O futuro de La Roja: promessas do futebol espanhol – Parte 3

Por Gêra Lobo

Para finalizar a série de textos sobre as promessas do futebol espanhol, chegamos a terceira parte que, diferente das duas primeiras partes, que tiveram oito nomes, nessa estão nove jovens jogadores com potencial para chegarem bem longe em breve.

 Primeira parte
Segunda parte

Álvaro Odriozola (Real Madrid) – Lateral-direito/22 anos

22

Dani Carvajal é o títular inquestionável do Real Madrid e da Seleção Espanhola na lateral-direita. Porém, seu substituto no futuro já tem nome e sobrenome: Álvaro Odriozola. Recém-contratado pelos merengues, o jovem ex-Real Sociedad já chama atenção faz um bom tempo e com razão, por ter um grande potencial e ser bem maduro para a idade nos quesitos gerais do jogo. A expectativa é ver Odriozola com cada vez mais tempo, tanto em La Roja, como no Madrid.

Qualidades:

– Maduro para a idade
– Comete pouquíssimos erros; boas tomadas de decisão
– Cruzamentos
– Profundidade
– Velocidade
– Se posiciona bem e tem boa noção de espaço sem a bola

Junior Firpo (Real Betis) – Lateral-esquerdo/22 anos

22

Quando falamos de Real Betis, alguns nomes de destaque vem a cabeça, como os zagueiros Marc Batra e Aissa Mandi e os meias Giovani Lo Celso e Sergio Canales, por exemplo. Porém, existe uma válvula de escape na equipe de Sevilha chamado Junior Firpo. Nascido na República Dominicana, o lateral-esquerdo/ala é um verdadeiro tanque, conhecido por sua intensidade, força, velocidade e incrível qualidade no apoio, principalmente quando abre muito o campo. Seu potencial é impressionante e não deve durar tanto pelos lados verdes de Sevilha.

Qualidades:

– Força
– Muita intensidade
– Muita profundidade
– Velocidade
– Incrível qualidade no apoio
– Finalização

Fran Beltrán (Celta de Vigo) – Volante/19 anos

22

Mais um possível substituto de Sergio Busquets na Espanha aparece na lista. Não se engane pela altura, pois Fran Beltrán joga como um gigante. A qualidade e entendimento do jogo e espaço do volante celeste impressiona. Ao lado de Stanislav Lobotka, o jogador formado na base do Rayo Vallecano dita o ritmo e como a equipe comandada por Iago Aspas deve jogar, acelerando quando precisa e cadenciando quando precisa. Muito novo e já tão talentoso, Beltrán deve aparecer ainda mais para o mundo em breve.

Qualidades:

– Gestos e movimentos para criar espaço
– Dinâmico
– Veloz e ágil para um jogador da posição
– Conduções
– Passes curtos e longos
– Excelente visão de campo

Rodri (Atlético de Madrid) – Volante/22 anos

22

Substituto para Sergio Busquets? Toma mais um! Pode-se dizer que Rodri é o grande favorito, hoje, para substituir o volante do Barcelona no futuro. Seu estilo é muito parecido com o de Busquets, pela forma de se comportar em campo, conduções, passes e tudo mais, além da altura elevada, o que é importante para um jogador da sua posição. O Atlético de Madrid foi inteligente ao ver ele evoluir tanto no Villarreal e agora tem um grande jogador para o presente e futuro.

Qualidades:

– Boa estatura (1,91m)
– Gestos e movimentos para criar espaço
– Passes curtos e longos; excelentes passes para quebrar linhas
– Leitura do jogo e todo seu espaço
– Em constante evolução na fase defensiva, muito pela ajuda de Diego Simeone
– Bom nos desarmes
– Conduções

Marco Asensio (Real Madrid) – Meia/22 anos

22.jpg

Chegamos a, sem sombra de dúvidas, o nome mais conhecido dessa lista. Marco Asensio teve um crescimento incrível em tão pouco tempo, se tornando um dos jogadores mais importantes do Real Madrid pela sua produtividade incrível, principalmente em momentos decisivos. Sua maturidade dentro de campo impressiona, com tomadas de decisões excelentes, além de saber se comportar muito bem dentro das quatro linhas. Asensio tem tudo para crescer ainda mais e se tornar um dos melhores do planeta.

Qualidades:

– Finalização
– Incrivelmente inteligente e maduro para a idade
– Excelente taticamente
– Muita profundidade nas ações ofensivas
– Cria espaços e chances com muita facilidade
– Pode atuar tanto por dentro como pelos lados

Riqui Puig (Barcelona) – Meia/19 anos

22.jpg

La Masia é conhecida por cuidar muito bem das suas jóias. Pode-se dizer que, atualmente, uma dessas jóias é o jovem Riqui Puig. Seu talento impressiona, por ser um jogador incrivelmente talentoso, principalmente no último terço do campo, criando em velocidade, acelerando o jogo e com muita personalidade para criar chances de todas as formas possíveis. Sua intensidade também impressiona, pois é incansável. Por trás dessa cara de garoto, tem muito talento a ser evoluído.

Qualidades:

– Veloz
– Muito intenso
– Facilidade de criar, principalmente em velocidade
– Passes para quebrar linhas
– Bom passador

Ferran Torres (Valencia) – Meia/18 anos

22

Um dos mais jovens da lista, Ferran Torres é um jogador bem especial, que Marcelino García Toral já coloca até para ser titular no time principal do Valencia. Ele lembra até Gonçalo Guedes em vários momentos, por ser um cara bem agudo e que gosta do drible. Seu potencial é bem alto e, caso evolua muito em aspectos táticos, será um grande jogador no futuro, pois talento e técnica tem de sobra.

Qualidades:

– Veloz
– Gosta muito do drible
– Jogador bem vertical
– Passes em profundidades para quebrar linhas
– Conduções

Sergio Gómez (Borussia Dortmund) – Meia/18 anos

22

Atualmente no Borussia Dortmund, Sergio Gomez é mais um produto de La Masia, base do Barcelona, que decidiu mudar para uma equipe que sabe cuidar de jovens jogadores. Seu talento é muito especial, principalmente por ser um jogador versátil, que pode atuar tanto pelos lados, como um genuíno camisa 10, organizador. Ele, inclusive, foi o camisa 10 da Espanha vice-campeã do Mundial Sub-17 no ano passado, sendo considerado o segundo melhor jogador da competição, perdendo apenas para o inglês Phil Foden, do Manchester City. Dortmund tem um talento impressionante para o futuro.

Qualidades:

– Finalização
– Passe
– Qualidade no 1 x 1
– Veloz
– Versátil e dinâmico. Pode jogar tanto por dentro, como 10, como pelos lados

Borja Garcés (Atlético de Madrid) – Atacante/19 anos

22

Um nome que vai chamando a atenção aos poucos no futebol espanhol é de Borja Garcés. Sendo usado pela primeira vez na equipe principal do Atlético nesta temporada, o jovem atacante ainda é cru em relação a quase todos os nomes, mas tem um bom potencial, que, caso seja bem lapidado, poderá ser um nome bem interessante para o ataque espanhol no futuro.

Qualidades:

– Veloz
– Finalização
– Intenso e participativo
– Versátil

Mikel Oyarzabal (Real Sociedad) – 21 anos/Ponta

22

Para fechar com chave de ouro, vamos falar um pouco de Mikel Oyarzabal, que herdou a camisa 10 de Xabi Prieto para a temporada 2018/19 na Real Sociedad. Mesmo sendo bem novo, Oyarzabal é muito maduro e parece estar no profissional a muito tempo. Ele se destaca por ser um atleta extremamente inteligente, que muitas vezes acha soluções perfeitas para situação complicadas do jogo. Além disso, tecnicamente é muito bom, principalmente com a bola no pé, armando ou finalizando. Muito provável que ganhe uma chance nos comandados de Luis Enrique em breve.

Qualidades:

– Inteligente para a idade. Excelentes tomadas de decisão
– Bom passador. Ótimo assistente
– Finalização
– Cria com facilidade, seja com o passe ou em finalização de média/longa distância
– Lê muito bem as defesas e sempre tenta achar a melhor alternativa
– Diferenciado em relação a outros pontas da sua idade

@gerinhalobo_

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s