O muro de Santiago – ANÁLISE TÁTICA COLO COLO 0 X 2 PALMEIRAS

O jogador Dudu, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Colo Colo-CHI, durante partida válida pelas quartas de final, da Libertadores, no Estádio Monumental
rolaImagem: César Greco/Palmeiras
O Palmeiras viajou até o Chile, aonde enfrentou o Colo Colo pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores e venceu por 2 X 0, gols de Bruno Henrique e Dudu. O time de Luís Felipe Scolari segue com 100% de aproveitamento fora de casa no torneio e foi novamente letal em campo.
O Palmeiras entrou no esquema 4-2-3-1 e iniciou o duelo com uma marcação alta, aonde pressionava na intermediária defensiva do adversário, dobrando a marcação no portador da bola, fechando suas opções de passe e recuperando de forma rápida a posse. Logo aos 3 minutos, a pressão deu resultado e o clube Paulista abriu o placar. Os atacantes Miguel Borja e Dudu encurtaram os espaços e recuperaram o domínio da bola, o centroavante cruzou e Moisés ajeitou para o volante Bruno Henrique, elemento surpresa, fazer o primeiro gol palmeirense.
Vídeo: Fox Sports
  • O centroavante Borja pressiona, rouba a bola do portador e cruza, Moisés percebeu a projeção de Bruno Henrique e tocou atrás para o volante pisar na área e fazer o primeiro do verdão.
Após sair na frente, o Alviverde voltou ao seu estilo de jogo, uma marcação reativa e no campo defensivo. O Palmeiras marcava no 4-1-4-1, com os dois extremos acompanhando até o final os alas, enquanto Moisés e Bruno Henrique ajudavam Miguel Borja a pressionar na primeira linha, deixando o Colo Colo sem saída de bola, rifando às jogadas e afunilando o tempo todo pelo meio.
              Foto Imagem: Fox Sports
  • O extremo Dudu fez a recomposição e marcação até o final, o atacante conseguiu retomar a posse da bola na jogada.
Na primeira etapa a marcação palmeirense estava encaixada, o goleiro Weverton foi incomodado apenas nas bolas paradas, aonde a marcação por zona na bola área trazia uma certa dificuldade e os cruzamentos assustavam. Fora isso, somente Jorgito Valdivia trazia algum perigo a meta Alviverde, o talentoso meia conseguiu achar espaços atrás dos volantes palmeirense, construindo jogadas para o ala direito Óscar Opazo que vencia os duelos sobre o lateral-esquerdo Diogo Barbosa.
 photogrid_1537559024539Imagem: Fox Sports
  • O ala-direito Óscar Opazo teve liberdade pelo lado direito, foi aonde o Colo Colo criou suas principais chances.
O Palmeiras levava perigo nos contra-ataques, foram seis conclusões nos primeiros 45 minutos, contra apenas duas finalizações dos chilenos. Um time rápido nos contragolpes, com profundidade dos extremos, triângulações e movimentações, aonde confundia a marcação adversária. A primeira etapa terminou com vantagem dos visitantes.
               FotoImagem: Fox Sports
  • Palmeiras com muita movimentação. Bruno Henrique pela beirada do campo, Moisés dando opção para o passe, Willian Bigode e Borja dentro da área, e Dudu pelo meio atento ao rebote.
No segundo tempo, o Colo Colo voltou com grande volume, sufocando e pressionando o Palmeiras no campo defensivo. O meia Valdivia era o cérebro da equipe chilena, controlava às ações e municiava seus companheiros. Os dois extremos do verdão continuaram recuados na intermediária defensiva e auxiliaram os laterais na marcação, neutralizando às jogadas pelas beiradas do adversário. Mesmo com essas medidas defensivas, os mandantes seguiam pressionando e teve 70% de posse da bola,  foi quando Felipão potencializou e equilibrou o time de uma forma curiosa, reforçando ainda mais sua defesa e explorando contragolpes. O treinador colocou o volante/lateral-direito Jean no lugar do Centroavante Borja, formando um 4-4-2 para fechar os espaços, ganhar força no meio-campo e ter velocidade no setor ofensivo, apostando nas jogadas individuais de Willian Bigode e Dudu.
                FotoImagem: Footstats
  • O Palmeiras passou a marcar com mais intensidade no meio-campo. Tendo sua posse de bola no campo defensivo e com o 4-4-2, diminuindo os espaços do adversário.
Após essa primeira mudança, o Colo Colo que tinha até então onze finalizações, sendo sete de fora da área, setor aonde tinha liberdade, acabou perdendo o ímpeto e não conseguiu mais sufocar os visitantes. Na parte final do duelo, Scolari mandou a campo o zagueiro Gustavo Gomez na vaga do volante Thiago Santos, mudando novamente seu esquema tático, ganhando força área defensiva e fazendo literalmente um “muro de Santiago” em frente ao gol defendido. O verdão passou a ter um 5-3-2, com uma trinca de zagueiros (Antônio Carlos, Edu Dracena e Gustavo Gomez), Mayke e Diogo Barbosa atuando como alas, um trio de volantes a frente do setor defensivo, composto por Jean, Moisés e Bruno Henrique, além de Dudu e Willian no setor ofensivo, responsáveis pelas jogadas de contra-ataques.
                FotoImagem: Fox Sports
  • O Palmeiras defendendo-se no esquema 5-3-2, um verdadeiro muro de Santiago. O adversário não conseguiu penetrar.
O time paulista teve somente três finalizações nos últimos 45 minutos, entretanto em uma bola esticada, o Palmeiras fez o segundo gol com Dudu e liquidou o confronto.
Vídeo: Fox Sports
  • Num contragolpe fuminante, aonde o Palmeiras tinha superioridade numérica, Dudu fez o segundo gol e decretou a vitória dos visitantes.
Depois do gol, Dudu saiu para a entra de Lucas Lima, o camisa 20 e seus companheiros apenas administraram os últimos minutos e garantiram uma vitória fundamental para os objetivos do Palestra no torneio continental. Um jogo reativo e compacto, com três esquemas diferentes em 90 minutos, atuando de acordo com o contexto da partida, explorando os espaços deixados pelo adversário e sendo eficaz nos contra-ataques, esse foi o Palmeiras de Felipão.
Anúncios

Um comentário sobre “O muro de Santiago – ANÁLISE TÁTICA COLO COLO 0 X 2 PALMEIRAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s