Do início terrível à arrancada inesperada: o que Bernd Schuster mudou no Dalian Yifang?

Por Leonardo Hartung

ibra

O Dalian Yifang teve um péssimo início em seu retorno à Super Liga da China. Após três rodadas, o experiente Ma Lin foi demitido e o alemão Bernd Schuster foi chamado para tirar o time do buraco. Seis meses depois (completos no dia 19), o Dalian Yifang deixou a lanterna e a zona de rebaixamento e já emplacou cinco jogos sem perder na elite do futebol chinês. Mas o que Bernd Schuster mudou no Dalian Yifang?

A principal mudança vem no comportamento do time com a bola. Bernd Schuster fez o que havíamos mencionado ainda no mês de março: colocou o zimbabuano Nyasha Mushekwi no comando de ataque, garantindo a possibilidade de uma construção longa explorando a força do atacante no jogo pelo alto (cinco duelos aéreos vencidos por jogo).

MUSHEWKI LIGAÇÃO DIRETA

Além da força na bola aérea, Nyasha Mushekwi também tem se mostrado uma garantia de gols na temporada com 12 gols marcados em 15 jogos, bem à frente de Yannick Ferreira-Carrasco (cinco gols) e Nico Gaitán (dois gols).

A janela de meio de ano também trouxe um ótimo reforço para a utilização da bola longa no meia Qin Sheng, cedido por empréstimo pelo Shanghai Shenhua. O jogador de 31 anos pode atuar como primeiro ou segundo volante e até mesmo como zagueiro, e tem muita precisão na bola longa. Reforço que se encaixa com a característica de reação da equipe e potencializa a utilização do jogo mais direto.

Olhando os números ofensivos, o Dalian Yifang chuta mais (11,2 finalizações por jogo contra dez em março) e melhor (3,8 chutes no alvo por jogo contra 1,7 em março) se comparado com as três rodadas iniciais no comando de Ma Lin. Muito sendo gerado do lado esquerdo do ataque com a dobradinha entre o jovem lateral Li Shuai e Yannick Ferreira-Carrasco que também conta com participações especiais de Nico Gaitán.

GOL MUSHEKWI

Defensivamente, o Dalian Yifang de Bernd Schuster é uma equipe mais segura se compararmos com o período de Ma Lin. São 31 gols sofridos em 25 jogos comandados pelo técnico alemão. Utilizando nomes como Shan Pengfei, Wang Yaopeng e Li Shuai, Bernd Schuster rejuvenesceu o sistema defensivo, sendo mais difícil de ser vazada tanto pelo centro ou pelos lados do campo.

Outro nome que merece destaque na temporada do Dalian Yifang é o goleiro Zhang Chong, o segundo que mais defesas realizou na Super Liga da China em 2018 (84 defesas em 23 jogos).

Também importante destacar que o Dalian Yifang não melhorou do dia para a noite. Bernd Schuster teve que esperar cinco rodadas (três empates e duas derrotas) até a sua primeira vitória na China num surpreendente 3×0 sobre o poderoso Guangzhou Evergrande em maio. Pouco a pouco a equipe ganhou confiança e depois de 19 rodadas o Dalian Yifang deixou a zona de rebaixamento da Super Liga da China 2018.

Antes a piada do campeonato, o Dalian Yifang hoje está próximo do meio da tabela e tem chances reais de se manter na elite do futebol chinês. Bernd Schuster reaproximou a equipe dos ideais apresentados na campanha do título da Segunda Divisão chinesa em 2017 e tem cumprido os objetivos num projeto a curto prazo.

@HartungLeo

Dados: WhoScored.com

Anúncios

Um comentário sobre “Do início terrível à arrancada inesperada: o que Bernd Schuster mudou no Dalian Yifang?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s