homem nos triângulos de passe, além do jogo apoiado. Recepcionando e distribuindo a partir do meio-campo, Schone empenha um papel associativo para liberar Donny van de Beek. Com o intuito de ocupar o campo rival com o máximo de jogadores possível, van de Beek torna-se responsável por pisar na área constantemente, onde, por consequência, acaba marcando muitos gols – Mazraoui, lateral-direito, também possui as mesmas características.

No setor ofensivo, extremos ao pé trocado e atacante associativo. Com Dusan Tadic, extremo-esquerdo e destro, e Hakim Ziyech, extremo-direito e canhoto, o Ajax busca atacar com ambos por dentro para seus laterais darem amplitude e profundidade nos corredores. Embora Kasper Dolberg venha ganhando mais minutos a cada jogo, o já conhecido Klaas-Jan Huntelaar é bastante presente na equipe. Independentemente de quem atue, as características não mudam, onde ambos são responsáveis por buscarem jogo entrelinhas e se associarem de forma rápida.

Caldas teamPep Guardiola conversa com Erik ten Hag em treinamento do Bayern II

Embora seja um time de passe-posse, o Ajax não deixa de ser vertical e objetivo. É quase que uma regra por parte de ten Hag. A saída de bola é executada em 3 – 3+2 quando pressionado – para ter superioridade numérica no campo do adversário. Com suas triangulações e sociedades curtas, busca chegar ao gol e finalizar a jogada de forma mais rápida possível.

Caldas teamContra o Feyenoord, o Ajax efetuou 737 passes

Assim que o Ajax perde o domínio da posse, pressão constante no portador da bola e, por momentos, com superioridade numérica – tudo isso em campo contrário. Caso a pressão pós-perda não tenha ocorrido de forma efetiva, a equipe reagrupa-se e parte para a transição defensiva.

No 4-4-2 – ora no 4-1-4-1 – e oferecendo uma marcação zonal, o Ajax procura ser intenso durante os 90 minutos. Ademais, diferentemente de outras equipes que praticam o jogo posicional, pouco sofre com as transições, uma vez que, mesmo em bloco alto, possui 3-4 jogadores para a fase defensiva, todos eles com características rápidas e efetivas defensivamente (de Ligt, Blind, Tagliafico e Schone).

Em seus centrais, Erik ten Hag possui tudo e um pouco mais. Blind, que foi contratado do Manchester United para essa temporada, mostrou-se pontual. Muito de sua versatilidade defensiva serve como apoio para a execução do plano de jogo do treinador. Além disso, ainda que tenha apenas 19 anos, de Ligt é surpreendentemente completo – embora, naturalmente, cometa erros.

Basicamente, ambos possuem uma afinada leitura de jogo, seja para o momento defensivo ou para conduzir e abrir campo para os jogadores de frente. Cabe ressaltar, também, que uma das mais destacáveis qualidade de Matthijs de Ligt é o jogo aéreo. Marcando gols dessa forma e cortando o jogo direto do adversário, torna-se mais uma soma para o estilo de jogo do Ajax.

Caldas team

Além dos pontos já mencionados, o Ajax é, também, forte na bola parada. Com efetivas jogadas ensaiadas nas cobranças de falta e seus escanteios curtos constantes, o time consegue surpreender nos duelos aéreos – muito pela característica de seus jogadores, como já mencionado com de Ligt.

David Neres, revelado pelo São Paulo, é mais um jogador importante no plantel. Figura constante nas partidas – seja sendo titular ou entrando na segunda etapa –, o garoto demonstra grande evolução defensiva. Compondo linhas, jogando por dentro ou utilizando de seu violento 1×1 pelo corredor direito, Neres vem propondo maturidade nos contextos necessários.

Não se sabe se o Ajax 2018-2019 tende a ser mais uma equipe histórica para o clube ou se pode, por exemplo, vencer a Champions League, visto que deve se classificar para a próxima fase da competição. Contudo, Erik ten Hag, através de suas ideias e inspirações, faz um bom, rico e bonito trabalho em território holandês. O resto, é consequência.

@CaioAIves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s