Vencer na altitude é quase um troféu para o Fluminense – ANÁLISE TÁTICA DEP. CUENCA 0 x 2 FLUMINENSE

Por Hugo Alves

O Fluminense entrou em campo nesta quinta-feira (20) para enfrentar o Deportivo Cuenca (EQU). A partida válida pela Copa Sul-Americana foi disputada na altitude do Estádio Casablancas e terminou em 2-0 para o Flu. A partida fluiu da melhor forma possível para a equipe do Rio de Janeiro que decidirá o jogo no Maracanã podendo perder até por um gol.

Como de praxe, começaremos nossa análise falando sobre a escalação de Marcelo Oliveira. Para o confronto no inóspito estádio equatoriano o comandante tricolor voltou com o esquema de três zagueiros, posicionando Ibañez na linha ao lado de Gum e Digão. A mudança tirou Dodi do time e colocou Luciano, finalmente, no seu lugar de origem, o ataque.

ibraFoto: Lucas Merçon/Fluminense

Já falando da partida, o início não foi muito animador para o Flu. Ainda sentindo a diferença na velocidade da bola, se viu dominado pelo adversário durante os primeiros minutos. No entanto, o baixíssimo nível técnico do oponente foi de grande ajuda para a equipe das Laranjeiras, que teve tempo para se encontrar no jogo.

E esse “encontro” veio aos 23 minutos ainda da primeira etapa. Após uma falha gritante da marcação do Cuenca, Luciano achou Everaldo no comando de ataque e viu, de longe, o camisa 18 mandar para o fundo das redes, marcando seu primeiro gol com a camisa do Fluminense. Além do ótimo passe de Luciano, vale ressaltar a tranquilidade de Sornoza para fugir do marcador e dar sequência na jogada.

ibra

ibra

Com a vitória debaixo dos braços e o tão sonhado gol fora conquistado nada mais justo do que se segurar, mais do que nunca, na defesa. Quando falamos de competições internacionais eliminatórias penso eu que ninguém quer ver um futebol bonito em detrimento do resultado, muito menos os torcedores que, no fundo, são os principais críticos de suas equipes.

O final do primeiro tempo e grande parte do segundo foram de agonia para o torcedor. O Cuenca explorou bem a falta de ritmo do tricolor que, mesmo na altitude, cismava em fazer linhas insensatas de impedimento. Falhas advindas de erros nessa artimanha defensiva geraram ao menos duas oportunidades ao time equatoriano. Uma delas terminou em gol contra de Gum, mas foi anulada erroneamente pelo bandeira e como não temos o VAR nessa competição, nada foi feito para salvar a equipe mandante.

ibra

Tentando em descidas esporádicas ampliar sua vantagem, o Flu foi recompensado já nos minutos finais. Após belíssima arrancada de Ayrton Lucas, o lateral chegou até a área do Cuenca e cruzou para Luciano, livre, empurrar para as redes, sacramentando a vitória do Tricolor.

Agora, tendo a vantagem de poder até mesmo perder por 1-0 no Maracanã, o Fluminense espera lotar o seu estádio para buscar a classificação no dia 4 de outubro. Mas, sem esquecer do Brasileirão, o Flu volta à campo neste final de semana para encarar a Chapecoense na Arena Condá.

Anotações:

  • Gum brincou com a sorte, mas ela estava com ele hoje.

  • Obrigado, Marcelo! Luciano no ataque, até aqui: dois jogos, dois gols e uma assistência.

  • Que partida sensacional do Everaldo! É basicamente um operário da bola. Não é o melhor jogador e nem o mais carismático, mas é certamente um dos que mais se dedica.

@_hugo1alves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s