Magic Hutter – OS SEGREDOS DO SUCESSO DO EINTRACHT

Por Leandro DMZ

O Eintracht vem sendo uma das maiores surpresas do campeonato Alemão nessa temporada, apesar de uma não badalada, 7ª colocação (Até o momento, 8ª Rodada), o time de Adi Hütter que terminou surpreendendo na última temporada, vencendo a Copa da Alemanha contra o Bayern de Munique, inicia mais uma temporada como uma grata surpresa, dos últimos 5 jogos, a equipe de Rebic & Cia venceu todos, marcou 19 gols e sofreu apenas 5, tornando-se dentre as últimas 5 partidas a melhor equipe Europeia como um todo. Mas agora vem a pergunta, de onde vem todo esse sucesso do Eintracht Frankfurt?

Tudo começa no ano de 2017, quando o então técnico do Bayern de Munique (Niko Kovac), era o treinador do Eintracht e utilizou o 5-2-3 que trazia a equipe uma maior força defensiva, depositando total confiança no setor defensivo e vencendo partidas por geralmente um gol de diferença. O Croata fez sucesso frente as Águias com o título da Copa da Alemanha e uma boa 8ª colocação no campeonato Alemão, acompanhada de vaga na Uefa Europa League, sucesso que o fez chegar na melhor equipe do futebol Alemão e uma das maiores do futebol Mundial. Na última temporada, o treinador teve como destaque o trio ofensivo, Rebic, Jovic e Haller, somado os três marcaram 31 dos 59 gols do Eintracht na temporada.

Mas enfim, vamos ao que interessa, qual será o segredo de Adi Hütter para que o Frankfurt tenha um rendimento tão bom, com um time tecnicamente inferior e um investimento menor em relação a algumas grandes potências do futebol mundial?
Analisando a equipe que Adi Hütter escalou durante os 5 últimos jogos podemos ver um ponto crucial que pouco pode parecer influenciar… O padrão tático. O Frankfurt iniciou a temporada sem um padrão tático definido, por algumas oportunidades usou o 4-3-3, em outras o 4-2-3-1, e até mesmo o 5-2-3 fixo. Porém a tática usada nos últimos 5 jogos é a mesma, o não tão famoso 3-1-4-2, tática que se adapta perfeitamente as características do Eintracht, quer saber o porquê? Confira:

Cdn

Tudo começa no setor defensivo, afinal o 3-1-4-2 é uma tática variável de acordo com a situação de jogo, não é à toa que com a bola o time utiliza a 3-1-4-2, e sem o time volta para o 5-3-2, com os alas recuando e impedindo que o adversário arme ataques laterais ou com o trio de meio de campo voltando para fechar o espaço, evitando os ataques frontais e fazendo a chamada, marcação por zona. A tática permite com que os atacantes se mantenham isolado a frente para um possível contra-ataque, podendo pressionar até mesmo a saída de bola do adversário, deixando a função com os dois meias mais avançados (De Guzman e Gacinovic) de avançar e levar a bola até o quarteto ofensivo, geralmente formado por Danny Da Costa, Kostic, Haller e Rebic ou Jovic.

O padrão tático de Adi Hütter já foi capaz de derrubar grandes equipes até aqui, como a Lazio por 4×1, o Olympique de Marseille em Marseille com um a menos por 2×1 e aplicar até mesmo grandes goleadas, como o 4×1 sobre o Hannover 96 ou o 7×1 sobre o Fortuna Dusseldorf. Será que essa tática é capaz de beliscar algum título nesta temporada? Qual o limite desse Eintracht Frankfurt? O futuro não sabemos, mas que esse Eintracht vai dar trabalho, isso é certo.

@eintrachtbrasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s