Na Bahia, a terra é de todos os “Santos”! – ANÁLISE TÁTICA VITÓRIA 0 x 1 SANTOS

Por Charlton Júnior

Na última sexta-feira, Santos foi até Salvador para enfrentar os donos da casa, o Vitória e saiu com mais um triunfo com o pensamento numa possível Libertadores da América. A partida não foi das melhores do time de Cuca, o Santos foi um time que após fazer o gol, se tornou displicente, relaxado, como se tivesse na última partida do campeonato, onde já não se almejava nada, basicamente no modo férias.

ataSantos definido no 4-3-3

Essa era a escalação que se esperava do Santos para o jogo contra o Vitória, mas por ter sentido um desconforto durante a semana, Rodrygo deu lugar ao Derlís Gonzales. A entrada do Paraguaio, o Alvinegro da Vila ganhava jogadas mais agudas pelo flanco direito e uma recomposição defensiva mais eficaz.

O JOGO

Com menos de 10 minutos, o Santos abriu o placar com o Carlos Sánchez, o uruguaio mudou o meio-campo dos meninos da Vila, a sua qualidade técnica, inteligência e vigor físico lhe destaca dos demais (um dos poucos também que arriscam chutes de fora da área) e ele mais uma vez foi a principal responsável pelo triunfo.

ataPodemos notar a presença quase que sempre pelo lado direito e na faixa central do campo, qualificando ainda mais a saída de bola, junto com o Diego Pituca.

Por último, porém, não menos importante, o Dodô. Responsável por anular quase sempre o lado direito do Vitória, com muita pressão ao portador da bola, resultado disso foram os 10 duelos vencidos de 13 tentados. No momento do Santos com a bola, ele por muitas vezes fazia superioridade numérica por dentro, próximo a área do Vitória.

ata

O Santos enquanto esteve ligado na partida, o time baiano pouco ofereceu perigo, diante disso, no primeiro tempo o placar construído foi até de certa forma tranquilo, e poderia ter sido maior diante ao que o alvinegro se propôs na partida. A letargia, e o deserto de ideias na criação das jogadas, foram os pontos negativos da performance Santista na última sexta, é preciso atenção.

ata

ata

  • Santos pressionou muito a saída de bola do Vitória, desde a saída de bola do Goleiro rubro-negro. Foram muitos duelos vencidos por parte dos jogadores da “linha de frente”.

ata

  • Momento da construção de jogadas do Santos, Gabriel saindo da referência (como gosta o Cuca), Carlos Sánchez fazendo o pivô e Dodô atuando por dentro pra auxiliar na criação e Bruno Henrique dando amplitude.

ata

  • Santos se posicionando no 4-1-4-1 no momento defensivo

Próxima partida do Santos é contra o Corinthians, clássico no Pacaembu, contra o seu ex-comandante, Jair Ventura. É preciso principalmente concentração para o bom futebol do time Santista voltar e assim chegar ao objetivo que é a classificação para a Libertadores. 

@chaarltonjunior

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s