Vitoria para “lavar a alma” – ANÁLISE TÁTICA PALMEIRAS 3 x 1 CRUZEIRO

O zagueiro Gustavo Gomez, da SE Palmeiras, durante partida contra o Cruzeiro, válida pela vigésima sétima rodada, do Campeonato Brasileiro 2018, no Pacaembu.
Imagem: César Greco/Palmeiras
Apenas quatro dias após ser eliminado pelo Cruzeiro, na Copa do Brasil 2018, o Palmeiras reencontrou os mineiros, dessa vez em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, aonde ambos jogaram com a maioria de reservas e os paulistas conquistaram uma grande vitória, por 3 X 1, gols anotados por Lucas Lima, Hyoran e Gustavo Gomez, enquanto o adversário fez com Mancuello.
O Cruzeiro começou criando uma boa oportunidade, a defesa palmeirense estava postada, foi aonde o extremo do lado esquerdo conseguiu boa jogada individual e efetuou o cruzamento, o centroavante antecipou-se diante dos defensores palmeirense e desperdiçou boa oportunidade, um grande susto no início do duelo. Apesar de começar incomodando, o Cruzeiro deu apenas três finalizações e não conseguiu nenhuma de longa distância.
Imagem: Canal Premiere
  • O Cruzeiro teve a principal chance dos 15 minutos iniciais, mas sem êxito na conclusão.
O verdão entrou em campo no 4-2-3-1, tendo os volantes Felipe Melo e Bruno Henrique, ambos considerados titulares e a presença do meia Lucas Lima, o trio dominou o meio-campo e controlou todas às ações do jogo. Com a contribuição dos dois extremos, o Palmeiras tinha superioridade no setor de criação, aonde sufocava o adversário em sua intermediária. Foram 50% de posse de bola para cada time nos primeiros 45 minutos, porém o Alviverde teve doze finalizações, sendo oito conclusões de longa distância, a equipe apresentou variações para criar às jogadas. Aos poucos o Palmeiras intensificou uma pressão no portador da bola, subindo todas às linhas ao campo de ataque, deixando o Cruzeiro sem saída de bola.
  • O Verdão sufocou os visitantes em seu campo defensivo, marcação pressão no portador da bola, com todas às linhas aproximadas em blocos.
Nas últimas partidas, uma das principais armas do verdão vem sendo a bola parada. Aos 20 minutos, o primeiro gol nasceu em um escanteio cobrado por Dudu, aonde Lucas Lima posicionou-se aguardando o rebote e sem nenhuma marcação, o meia teve boa movimentação e aproveitou a oportunidade.
Imagem:Canal Premiere
  • O Palmeiras abriu o placar em jogada de bola parada. Méritos ao meia Lucas Lima, muito inteligente para sair da marcação e isso possibilitou espaço para a finalização.
O Cruzeiro não tinha movimentação ofensiva e nem profundidade, com isso o Palmeiras roubava facilmente a bola e intensificava os lances pelas beiradas do campo. Em um lance isolado, os visitantes tiveram um pênalti inexplicável e empataram com o meia Mancuello.
Imagem: Canal Premiere
  • O árbitro marcou um pênalti inexistente, o Cruzeiro aproveitou a falha da arbitragem e empatou o duelo. Porém, depois desse lance, os mineiros não criaram mais nenhuma jogada de perigo.
Mesmo abalado com o erro do árbitro, o Palmeiras continuou explorando seu lado direito, com Marcos Rocha e Dudu, a dupla teve cinco passes decisivos, cinco cruzamentos certos, treze duelos ganhos, cinco interceptações, três desarmes e cinco dribles feitos, os dois foram fundamentais nas jogadas ofensivas e na marcação. Os mandantes não sofreram perigo no lado direito defensivo e ainda criaram suas melhores oportunidades naquele setor. Aos 41 minutos, em lance do extremo Dudu, o Alviverde voltou a frente no placar, sendo a segunda assistência do camisa 7 na partida.
Imagem: Canal Premiere
  • Dudu fez o cruzamento, Hyoran antecipou o marcador e colocou novamente os mandantes em vantagem. Observem que o Palmeiras ainda tinha dois meio-campistas na intermediária ofensiva, dando opção para o passe ou para disputar uma eventual segunda bola.
O time de Felipão apenas administrou os últimos minutos e levantou a vantagem para o vestiário. Na volta do segundo tempo, o Cruzeiro teve 60% de posse, mas somente uma finalização, apenas tocaram a bola de um lado ao outro, sem conseguir infiltrar ou penetrar na defesa palmeirense. O verdão tinha a vantagem no placar, por isso atuou da maneira que sente-se a vontade, de forma reativa, deixando o adversário com a bola, mas marcando forte em seu campo defensivo e saindo com velocidade nos contra-ataques. O Palmeiras fechou suas linhas, inclusive com os dois extremos marcando os laterais adversário até o fim e os volantes entrando na área defensiva. A equipe palestrina formou um verdadeiro paredão, como vem acontecendo na era Scolari.
Imagem: Canal Premiere
  • O Palmeiras tinha seis jogadores dentro da sua área, formando uma linha impenetrável. Além de deixar jogadores para os contragolpes.
O técnico Felipão colocou Willian Bigode na vaga de Dudu. Aos 20 minutos, Deyverson fez linda jogada e achou um belo lançamento para Willian que sofreu pênalti. Na cobrança, o zagueiro Gustavo Gomez aumentou a vantagem palmeirense. O centroavante Deyverson sofreu cinco faltas, incomodou a defesa adversária, brigou por todos os lances e teve papel importante para segurar a bola no campo ofensivo.
Imagem: Canal Premiere
  • O centroavante Deyverson movimentou-se em todas às partes do campo, incomodando a defesa adversária.
Os mineiros não tinham agressividade ofensiva, já os paulistas ficaram precavidos, sem sofrer perigo. O jogo seguiu morno, com marcação intensa de ambos os lados, mas sem lances de perigo. O verdão ainda lançou a campo Mayke e Moisés, nas vagas de Marcos Rocha e Lucas Lima. O Palmeiras foi muito inteligente no confronto, neutralizou todas às jogadas do adversário, pressionou no campo ofensivo quando necessário, depois fez seu jogo reativo, foi eficaz nas finalizações e ainda precisou administrar o psicológico, após o pênalti escândalo anotado pela arbitragem. Vitória importante aos palmeirenses, que além de “lavar a alma” ao conseguir a primeira vitória sobre o Cruzeiro no ano, assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro 2018, enquanto os visitantes seguem no meio da tabela.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s